Postadores do Mês
James
1º Lugar
Jennifer
2º Lugar
Chad
3º Lugar
Ben
4º Lugar
Últimos assuntos
» Registro do Espelho do Destino
Qua 19 Abr 2017, 12:11 por Petra Kim DiNozzo

» Produtos
Ter 28 Mar 2017, 21:13 por Petra Kim DiNozzo

» Interior da Floresta Negra
Qui 16 Mar 2017, 23:00 por Circe, o Basilisco

» Cela 32
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Robert S. Winchester

» Entrada de Azkaban
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Circe, o Basilisco

» Escritório
Qui 16 Mar 2017, 14:41 por Emily R. Watsgrint

» Campo de Quadribol
Seg 13 Mar 2017, 16:18 por Isabella F. Highmore

» Corredores do Quinto Andar
Dom 12 Mar 2017, 22:27 por Emily R. Watsgrint

» Pedidos do RPG
Dom 12 Mar 2017, 21:28 por James C. Armstrong

Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 42 em Ter 17 Jun 2014, 19:05
Parceiros 2/44

Escritório

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Escritório

Mensagem por André C. Van Rousset em Ter 22 Abr 2014, 19:49

Um local bonito e grande, a uma prateleira lotada de sangue de dragão e com alguns bezoares, perto dela a uma mesa lotada de papeis e livros.
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Lufa-lufa
Time: Harpias de Holyhead

André C. Van Rousset

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por André C. Van Rousset em Ter 22 Abr 2014, 19:53



Sede de sangue!

sangue sangue!

Estava com uma enorme cede de sangue, estava me segurando para não atacar alguém quando entrei em meu escritório apresado, assim que vi puchei um frasco com sangue de dragão e tomei todo de uma vez, logo depois me acalmei, para minha sorte sangue de dragão era bem mais nutritivo e alimentava mais que sangue normal então sai de la e fui comer alguma coisa na cozinha.

N.L
Pride
N.L
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Lufa-lufa
Time: Harpias de Holyhead

André C. Van Rousset

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Robert S. Winchester em Qui 08 Maio 2014, 11:12


Questionando Sobre a Epidemia
Caminhei pelos corredores, já tinha passado na biblioteca e pesquisado sobre o basilisco, e ainda queria passar na ala hospitalar para visitar Julia, mas decidi passar na sala do professor André primeiro, ele também era diretor do St’s Magus e saberia me passar as informações necessárias sobre o que eu queria saber, parei em frente a porta de madeira do seu escritório, respirei fundo, bati duas vezes e aguardei resposta, o corredor estava vazio e o silencio ali era, no mínimo, irritante, após algum tempo, ouvi a voz de André do outro lado da porta, permitindo minha entrada.
Abri a porta e olhei ao redor, a sala era bonita e grande, havia uma prateleira lotada de sangue de dragão e com alguns bezoares, perto dela a uma mesa lotada de papeis e livros, duas poltronas próximas a uma lareira apagada e de frente para mesa três cadeiras, antigas e bonitas..
Sorri e cumprimentei o professor com a cabeça, depois me sentei na cadeira que ele havia apontado, ele tinha as mãos a frente do rosto e pelo seu olhar eu sabia que ele estava me analisando, eu mesmo já tinha feito o mesmo, mais não havia demonstrado como ele estava fazendo agora, ele vestia uma blusa social branca, com um paletó azul escuro por cima, se vestia elegantemente, acabei me prendendo a imaginação de que se todos os vampiros tinham o mesmo habito de se vestir que ele.
- Então, o que deseja senhor Winchester? – a voz dele me fez voltar a atenção para conversa.
- Quero saber mais sobre essa epidemia! – respondi sem rodeios.
- Bom... – ele retirou as mãos da frente do rosto, remexendo alguns papeis sobre sua mesa, notei que um falava sobre a epidemia, mas não consegui ler a respeito – Infelizmente não posso passar informações a respeito disso a alunos!
- Entendo a ideologia... Mas amigos meus estão infectados e não saio daqui sem uma explicação! – ele me encara – Fora que posso vir a ajudar em algo.
Ele sorri e volta a falar.


Narração ɸ ɸ ɸ Robert ɸ ɸ ɸ Professor André




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por André C. Van Rousset em Qui 08 Maio 2014, 16:27



Titulo/Seu Nome

Frase ou Titulo Secundário


Estava mexendo com alguns papei quando vi Robert entrar em minha sala, então logo o perguntei -O que deseja sr. Winchester? ele me respondeu - Quero saber mais sobre essa epidemia eu tentei esconder os papeis que falavam sobre a epidemia e falei
– Infelizmente não posso passar informações a respeito disso a alunos!
ele logo respondeu severamente
- Entendo a ideologia... Mas amigos meus estão infectados e não saio daqui sem uma explicação!fora isso posso ajudar!
dei uma pensada e achei que deveria falar a ela, afinal eu mesmo tinha levada sua amiga ao hospital.
-Bem, preciso que não conte a ninguém certo? ele concordou então eu continuei -Ainda não sabemos a causa da epidemia, mas já estamos procurando sua causa, a professora já falou algumas medidas de prevenção mais logo receberão uma rigorosa lista do que deverão seguir, a doença pode levar a morte, mas não se preocupe com sua amiga ela esta em bons cuidados, essa gripe esta se espalhando muito rápido então devemos tirar todos alunos infectados da escola, bem você pode visitar sua amiga mais com uso de mascara e uma roupa especial, se quiser podemos marcar para irmos visita-lá ele me observou e respondeu
-certo, bem eu tenho que ir depois volto a falar com sr, muito obrigado








N.L
Pride
N.L
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Lufa-lufa
Time: Harpias de Holyhead

André C. Van Rousset

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por James C. Armstrong em Dom 11 Maio 2014, 01:17

Faminto
James - André



Cheguei a porta da sala do professor André, estava a ponto de bater na porta quando escuto vozes se aproximando da porta. Me escondo atrás de uma estatua de pedra horrível. Avistei Robert da sonserina saindo de lá. Sigo ele com meus olhos ate nao poder mais ver, em seguida saio de trás da estatua e bato na porta.

Assim que escuto a permissão para entrar, entro na sala onde André esta sentado em sua poltrona. Ele me olha apreensivo, me aproximo dele e me sento na cadeira a sua frente. Ele deixa a pena que estava usando para escrever ao lado e se ajeita na cadeira.

- Qual o problema James?

- Estou Faminto Andre! - Ele fica um pouco nervoso olhando para os lados e para a porta para confirmar que estava fechada - Por favor me ajuda! Já foi dificil assistir a aula hoje... - Falo desesperado em seguida ele me responde










James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Robert S. Winchester em Seg 12 Maio 2014, 10:47


Sem Causa, Sem Cura!

O professor me encarou por alguns, respirou fundo e se ajeitou na poltrona.
- Bem, preciso que não conte a ninguém certo? – fiz que sim com a cabeça - Ainda não sabemos a causa da epidemia, mas já estamos procurando sua causa, a professora já falou algumas medidas de prevenção mais logo receberão uma rigorosa lista do que deverão seguir, a doença pode levar a morte. – o encarei, depois frisei os olhos – Mas não se preocupe com sua amiga ela está em bons cuidados, essa gripe está se espalhando muito rápido então devemos tirar todos alunos infectados da escola, bem você pode visitar sua amiga mais com uso de máscara e uma roupa especial, se quiser podemos marcar para irmos visitá-la.
O encarei, aquela história era muito estranha, como uma epidemia daquela surgia assim do nada, pensei que talvez devesse visitar Julia, mas aproveitaria para o dia em que fossemos ir atrás de seus pais, sorri.
- Certo, bem eu tenho que ir depois volto a falar com Sr., muito obrigado!
Me levantei da cadeira e dei as costas ao professor, quando estava próximo a porta ele voltou a me chamar, parei e voltei a encará-lo, ele se levantou e caminho até uma estante, retirou um embrulho consideravelmente grande dela e caminhou até mim.
- Recentemente você encontrou diversos ovos dourados pela escola correto?
- Bom... – me lembrei dos ovos dourados, já não mais os carregava, havia deixado eles enrolados em um pano, dentro do criado mudo ao lado de minha cama – Sim... Porque?
- Bem... – ele me entregou embrulho – Esse é o prêmio pelo seu feito... Parabéns, você foi o campeão dessa gincana... – ele sorriu meio sem graça – Íamos realizar uma pequena festa para isso, mas infelizmente os recentes acontecimentos nos impedem.
- Entendo professor – encarei o enorme embrulho – E muito obrigado!
Depois disso eu sorri e deixei a sala, decidi que abriria o embrulho na comunal, após resolver tudo que ainda tinha para resolver.


Narração ɸ ɸ ɸ Robert ɸ ɸ ɸ Professor André Van Rousset




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Leonardo Swan em Ter 01 Jul 2014, 10:29

Faminto
________________________________________________________
Estava no escritório de André o professor de
Medibruxaria,ele me encarou por um tempo e
então.-Olá Leonardo,tudo bem?-Falou André.
-Nada bem professor não pude nem ir para a aula
hoje,estou morto de fome e não quero morder
o pescoço de alguém e nem ir para Askaban.

O professor André se levantou e pegou um
frasco de sangue de dragão,me deu o frasco
com sangue,depois de terminar de beber o
sangue de dragão me despedi de André,sai
de sua sala e fui embora muito mais calmo.
-Sorte que sangue de dragão alimenta muito
mais do que sangue humano.
-Pensei enquanto
andava pelo corredor à caminho para aula

Legenda:Narração-Minha fala-André fala-Pensamento
_______________________________________________________



Leonardo Swan
Fantasma
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 2
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Leonardo Swan

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Nicklaus B. Sommers em Qua 02 Jul 2014, 02:17

Se alimentando



Bati na porta e antes que ele pudesse permitir minha entrada já logo fui entrando, havia já um sonserino ali presente, ele possuía um frasco que continha um liquido vermelho, era um vampiro com certeza. Caminhei ate o professor e lhe dei um sorriso - Ouvi dizer que o Senhor ajuda os vampiros nessa escola? - Ele afirmou com a cabeça - Ainda bem, pensei que teria que me alimentar de animais da floresta proibida! - Falei olhando para a sala toda enquanto o outro aluno bebia o frasco.

- Me ajude professor, anda difícil de me conter perto de meus colegas de classe! - Ele me afirmou com a cabeça simpaticamente e pegou um frasco de dentro de uma gaveta, um frasco idêntico ao do outro sonserino, abri e cheirei, era um cheiro bem tentador, mas nao se parecia com o cheiro de um sangue humano - Sangue de que animal é este? - perguntei curioso enquanto ele me respondia que era de um dragão, deixar-me arregalar um  pouco os olhos e em seguida o outro aluno comentou que sangue de dragão alimentava mais.

Soltei um sorriso, meus dentes foram aparecendo e meus olhos foram ficando pretos com veias envolta, bebi o liquido rapidamente, joguei o frasco em uma lata de lixo e me virei para a porta - Obrigado mesmo professor André, espero que isto segure minha fome por um longo tempo - Falei saindo da sala


Fantasma

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Sonserina
Time: Vespas de Winbourne

Nicklaus B. Sommers

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Nicklaus B. Sommers em Sab 10 Jan 2015, 14:04

Little Talk



Dei um forte empurrão na porta pesada da sala de Medibruxaria, desde o sumiço do professor, ninguém vinha aqui nem se quer para limpar o local. Olhei e estava bem escuro sem uma tocha acessa. - Lumus - Falei com a varinha em mão, a sala se iluminou, fui ate o armário onde sempre se encontrava os frascos de sangue de dragão. Ja deveriam estar fora da validade, mas não custava experimentar, peguei um copo, eu era um tanto sofisticado, beber de frascos era muito vergonhoso. Pus no copo e me sentei onde o professor costumava se sentar.

O sangue continuava em perfeito estado, gostoso e forte como sempre, talvez Andre, o ex professor tenha feito algum feitiço que os mantivessem em bom estado. Eu não estava ali para beber, ja que preferia caçar, fazia mais meu tipo, sabia que um vampiro da escola era certinho demais para sair e caçar, apenas o esperava. Nao demorou muito e a porta se abriu, eu estava certo, James odiava caçar e estava aqui para se alimentar. A sala já estava escura de novo, o observei no escuro abrindo a gaveta de sangues. - Lumus - Voltei a falar e logo ele me olhou, eu me levantei da cadeira, ele me encarava serio. - Ola James, que coencidencia nos encontramos aqui não? - Falei com um sorriso provocador no rosto.

James não parecia, o que me deixou ainda mais intenso, mais animado. - Ola Nicklaus - Falou e voltou a pegar o sangue na gaveta, sua voz era provocadora, sorri, adorava um desafio. Me aproximei dele e apertei forte ele contra a parede, miha raiva estava fora de controle. - Nao sabe o quanto esperei para fazer isso! - Falei sorrindo maleficamente, mas em seguida o soltei, ficando serio novamente. - Porem vim apenas conversar com você! - Falei voltando a pegar meu copo com sangue, olhei para ela e lhe ofereci que bebesse comigo.

Ele aceitou e pegou um copo e entornou o sangue ali mesmo, brindamos e bebemos um gole de sangue, ele parecia estar faminto a dias, ja eu estava bebendo apenas por educação, ja que ontem havia caçado de raiva por ter levado chifres. James deixou o copo na mesa e iniciou sua primeira fala da noite.

Fantasma

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Sonserina
Time: Vespas de Winbourne

Nicklaus B. Sommers

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por James C. Armstrong em Sab 10 Jan 2015, 14:35



Sonserino



- Para estarmos tendo essa conversa, imagino que Marie te contou correto? - Perguntei bebendo um gole do sangue que estava no copo, minha falta de emoção no momento me fazia não teme-lo. Nicklaus afirmou com a cabeça e logo abaixei a cabeça, apesar de odiá-lo por ter roubado Marie de mim, apesar de todo meu ódio por ele, traição era algo que eu achava que ninguém merecia ate um ser arrogante como ele. Ele parecia um tanto acabado, no fundo eu também estava, perdi a pessoa que eu amava, mas era a coisa correta. Marie não podia amar duas pessoas ao mesmo tempo, você sempre prefere um ao outros, é sempre assim. Aquele joguinho dela de ir para um e depois para o outro, estava acabando com meu coraçao e sempre me machucando e sua traição não podia ter saído as escondidas, mesmo para Nicklaus que eu odiava. Seus erros tinham que ser corrigidos de forma certa. - Eu achava que ela só me amava, mas ama você também! - Falou e logo neguei com a cabeça, ele me olhou um tanto confuso.

Me aproxime de Nicklaus e me sentei na cadeira a frente da sua, seria uma conversa de realidade, eu iria expressar minha visão de Marie e se ele iria concordar ou não seria algo dele. - Nicklaus, nao tem como alguem amar duas pessoas igualmente! - Falei tentando faze-lo enchergar meu ponto de vista, ele me olhava serio e com uma cara que me lembrava eu mesmo, a cara de um sofredor. - Voce sempre prefere um ao outro - Falei pegando e bebendo novamente só que dessa vez o ultimo gole do sangue. - Em minha opiniao, Marie estava com voce, mas mesmo com voce nao queria que eu seguisse em frente e por isso me provocava e me beijava as vezes, estando com voce! - Falei e ele voltou a ficar serio - As vezes? - Perguntou e voltei a me corrigir, havia sido apenas uma vez e ele se sentiu um pouco mais aliviado.

- Na minha opinião Nick - Falei seu apelido por que seu nome era grande e estranho de mais para ficar se falando, ele pareceu não ligar para o apelido e logo voltei para minha frase - Marie queria se sentir amada pelos dois, tanto que quando queria que você não desistisse dela, ela me maltratou e tudo - Falei e ela pareceu pensativo com meus comentários - E quando vocês começaram a namorar ela começou a ficar preocupada comigo! - Falei e ele ficou um tanto vacilante sobre minha opinião, talvez meu ponto de vista estivesse certo, eu não conseguia acreditar que alguém conseguia amar duas pessoas ao mesmo tempo, nao conseguia mesmo pensar assim. - Vou te mandar a real - Falei deixando o copo em cima da mesa vazio - Nem eu nem voce merecemos sofrer por ela que nao decidi o que quer - Falei, minhas palavras eram sinceras, nao sentia odio de Marie nem nada, ainda a amava, mas sabia que ela nunca iria ficar satisfeita de estar apenas com um de nós e eu ja estava cansado de ser trouxa. Nicklaus me olhou e falou

James Marie NicklausRobertEmilyMilenaJackPensamentoEdward
thanks juuub's @ cp!  




Última edição por James C. Armstrong em Seg 09 Mar 2015, 15:21, editado 1 vez(es)



James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Nicklaus B. Sommers em Sab 10 Jan 2015, 15:23

Little Talk



Me levantei e joguei o copo na parede, minha raiva estava ao extremo, tudo que James falou era verdade, Marie lhe maltratou, mas assim que começou a me namorar começou a pensar no bem do corvino, talvez o que ele dizia podia ser verdade ou não, minha cabeça estava um tanto confusa. Olhei para James ele estava me encarando, seu olhar parecia ser de pena, mas eu via pena em si também. - Fui um tolo - Falei olhando para a parede que tinha sangue escorrendo do copo que eu havia jogado. James se levantou e se preparou para sair, lhe olhei e  assobiei para ele que parou e me olhou - Onde pensa que vai? - Falei me aproximando dele - Eu lhe escutei, agora voce vai me escutar - Falei e ele apenas comentou que era justo e voltou a se sentar na cadeira e me encarou.

- Voce pensa em corvino - Falei dando um sorriso, a opinião de James havia sido inteligente e bem interessante, talvez ele tenha visto em Marie algo que eu não conseguia ver, ele sorriu para mim - Caracteristica da minha casa - Falou e não pude deixar de concordar, assim como ele Emily também era um gênio sempre que falava algo. Voltei a me sentar na cadeira de frente para James, respirei fundo para tentar me acalmar. - James, my love - Falei com um sorriso no rosto. - Nao vou sofrer pela Marie - Falei confiante e James gargalhou, ele nao acreditava, me olhou com uma cara duvidosa, mas eu continuava a sorrir, me inclinei na cadeira e peguei em sua gola - Eu nao sofro pelas pessoas, eu faço as pessoas sofrerem! - Falei e logo lhe soltei, ele comentou que era uma bela frase, me levantei e andei ate seu lado.  

- Nossa richa acabou! - Falei dando tapas em suas costas, ele se levantou tambem ele aparecia tambem nao querer briga comigo, ele tambem nao era louco - Porem nao somos amigos! Nao se confunda - Falei e ele sorriu afirmando com a cabeça, lhe soltei um sorriso e pus minha mao em seu ombro - Boa sorte com seu sofrimento James - Falei e ele me desejou o mesmo, voltei a negar com a cabeça, ele estava engando eu nao sofria por ninguem, me afastei dele e me direcionei para a porta, ele veio atras. - Nao! Nao quero que me vejam andando com o cara que Marie me pôs chifres! - Falei e ele parou sorrindo, ele sabia que eu estava aceitavelmente de bem com ele - Espere  cinco minutos e ai saia da sala - Falei e sai da sala após ve-lo concordar.


Fantasma

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Sonserina
Time: Vespas de Winbourne

Nicklaus B. Sommers

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por James C. Armstrong em Seg 09 Mar 2015, 15:30



Sangue

Após percorrer o cmainho conversando com Marie sobre a vida e nosso passado abri a porta da saça abandonada, parecia ate assombrado de tanta poeira que tinha nele. Dei umas tossidas rapidas, mas abanando com a mao voltei ao normal. Marie estava atras de mim, acendia  luz que graças a Merlim ainda funcionava. - Aqui tem um estoque de sangue de dragao! - Falei e a vi ficar espantada, sangue de dragão era raro de se encontrar mas também podia deixar um vampiro sem sede de fome por pelo menos uma semana, alguém mais avançado como eu que passara meses juntos a uma colonia de vampiro, conseguia aguentar um mês de fome.

- Ali, naqueka gaveta - Falei apontando para o fim da sala onde possioa um enorme armario cheio de gavetas, era onde o sangue ficava armazenado, me aproximei dele junto a Marie e deixei que ela abrisse, os frascos pareciam brilhar quase, era o unico lugar que nao apodrecia apesar dos anos se passando. - Pode vir aqui sempre que sentir fome! - Falei enquanto a via desesperadamente pegando um frasco, fizera o mesmo ato, porem com calma e delicadesa. - Os frascos estao acabando - falei chamando sua atenção para mim fora quando foquei meus olhos em seu olhar, era lindos olhos que prendia sua atençao. - Er... Quando acabar os frascos, só resta caçar na floresta proibida - Falei sem jeito devido a minha concentraçao em seu olhar. Ela deu mais um gole terminando o frasco em sua mae e me olhou pronta para falar algo.

James Marie NicklausRobertEmilyMilenaJackPensamentoEdwardSean






James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Seg 09 Mar 2015, 18:10

Blood


When we can start over, we should start! And the past is left behind, as if it never existed.



James passou o braço pelo meu ombro, e eu o olhei com uma cara de “wtf? ‘-‘“, e ele gargalhou sem tirar o braço de meus ombros. Caminhamos para as escadarias, enquanto ele falava sobre o passado, disse que namoramos, mas não entrou no assunto, e eu com certeza não iria tocar nele pois eu meio que estava com medo de saber das coisas do meu passado. Nem percebi que estávamos na parados na frente de uma porta, ele abriu a porta  e tossiu, eu estava atrás dele quando a poeira veio em minha direção. Comentei que aquilo ali não parecia ser limpo a anos. Ele ascendeu a luz e eu entrei. Ele disse que ali tinha sangue de dragão, eu estava desmemoriada, sem nenhuma relação afetiva que eu me lembrasse mas eu sabia que sangue de dragão era muito raro, e não só por ser vampira. - Ali, naquela gaveta – ele disse e olhei para onde ele apontava, a sala estava coberta de teias de aranha, poeira em tudo que é lado, andei até o armário, abri a gaveta e havia alguns frascos - Pode vir aqui sempre que sentir fome! – ele disse enquanto eu peguei um frasco tão rápido que se fosse uma outra pessoa, nem perceberia, abri e senti o cheiro, se eu não parecesse que estavam ali há anos, eu diria que até pareciam frescos - Os frascos estão acabando – ele disse e minha atenção foi para seu rosto, mesmo de longe eu fiquei vidrada nos olhos dele, tão azuis quanto os meus. Tinha alguma coisa neles que eu não conseguia decifrar - Er... Quando acabar os frascos, só resta caçar na floresta proibida – ele disse e eu desviei o olhar terminando de tomar conteúdo do frasco em minha mão, eu nunca fiquei olhando alguém nos olhos por tanto tempo.

Deixei o frasco vazio  na mesa e olhei para James sorri, e passei o dedo no canto de sua boca – estava sujo – sorri mais uma vez e me virei para dar uma olhada na sala. Abri as gavetas da mesa, mexi nos papeis que tinham ali, mas estava mexendo só por curiosidade, abri as portas dos outros armários, mas estavam vazios. – Desculpa, te pedir isso, mas eu não sabia pra quem pedir ajuda – tirei o pó do canto da mesa e sente, enquanto via James beber o resto do sangue, e percebi que ele era mil vezes mais alto que eu.



Just come to make me feel alive
- 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por James C. Armstrong em Seg 09 Mar 2015, 20:39



Sangue

– estava sujo - Falou passando a o dedo no canto de minha boca tirando a gota que tinha ali do lado, fiquei um tanto sem jeito com o momento mas logo ela se afastou e voltei a beber o sangue que ainda tinha dentro do frasco. Ela se sentou na mesa, lhe olhei dos pés a cabeça, seu corpo parecia de uma  boneca. – Desculpa, te pedir isso, mas eu não sabia pra quem pedir ajuda - Falou me olhando sentada na mesa que era do professor Andre, deixei o frasco no lixo onde sempre deixava e me encaminhei ate ela ficando de frente para ela, Marie era bem pequena ja que em cima da mesa eu continuava maior que ela, apesar dela estar sentada.

- Bem, te trouxe ate aqui - Falei dando um rápido sorriso de lado para a loira ao meu lado, apontei rapidamente meus lábios com o meu dedo indicador e lhe sorri - Podia retribuir o favor - Brinquei para Marie que ficou um tanto sem jeito com o que falei em seguida me afastei falando estar apenas brincando apesar de no fundo não estar.  - Estive pensando - Falei me afastando e dando uma volta pela sala xexelenta do professor de medibruxaria e assim que voltei a minha posição inicial, de frente para Marie, voltei a me pronunciar. - Talvez se você sei la, fazer algo que costumava fazer antes, possa lembrar algo nao? - perguntei ela  que ficou um tanto pensativa sobre o assunto e em seguida me perguntou o que ela poderia fazer que fazia antigamente. Soltei um sorriso e me aproximei um pouco mais dela, sentia já seu perfume. - Me beijar por exemplo - Falei e esperei alguma reaçao de Marie

James Marie NicklausRobertEmilyMilenaJackPensamentoEdwardSean





Última edição por James C. Armstrong em Qua 11 Mar 2015, 20:04, editado 1 vez(es)



James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Ter 10 Mar 2015, 17:13

Almost


When we can start over, we should start! And the past is left behind, as if it never existed.




- Estive pensando – ele disse andando pela sala, depois da brincadeira que fizera, eu ainda estava sem jeito, mas o segui com olhar cada passo que dava - Talvez se você sei lá, fazer algo que costumava fazer antes, possa lembrar algo não? – pensei no que ele acabara de falar. Eu não havia cogitado fazer isso, e como a pergunta dele fora bem vaga, ele então voltou a parar em minha frente – E o que eu poderia fazer? – perguntei olhando em seus olhos e ele se aproximou mais de mim, e eu me inclinei para trás - Me beijar por exemplo – eu corei. E desviei o olhar. Como era possível a pessoa te deixar duas vezes sem jeito em menos de cinco minutos? James conseguiu. – Ta brincando de novo né? – perguntei voltando ao normal, o que deixava ele muito perto de mim, olhei para ele esperando que fosse brincadeira, mas ele permaneceu do mesmo jeito, desde que falou, sorri disfarçando, tentando disfarçar na verdade que eu estava sem jeito.

Eu não gostava de ficar sem o que falar quando as pessoas me surpreendiam, ou de ficar sem jeito conversando com alguém, era quase que inaceitável. Cheguei mais perto do rosto de James, quase dando o beijo – há quanto tempo tá planejando que eu beije você? – eu disse voltando a distância interior, eu disse num tom de brincadeira e ele pareceu entender pois até soltou um sorriso – se queria um beijo meu, era só pedir – provoquei, olhando fixamente em seus olhos, e então ele respondeu.




Just come to make me feel alive
- 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por James C. Armstrong em Qua 11 Mar 2015, 20:20



Sangue

– se queria um beijo meu, era só pedir - Falou se afastando com seu tipico sorriso torturante, apesar da perda de memoria, Marie continuava a mesma pessoa com suas provocações e tudo que tinha de direito. Lhe soltei um sorriso me aproximando mais uma vez dela. - Você não é uma mulher fácil de se arrancar um beijo  - Falei e afastando novamente dela e lhe olhando de longe. - Passamos por muita coisa antes, mas isso me mudou, agora estou diferente - Falei para ela com um sorriso no rosto, Marie cruzou os braços e me perguntou como eu estava diferente, era exatamente isso que eu queria que ela perguntasse. Retirei minha capa ficando apenas com a blusa social e a gravata.

- Estou mais ousado! - Falei e caminhei novamente ate ela, mas dessa vez nao deixei que ela falasse nada, apenas a puxei pela cintura e lhe dei um beijo quente e animado, de tirar o folego de qualquer uma. Marie nao pareceu resistir o que me deixara feliz, ficamos longos minutos no beijando e depois lhe soltei com um sorriso. - Gostou? Lembrou de algo? - Falei ironicamente e deixei que ela falasse ou fizesse algo.


James Marie NicklausRobertEmilyMilenaJackPensamentoEdwardSean






James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Qui 12 Mar 2015, 18:11

Beijo


When we can start over, we should start! And the past is left behind, as if it never existed.


- Estou mais ousado! – ele disse depois de tirar a sua capa, ele andou até mim que permaneci sentada mesa, quando eu ia perguntar ousado como, ele me puxou pela cintura fazendo-me ficar em pé e me beijou, sabe aquele beijo que tira seu fôlego nos primeiros segundos mas você não quer parar, era esse tipo de beijo. Não tentei resistir, passei as mãos por seu rosto e retribui o beijo que durou longos e deliciosos minutos, até que ele nos separou e sorriu - Gostou? Lembrou de algo? – eu estava bem ofegante, mas percebi sua ironia e sorri.

Não sei se eu ficava feliz por não ter lembrado de nada ou se eu ficava triste, minhas mãos ainda estavam em seu rosto – Gostei – disse por fim e voltei a sentar na mesa, puxando ele para ficar perto de mim. – mas não lembro de nada – ela pareceu um pouco decepcionado e então eu olhei em seus lindos olhos azuis e o beijei, dessa vez calmamente, aproveitando o sabor de sangue de dragão que ainda exalava em sua boca.



Just come to make me feel alive
- 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por James C. Armstrong em Sab 14 Mar 2015, 13:48



Sangue

- Gostei - Falou e aquilo me fizera sorrir, complementou dizendo não ter lembrado de nada, eu já imaginava que iria acontecer isso. Obliviates retirava a memoria por completo, sem deixar qualquer rastro, era quase impossível Marie lembrar, mas sempre havia aquela esperança. Marie voltou a me beijar lentamente e delicadamente, aquilo me fizera lembrar como seu beijo era maravilhoso e como eu estava com saudades. - Que saudades eu tava disso - Falei apontando para nos dois, ela sorriu enquanto eu voltava a beija-la passando minha mão em sua nuca e a outra descendo as costas ate chegar na sua cintura .

- Temos que ir - Falei me afastando depois de longos minutos beijando-a sem parar, estávamos ali a muito tempo, alguém iria notar nosso sumiço e estava quase anoitecendo, nao queria fazer minha casa perder pontos. Se Emily nos encontrasse iria tirar pontos sem dó nem piedade. - Daqui a pouco esta na hora de nos recolhermos! - Falei segurando em sua mão e puxando-a para sair de cima da mesa. Assim que ela saiu lhe dei um rápido selinho e a puxei pela mão para fora da sala de Medibruxaria.  



James Marie NicklausRobertEmilyMilenaJackPensamentoEdwardSean






James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Julie V. Wanderwood em Dom 29 Mar 2015, 19:43

Blood, blood, blood



Eu estava vagando pelo primeiro andar quando passei pela porta da sala de medibruxaria e o cheiro de sangue que vinha dali chamou minha atenção. O cheiro pra os bruxos comuns era imperceptível. Olhei para trás vendo se tinha mais alguém por ali, não vi ninguém. Andei para a porta que estava aberta. Entrei sorrateiramente na sala escura e empoeirada, peguei minha varinha  – Lumus – disse iluminando a sala. Segui o cheiro do sangue que vinha de um armário, conforme me aproximava, o cheio ficava mais forte.

Abri o armário que tinha umas ampolas de sangue, todas tinham rótulos dizendo “sangue de Dragão”. Peguei um frasco o abri e tomei sem demora. Quando me deu conta já tinha tomado cinco frascos. E meu rosto estava sujo. Talvez eu precisasse de ajuda com isso.  Peguei mais três frascos dos mais compridos e escondi nas minhas vestes limpei meu rosto. – Nox – a luz se apagou, andei até a porta a abri e sai do local olhando para os lados.



Eu




Julie Wanderwood


“So love me like you do, lo-lo-love me like you do love me like you do, lo-lo-love me like you do touch me like you do, to-to-touch me like you do what are you waiting for?”
Monitora Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 19
Casa:: Sonserina
Time: Harpias de Holyhead

Julie V. Wanderwood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Luck (Fortuna in Ludis) em Qua 24 Ago 2016, 11:57


Novo Recomeço

História

Explicaçao

Olá Convidado,

A quinze anos atrás o mundo bruxo conheceu uma força destrutiva tão grande, tão poderosa e tão cruel quanto o lendário lorde Voldemort. Um novo lorde das trevas surgia, Lord Antony Darligulv, Antony, que outrora fora um estudante em Hogwarts e um dos melhores amigos daqueles que se tornariam Ministro e Diretora de Hogwarts, Albert e Alexia, se desviou dos ensinamentos de Hogwarts, aprofundando-se em uma busca por poder e conhecimento negro, cada vez mais inclinando-se às trevas.
Após se formar Antony decidiu partir em busca dos antigos manuscritos de Lord Voldemort, revivendo o termo Comensais da Morte e mergulhando o mundo em uma nova era de trevas. Antony em sua busca por controle sobre o mundo bruxo desafiou seus antigos amigos, o Ministro da Magia Albert W. McAlister e a Diretora de Hogwarts Alexia R. Watsgrint, embora diversos embates tenham ocorrido, jamais houvera um vencedor.

(...)


Não se sabe o que causou a queda das proteções de Hogwarts, mas é de conhecimento geral o que ocorreu após isso. Com a queda de seus feitiços e rituais de proteção Hogwarts fora atacada pelo temível Lord Antony Darliguv e seus cruéis Comensais da Morte. Após o ataque ao Ministério da Magia Inglês, que levou o bruxo Gerard Guinever, bruxo que fora considerado o Bruxo deste Milênio, a morte.
Antony invadiu Hogwarts, uma invasão que custou caro ao mundo bruxo. Durante a invasão que entrou para os livros de história como o maior massacre do mundo bruxo, Lord Darligulv e seus Comensais findaram com um incontável números de vidas. Alunos, funcionários e professores pereceram pelas mãos do Lorde e seus seguidores. Em um último embate o Ministro da Magia, Albert W. McAlister, caiu perante a varinha do Lorde das Trevas, após a queda de Albert, Antony partiu em busca de sua última grande inimiga, a Diretora de Hogwarts, Alexia R. Watsgrint.
O duelo entre Alexia e Antony causou uma destruição imensa em Hogwarts, bem como a morte de muitos alunos em meio ao processo. Após o fim do duelo o Lord Antony Darligulv caiu perante a varinha de Alexia, com a queda do lorde os Comensais que o acompanhavam foram sendo derrotados rapidamente, não deixando outra alternativa aos que sobreviveram senão fugir de Hogwarts.
Um último Comensal, John B. Smooken, braço direito do Lord Antony Darligulv, confrontou Alexia pela morte de seu mestre, em meio ao duelo, quando a vitória do comensal parecia certeira, uma chama de esperança surgiu, Robert S. Winchester interveio, matando o comensal e salvando a vida de Alexia. Após o ataque Robert simplesmente desaparecera sem deixar qualquer vestígio, ignorando até mesmo os agradecimentos de Alexia ou do mundo bruxo.

(...)

Um ano após o impetuoso ataque, entre reformas e construção de novos meios de proteção, Hogwarts finalmente estava pronta para receber alunos novamente. Agora vinha a parte mais difícil, que era convencer os bruxos de todo o mundo que Hogwarts era um lugar seguro para as crianças de todo lugar. Embora Alexia Robb Watsgrint conseguisse provar que Hogwarts estava novamente apta a abrir as portas e receber alunos, ainda existem aqueles que desconfiam de tal coisa.




Staff
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Nenhum

Luck (Fortuna in Ludis)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Dean D. Parrish em Dom 12 Mar 2017, 00:33




Sai sorridente do campo de quadribol por ter vencido a partida e ter pego o pomo de ouro, fui ate a comunal e tomei um banho rápido no banheiro. Sai da comunal fresco e me sentido completamente limpo, caminhei pelo castelo ate chegar a um dos andares, eu havia perdido uma aula e precisava da matéria, invadir a sala do professor seria ilegal porem era a saída mais fácil de pegar a matéria.

Assim que entrei na sala de medibruxaria e comecei a mexer nos armários. - Onde esta... - Falei mexendo as papeladas tentando achar o que eu precisava saber para as futuras provas. Nao demorou muito a eu ouvir o barulho da porta atras de mim abrindo e na mesma hora me virei desesperado para ver quem era.

you ain't making no noise.
note ☁ note ☁ note ☁ thanks wrd for this code.
Lufa-lufa
avatar

Dean D. Parrish

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Emily R. Watsgrint em Dom 12 Mar 2017, 19:25

Hogwarts

- Pelo visto alguem esta encrencado... - Falou e Dean na mesma hora se virou assustado mas depois soltou um sorriso aliviado ao perceber que so se tratava de Emily. - Eu ainda sou a monitora... Deveria ficar mais assustado que isso - Falou a mesma soltando um sorriso enquanto caminhava ate o mesmo.

- Voce so ladra Emily, mas nao morde... - Falou o mesmo dando as costas para a mesma e voltou  a fazer o que antes estava fazendo. Emily soltou uma leve risada e em seguida cruzou os braços. - Que calunia - Falou fazendo Dean soltar uma risada leve enquanto procurava as informaçoes. - Mas o que esta fazendo? - Falou Emily olhando o mesmo mexendo nas papeladas do professor.

- Faltei a ultima aula e preciso das anotaçoes, ele deve as ter quardado
- Falou e na mesma hora Emily afirmou com a cabeça e começou a ajudar Dean a procurar. Ele olhou com um sorriso de quem nao acreditava que a menina toda certinha estava a fazer algo errado. - Nao conte a ninguem.... - Falou a mesma sorrindo e em seguida Dean falou algo


Emily - Edward Nathalie  - Julie James -
 Alexia - Ben - Jessica - Robert - Vladmir - Chad - Jack

Thanks to Evil Queen



Emily Watsgrint
Robb
 
Monitora Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 23
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

Emily R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Dean D. Parrish em Seg 13 Mar 2017, 17:44




- Nao conte a ninguém.... - Falou Emily e soltei um sorriso aliviado ao saber que não estaria encrencado. - Se eu falasse algo, estaria dando um tiro em meu próprio pé. - Falei mexendo nos papeis ali presentes. Ficamos em silencio por um tempo olhando os papeis do professor que estava fora de Hogwarts naquele dia.

- Aqui esta... Aula sete
- Falou Emily retirando um papel e apontando ele para mim. Peguei rapidamente o pergaminho e dei uma olhada rápida por ele. - Meu deus... Ele deu tudo isso em uma aula? - Perguntei e a mesma confirmou com a cabeça lentamente para mim.

- Isso que dá matar aula para namorar - Falou a mesma e na mesma hora eu abaixei de leve a cabeça, eu sabia que ela estava falando de Alec, mas desde o natal havíamos terminado. - Alec e eu terminamos... - Falei e na mesma hora ela me olhou bastante surpresa o que me fez notar que Alec não comentara talvez com ninguém sobre aquilo.

- Nao era para acontecer... - Falei meio triste e na mesma hora Emily colocou a mão sobre meu ombro com um breve olhar de pena, algo comum quando alguém terminava. Sorri rapidamente, nao queria ficar em clima triste naquele dia. - Mas estou bem, serio - Falei e a mesma pareceu meio na duvida

- Mudando de assunto... Vai vestida como na festa?
- Perguntei curioso em saber que tipo de roupa a mesma iria ir vestida na festa, ela sorriu e logo respondeu minha pergunta

you ain't making no noise.
note ☁ note ☁ note ☁ thanks wrd for this code.
Lufa-lufa
avatar

Dean D. Parrish

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Emily R. Watsgrint em Qui 16 Mar 2017, 14:41

Hogwarts

- Mudando de assunto... Vai vestida como na festa? - Falou Dean e na mesma hora Emily ficou pensativa e minutos depois soltou um sorriso se sentando ao lado do menino que segurava os papeis da ultima aula. - Vou com um vestido que vai ate as coxas de cor azul obvio, minha cor favorita - Falou a mesma sorrindo para ele que pareceu gostar do visual da mesma.

- Devo usar um salto preto e uma bolsa simples pequena preta tambem - Falou a mesma imaginando como o look ficaria em si mesma, Dean afirmou ser um belo conjunto o que fez a morena sorrir. - Aposto que deve usar terno certo? - Falou a mesma para o menino que apenas confirmou com a cabeça em sua direçao.

- De que cor sera? Preto simples? - Perguntou Emily para o mesmo que sorriu pensativo e logo em seguida a respondeu com um sorriso preso ao rosto o tempo todo.

Emily - Edward Nathalie  - Julie James -
 Alexia - Ben - Jessica - Robert - Vladmir - Chad - Jack

Thanks to Evil Queen



Emily Watsgrint
Robb
 
Monitora Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 23
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

Emily R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escritório

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum