Postadores do Mês
Lufa-lufa
000
Grifinória
000
Corvinal
000
Sonserina
000
Últimos assuntos
» Registro do Espelho do Destino
Qua 19 Abr 2017, 12:11 por Petra Kim DiNozzo

» Produtos
Ter 28 Mar 2017, 21:13 por Petra Kim DiNozzo

» Interior da Floresta Negra
Qui 16 Mar 2017, 23:00 por Circe, o Basilisco

» Cela 32
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Robert S. Winchester

» Entrada de Azkaban
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Circe, o Basilisco

» Escritório
Qui 16 Mar 2017, 14:41 por Emily R. Watsgrint

» Campo de Quadribol
Seg 13 Mar 2017, 16:18 por Isabella F. Highmore

» Corredores do Quinto Andar
Dom 12 Mar 2017, 22:27 por Emily R. Watsgrint

» Pedidos do RPG
Dom 12 Mar 2017, 21:28 por James C. Armstrong

Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 42 em Ter 17 Jun 2014, 19:05
Parceiros 2/44

Corredores do quarto andar

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Chad F. Highmore em Sex 27 Jan 2017, 13:46

Back to Hogwarts
Would you let me lead you even when you're blind?

– Bem, eu odeio voar e nem sei jogar quadribol! Então foi mal, não vou participar, mas posso torcer.  - Falou e apenas afirmei com a cabeça entendendo seu motivo, mas ter-la na torcida seria otimo. Marie topou logo depois que eu disse ser contra James, soltei um sorriso, a escola toda sabia de seu termino com o mesmo mas poucos sabiam o motivo.

- E quando vai ser o jogo? Porque nós duas e a Natasha estamos indo viajar, voltamos daqui três dias apenas
- Falou e logo sorri para a mesma, pelo visto iriam viajar no fim das ferias, quase voltando as aulas. - Relaxa, eu ainda tenho que marcar o dia com James, farei depois que voces voltarem - Falei e a mesma sorri agradecida.

- Procuro voces depois entao, para dizer o dia - Falei dando as costas para as duas mas parando bruscamente e olhando para Nina com um sorriso. - Quero ver voce na torcida ein - Falei e depois voltei a dar as costas deixando que as duas voltassem a conversar em paz.


Eu Belissimo - Marie - Nathalie - Benjamin - Nina


Thanks to Evil Queen
Monitor Lufa-Lufa
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Lufa-lufa
Time: Nenhum

Chad F. Highmore

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Nina S. Alekseev em Ter 24 Jan 2017, 11:33

jogo.  
O barulho metálico da mala fechando-se foi acompanhado de um suspiro da sonserina, umedecendo os lábios a jovem checou mais uma vez a bolsa de mão para ver se havia colocado tudo lá dentro. Estava tudo pronto. Com uma força que um corpo magrelo não deveria ter, Karenina suspendeu a mala do ar e a deixou cair no chão com um estrondo, depois a arrastou para fora do dormitório e salão comunal onde encontraria Marie e Natasha.

Natasha não havia aparecido e só Merlin sabia onde a outra loira estava, Karenina e Marie arrastaram suas malas até o quarto andar onde se encostaram e começaram uma conversa simples, somente para levar o tempo. A pergunta da corvina fez a menina engolir em seco, Nina analisou seu Natal e decidiu relatar as partes menos estranhas. – Foi normal, uma amiga estranha dos meus pais apareceu com um papo que iria contar histórias para mim, mas depois saiu sem falar nada descente. Então decidimos jantar com um bando de velhos, solteironas e casais sem filhos na casa da minha avó, típico jantar de natal que é na verdade um jantar de negócios. – Falou dando de ombros, a loira que havia aparecido na casa dos pais de Nina ainda assombrava a mente da garota. Agmélia não entendia o que a mulher queria e o fundamento dela aparecer, mas por hora desistiu de pensar nisso.

A atenção da sonserina foi atraída por um comentário irônico, com tantas segundas intenções que era irritante. Chad Highmore era um menino mais velho, filho de um dos professores e lufano, a menina não o conhecia muito bem, o viu algumas vezes pela escola e somente isto. Após o convite, Nina, conteve uma risada. Quadribol. A menina até gostava de assistir, mas por nada em sua vida voltaria a montar em uma vassoura, ela odiava altura e odiava voar. Aturava uma viagem longa de avião, enfiada em um cobertor e esticada em uma poltrona, com comida e bebida a vontade, mas voar em uma vassoura e jogar quadribol não era uma ideia viável. A informação do jogo ser contra um time montado por James não fez diferença alguma para a sonserina, ela esperou que Marie terminasse de falar para poder responder. Foi quando os outros dois jovens encaravam Nina que ela percebeu que havia chegado a hora de colocar sua mente débil em movimento. – Bem, eu odeio voar e nem sei jogar quadribol! Então foi mal, não vou participar, mas posso torcer. – Falou com um pequeno sorriso brotando no canto dos lábios. – É claro se vocês vencerem. – O tom de voz da menina levava uma pontada de sombrio, mas passou como uma brincadeira. Nina enfiou as mãos nos bolsos da calça social clara, apoiada na parede ela observava – sem muita atenção – os outros dois estudantes.

BY MITZI


Alekseev
Karenina Agmélia Scheunemann Bernardeinelli
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Sonserina
Time: Nenhum

Nina S. Alekseev

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Seg 23 Jan 2017, 21:27

Recruitingfor
the black side
Marie
Natasha/Chad
 Nina  
Ben
Eu e Nina estávamos esperando a ba vontade de Natasha aparecer com suas malas, nós duas sabiamos que isso não ia acontecer tão cedo, seguimos andando puxando as nossas bagagens para o quarto andar nos encostamos na parede - Como foi o seu natal Nina? - perguntei no intuito de descobrir um pouco mais do que acontecera quando Harley fora na casa dos pais de Nina. Harley havia me cotado tudo pois eu era uma das unicas que a loira maluquinha ainda não tinha conseguido afastar, ainda.

Nina começou a me contar, parecia que afinal eu havia conquistado um pouco de confiança do lado da loira o que não foi fácil por ela nunca falar muito e nem muito difícil porque eu sempre consigo o que eu quero de uma forma ou de outra. Mas quando Nina deu uma parada para respirar Chad apareceu. Me segurei para não revirar os olhos e o encarei com um sorriso um tanto falso, enquanto nós duas ouvíamos ele falar sobre o time de quadribol. Eu male mal ia na arquibancada assistir, não era meu esporte favorito. Eu sabia voar, mas jogar não é a minha praia. Eu estava prestes a dizer um não pra ele quando ele soltou -  É contra James - Fingi não dar muita bola apesar de no fundo eu estar interessada - Porque não. eu jogo. Espero que tenha pessoas boas no seu time. Eu não gosto de perder - sorri para Chad que passou a ter certo brilho nos olhos. Ambos olhamos Nina que parecia pensar. Depois que a sonserina respondeu eu encarei Chad - E quando vai ser o jogo? Porque nós duas e a Natasha estamos indo viajar, voltamos daqui três dias apenas - Chad me olhou com uma expressão um tanto confusa, talvez pelo fato de nós dois termos ficado para causar ciumes no James quando ele estava ficando com a mesma Natasha que hoje iria viajar comigo, só para me fazer ciumes e no final de nada valeu apena.








Just come to make me feel alive
- 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Chad F. Highmore em Seg 23 Jan 2017, 18:37

Back to Hogwarts
Would you let me lead you even when you're blind?
Acordei animado naquele dia, apesar de estar a dois dias recebendo tantas recuaçoes dos alunos para entrarem para meu time de quadribol contra James, eu estava determinado a beijar os pés de todos os alunos ate que aceitassem. Iria começar com os corvinos, subi ate o quarto andar.

Na mesma hora avistei Marie conversando com Nina em um canto, do jeito que elas estavam a conversar pareciam um casal lesbico prestes a se beijar. Andei ate as mesmas com um sorriso preso ao rosto. - Oi meninas, nao querendo atrapalhar o momento intimo de voces... - Falei e na mesma hora as duas pararam e me olharam serias. Com Nina eu nunca havia falado de fato, mas a mesma me dava medo de longe. - Gostaria de saber se voces nao querem ser do meu time de quadribol - Falei e as duas se entreolhando.

Por um nano segundo eu senti que elas iriam recusar meu convite. - É contra James - Falei e na mesma hora Marie pareceu ter ficado interessada e logo uma delas respondeu.

Eu Belissimo - Marie - Nathalie - Benjamin - Nina


Thanks to Evil Queen
Monitor Lufa-Lufa
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Lufa-lufa
Time: Nenhum

Chad F. Highmore

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Robert S. Winchester em Dom 16 Out 2016, 18:31





Doce Perfume


Encarei Emily, ouvi-la falando sobre aquilo era quase hilário, cada vez que eu ouvia ela falar sobre o amor dela por Edward, ou sobre ela não precisar ser salva me fazia querer gargalhar. Ela dizia aquilo, mas o que a herdeira dos Watsgrint sabia? Contra o que ela teve que lutar a vida inteira? Ela jamais tivera que ver alguém que treinara ao lado dela morrer diante de seus olhos, na verdade ela jamais tivera o sangue de alguém nas mãos, nem mesmo tirara a vida de alguém, então o que ela sabia a respeito daquilo? O que ela sabia sobre se proteger?
Após aquela falazada, sobre Edward sempre estar do lado dela e eu não eu fiquei apenas em silencio, encarando-a,  Edward era um fraco, covarde, jamais seria metade do que eu era, e aquela falazada era patética, o fato dela estar com Edward porque ele estava "ali" fazia eu me questionar se o membro mais carente dos Watsrint realmente era o Jack, que nem era um Watsgrint de verdade.
- Mas eu também amo o Edward!
Eu encarei Emily friamente, cada palavra dela me irritava, na verdade aquilo tudo era irritante. Ela concluiu o que tinha para falar e começou a se afastar, a encarei em silencio, depois sorri.
- Essa é sua decisão? - Emily parou e se virou para mim - Estou aqui, te contando sobre o fato de que estive longe de você porque estava te mantendo segura... Dizendo que não existe nada no mundo que nos impede de ficar juntos e ainda assim pretende ficar com Edward? - respirei fundo, eu jamais conseguiria entender como funcionava a mente de Emily, mas aquilo já não importava mais - Você sempre foi assim né? - a encarei - Você diz que me procurou... Mas o que você fez realmente? - andei até ela - Sua mãe tem contatos no Ministério Emily... Está me dizendo que mesmo eles não me encontrariam? - a verdade é que ninguém me encontraria a menos que eu quisesse ser encontrado, mas Emily não tinha como saber daquilo - Você nunca faz esforço quando a assunto é nós dois não é mesmo? Nem no passado nem agora... Sempre acreditou nos outros e nunca em mim... - a encarei - E ainda quer saber porque eu não confiei em você? Quando você confiou em mim Emily? - sorri e balancei a cabeça - Você nunca confiou em mim! Sempre esperou o pior de mim e vem falar sobre confiança? -caminhei até ela é lhe puxei para um beijo, não um beijo imenso e violento, apenas um beijo, um longo beijo, regado mais de carinho e saudade do que desejo, assim que me afastei sorri, mas o sorriso era sombrio, vazio - Eu te dei uma escolha Emily... Ou estamos juntos ou separados... Não ficarei no meio termo! - virei as costas e comecei a caminhar pelo corredor - Haverá um baile em breve... Você tem até o final do baile para decidir se teremos um futuro ou se o que somos morreu no passado!
Sem dizer mais nada eu deixei o corredor.


Narração ɸ ɸ ɸ Robert S. Winchester ɸ ɸ ɸ Emily R. Watsgrint




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Emily R. Watsgrint em Ter 11 Out 2016, 20:56

Hogwarts
 
– Diz que me ama... E ficamos juntos até o mundo acabar! - Emily podia quase sentir os seus labios se tocando aos do mesmo, tanto que por um segundo fechara os olhos de desejo por aquele sentimento. Logo empurrou o peito do mesmo fazendo com que a distancia entre eles se aumentasse. Abaixou de leve a cabeça com os olhos fechados negando levemente com a cabeça. - Eu te amo - Falou e pode sentir o mesmo se alegrando a sua frente.

- Mas nao posso
- Nesse mesmo momento sentiu Robert soltando sua cintura e dando um passo para trás. Ergueu o olhar para o loiro a sua frente que por um momento parecia mal, mas depois colocou a sua mascara de sonserino. - Você pode ter salvo o mundo... Pode ter feito tudo isso... Mas eu nao queria ser salva, eu queria ter você ao meu lado e eu nao tive isso... - Falou a mesma para o mesmo que tentou falar algo mas nada saiu de sua boca naquele mesmo instante.

- Eu sei cuidar de mim Robert... Podia ter me dito algo... Podia pelo menos ter confiado isso tudo em mim...
- Falou e o pode ver o mesmo abaixando a cabeça, no fundo o mesmo sabia dessa possibilidade, de ter confiado nela, mas isso teria estragado seus planos talvez. - Todo esse tempo em que você ficou fora, por nao confiar que eu era capaz de me defender sozinha e de que eu poderia te ajudar.... Edward esteve aqui, ajudamos um ao outro - Falou e pode ver o mesmo começando a sentir uma forte raiva sobre seu corpo, suas feições estavam fechadas mais que o costume.

- Entao começamos a namorar
- Falou a mesma para o mesmo que engoliu um seco se contendo ali na frente dela. - Mas você disse que me ama... - Falou o mesmo para a corvina a sua frente que mordeu os lábios lentamente diate do mesmo. - Sim... Eu disse, pois eu te amo mesmo - Falou para o mesmo que pareceu dar um leve sorriso de alivio, um sorriso que duraria pouco.

- Mas eu também amo o Edward - Nesse momento pode ver as feições do menino voltarem a ficar serias, talvez de uma forma como a mesma nunca havia visto antes. - E ate o momento, pelo menos ele tem confiança em mim... Ele me da amor acima de tudo... E é disso que eu preciso agora - Falou a mesma dando mais um passo para trás. Apesar de tudo, falar aquilo doia de fato em Emily, mesmo que boa parte nao fosse verdade a mesma precisava falar

Fazia parte de seu plano, seu plano que a mesma criara sozinha, desde o momento em que ouvira as palavras de Robert a Jack naquele corredor, a mesma nao podia confiar nas palavras do loiro ate ter certeza de que lado ele estava naquele mundo. E ela ia descobrir aquilo, mas para isso, ela precisava o manter o mais distante possível, caso contrario seria impossível. - Preciso ir Rob... Nos vemos por ai - Falou dando mais um passo para tras virando-se mas antes o mesmo falou algo fazendo ela retornar.
Emily - Edward Outros  - Julie James -
 Alexia - Ben - Jessica - Robert - Patricia  -Jack

Thanks to Evil Queen



Emily Watsgrint
Robb
 
Monitora Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 23
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

Emily R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Robert S. Winchester em Seg 10 Out 2016, 11:42





Doce Perfume


A verdade era simples, eu passara tanto tempo me escondendo, tramando e desaparecendo com meus rastros que o fato de fazer uma simples ronda, uma ronda onde não existia risco nenhum de eu ter que enfrentar alguém, coisa que geralmente terminava com minhas mãos cheias de sangue, era algo quase relaxante... Não... Aquilo era sublime, poder caminhar por corredores escuros sem o temor de alguém pular de um canto com uma faca ou uma varinha já apontada para mim era algo absurdamente gostoso de se sentir, na verdade meu “medo” era encontrar com um ou outro arruaceiro, mas a verdade é que eu até pedia por aquilo, imaginar que eu poderia encontrar com Edward e esfregar a cara dele nas paredes dos corredores era algo incrível.
Eu caminhava calmamente, ainda assim não fazia qualquer barulho, o hábito de andar sempre na surdina, sem fazer qualquer tipo de som, era algo que provavelmente eu jamais perderia. Dobrei um corredor com um sorriso confiante nos lábios e foi como um piscar de olhos, um instante, um curto momento em que eu, inconscientemente, me permiti descansar meu corpo e minha mente, que eu senti o corpo de alguém se chocar ao meu, na verdade fora quase um pouso sobre meu peito.
Encarei a garota que se chocara contra mim e meu sorriso ficara ainda mais intenso. Não demorou para o perfume de seus cabelos invadirem minhas narinas, levei meus braços ao redor dela, sabia que meu coração palpitava e, por mais que quisesse sempre evitar deixar transparecer aquilo, não me importava, ali, se ela ouvisse o quão acelerado ele estava. A maciez da pele dela simplesmente, seu perfume, até mesmo a doce voz sibilando um “desculpe-me...” me fazia voltar a tantos anos atrás, quando o mundo era mais simples, quando eu a encontrei num vagão, vindo para Hogwarts, desde aquele momento eu sabia de uma coisa, uma coisa que superou todas as outras coisas, que aquela garota... Eu protegeria aquela garota até da morte se fosse necessário! E que ela seria minha daquele momento até o fim de minha vida!
- Se queria tanto um abraço bastava pedir Emily... Jamais negaria um a você! – falei sorrindo.
- Não quero um abraço! – ela tentou se livrar de meus braços mas a puxei para perto novamente.
- Mas eu quero! – a aninhei em meu peito – Vai me negar um abraço? - ela ficou em silencio, eu não sabia o que se passava na cabeça dela, e havia prometido a mim mesmo que não usaria minhas habilidades nela, apenas sorri e apoiei meu queixo em seu cabelo – Sempre senti saudades suas... – eu respirava lentamente –Eu não podia te ver... Gerard me disse antes de sua morte que quando tudo acabasse eu deveria desaparecer pelo tempo que julgasse necessário... Eu não o questionei, mas não te ver por cinco meses acabou comigo... – sorri – Por isso eu fugi de meu esconderijo e aparatei para uma ruela próximo a sua casa... – murmurei, manhosa e lentamente – Mas você sabe bem o que vi não é mesmo?
Eu sabia que ela saberia, afinal, Edward e ela já namoravam nesta época. Me afastei e levei minha mão até seu rosto, meus dedos dançavam pelo maxilar da morena, com a delicadeza de um carinho apaixonado.
- Fiquei fora tanto tempo assim? – minha pergunta saiu de forma simples, sorri e a olhei no fundo dos olhos – Não podia ter esperado por mais tempo? – ela estava muda, respirei fundo, passei a mão por seus cabelos levemente – Sempre lutei por você... Lutei por você no passado, lutei contra seu pai por você, enfrentei caçadores e comensais só para ter certeza de você estava bem... Eu traí o mundo e perdi meu melhor amigo só para que você ficasse segura... – a encarei – Mas desta vez só lutarei por você se eu achar que terei chance de vencer... Não quero que sofra... Nem quero atrapalhar seu namoro por nada... – me aproximei de seu rosto, deixando nossos lábios praticamente colados, sentido a respiração dela, sorri – Diga que não me quer... Diga que não e ama... Mesmo sabendo que eu te amo... Diga que não me ama e nunca mais terá que olhar para mim... Diga-me Emily... Apenas fale... Eu não te amo Rob... É só dizer que eu sumo da sua vida... Ou... – sorri, minhas mãos vão até a cintura dela, colando ainda mais nossos corpos, me aproximei tocando meus lábios aos dela – Diz que me ama... E ficamos juntos até o mundo acabar!


Narração ɸ ɸ ɸ Robert S. Winchester ɸ ɸ ɸ Emily R. Watsgrint




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Luck (Fortuna in Ludis) em Qui 25 Ago 2016, 10:45


Novo Recomeço

História

Explicaçao

Olá Convidado,

A quinze anos atrás o mundo bruxo conheceu uma força destrutiva tão grande, tão poderosa e tão cruel quanto o lendário lorde Voldemort. Um novo lorde das trevas surgia, Lord Antony Darligulv, Antony, que outrora fora um estudante em Hogwarts e um dos melhores amigos daqueles que se tornariam Ministro e Diretora de Hogwarts, Albert e Alexia, se desviou dos ensinamentos de Hogwarts, aprofundando-se em uma busca por poder e conhecimento negro, cada vez mais inclinando-se às trevas.
Após se formar Antony decidiu partir em busca dos antigos manuscritos de Lord Voldemort, revivendo o termo Comensais da Morte e mergulhando o mundo em uma nova era de trevas. Antony em sua busca por controle sobre o mundo bruxo desafiou seus antigos amigos, o Ministro da Magia Albert W. McAlister e a Diretora de Hogwarts Alexia R. Watsgrint, embora diversos embates tenham ocorrido, jamais houvera um vencedor.

(...)

Não se sabe o que causou a queda das proteções de Hogwarts, mas é de conhecimento geral o que ocorreu após isso. Com a queda de seus feitiços e rituais de proteção Hogwarts fora atacada pelo temível Lord Antony Darliguv e seus cruéis Comensais da Morte. Após o ataque ao Ministério da Magia Inglês, que levou o bruxo Gerard Guinever, bruxo que fora considerado o Bruxo deste Milênio, a morte.
Antony invadiu Hogwarts, uma invasão que custou caro ao mundo bruxo. Durante a invasão que entrou para os livros de história como o maior massacre do mundo bruxo, Lord Darligulv e seus Comensais findaram com um incontável números de vidas. Alunos, funcionários e professores pereceram pelas mãos do Lorde e seus seguidores. Em um último embate o Ministro da Magia, Albert W. McAlister, caiu perante a varinha do Lorde das Trevas, após a queda de Albert, Antony partiu em busca de sua última grande inimiga, a Diretora de Hogwarts, Alexia R. Watsgrint.
O duelo entre Alexia e Antony causou uma destruição imensa em Hogwarts, bem como a morte de muitos alunos em meio ao processo. Após o fim do duelo o Lord Antony Darligulv caiu perante a varinha de Alexia, com a queda do lorde os Comensais que o acompanhavam foram sendo derrotados rapidamente, não deixando outra alternativa aos que sobreviveram senão fugir de Hogwarts.
Um último Comensal, John B. Smooken, braço direito do Lord Antony Darligulv, confrontou Alexia pela morte de seu mestre, em meio ao duelo, quando a vitória do comensal parecia certeira, uma chama de esperança surgiu, Robert S. Winchester interveio, matando o comensal e salvando a vida de Alexia. Após o ataque Robert simplesmente desaparecera sem deixar qualquer vestígio, ignorando até mesmo os agradecimentos de Alexia ou do mundo bruxo.

(...)

Um ano após o impetuoso ataque, entre reformas e construção de novos meios de proteção, Hogwarts finalmente estava pronta para receber alunos novamente. Agora vinha a parte mais difícil, que era convencer os bruxos de todo o mundo que Hogwarts era um lugar seguro para as crianças de todo lugar. Embora Alexia Robb Watsgrint conseguisse provar que Hogwarts estava novamente apta a abrir as portas e receber alunos, ainda existem aqueles que desconfiam de tal coisa.




Staff
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Nenhum

Luck (Fortuna in Ludis)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Robert S. Winchester em Ter 25 Fev 2014, 08:24

Eu já ia embora quando ouço Edward latir.
 
- Podemos resolver isso sem que sejamos obrigados a cumprir detenção ou sejamos expulsos de Hogwarts. Aquele duelo ainda está de pé?
- Na sala um em meia hora!
 
Sorrio e lhe dou as costas. “Vou acabar com esse merda!”, pensei sorrindo.



ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Edward Summiregis em Ter 25 Fev 2014, 08:22

O encaro saindo, cerro os punhos. 
- Tem tanta certeza que não a beijei... Porque não pergunta para ela... 
Sorrio quando ele me encara. 
- Podemos resolver isso sem que sejamos obrigados a cumprir detenção ou sejamos expulsos de Hogwarts. 
Robert par e se vira.
- Aquele duelo ainda está de pé?



Edward Summiregis
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 24
Casa:: Corvinal
Time: Nenhum

Edward Summiregis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Robert S. Winchester em Ter 25 Fev 2014, 08:20

Caminhava sem rumo, minha ira era tamanha, vejo Edward vindo na direção contrária, fecho os olhos e decido passar reto por ele. 

- Como vai Robert e seu namoro com Emily? Ouvi dizer que foi por agua abaixo, na verdade até esperava, já que você não é muito deconfiança... A proposito, o beijo dela é perfeito. 

Sorrio e me viro rapidamente, ele tenta desviar, mas o puxo pelo braço e o jogo na parede, ele bate com um baque, forço meu antebraço em seu pescoço, o encaro friamente. 

- Me dê um motivo para não acabar com você aqui e agora. 
- A diretora... – ele resmunga e eu o solto, ele coloca a mão no pescoço e puxa o ar o mais rápido, e o melhor, que consegue. 
- Você não a beijou... Você é um fraco! 

Me viro para ir embora.


Última edição por Robert S. Winchester em Ter 25 Fev 2014, 08:22, editado 2 vez(es)



ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Edward Summiregis em Ter 25 Fev 2014, 08:08

Vejo Robert vindo na direção contraria, alguns alunos já haviam me dito sobre o que ocorrera mais cedo no refeitório, sorrio e decido cumprimenta-lo.
- Como vai Robert e seu namoro com Emily?
Ele passa por mim com a cara fechada, sorrio.
- Ouvi dizer que foi por agua abaixo, na verdade até esperava, já que você não é muito deconfiança... A proposito, o beijo dela é perfeito.
Ele para e me encara.



Edward Summiregis
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 24
Casa:: Corvinal
Time: Nenhum

Edward Summiregis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Robert S. Winchester em Sab 08 Fev 2014, 11:29

Eu andava pelo corredor procurando Ems, estava envergonhado pelo meu comportamento no corredor outro dia, dobrei uma esquina do corredor e alguém esbarrou em mim e caiu no chão, encarei a pessoa e vi que era Emily, a ajudei a levantar e pedi desculpas.

- Ok, obrigada - ela falou secamente.
- Esta bem? Tem certeza? Não te machuquei Ems?
- Não, estou ótima. - ela se virou para ir embora.
- Eii... - parei na frente dela O que houve? Esta brava?
- Vai perguntar para sua amiguinha das malas - ela falou se desviando.
- Amiguin... - dei uma gargalhada - Ahhh Ems, para de ciumes!
- Nao estou com ciumes! 

Ela se virou para mim, eu segurei em seu braço e me aproximei sorrindo.

- Ok... Bem, ajudei ela por puro cavalheirismo! Relaxe, mal falei com ela!
- Hum - ela se aproximou de mim, também me aproximei dela Ok, desculpe... 

Antes que podermos falar qualquer coisa Edward se aproximou.

- Como vão?
- Bem...

Emily me encarou, lembrei da aula que os dois haviam feito juntos, o encarei e sorri.

- Esperando pacientemente que você morra!

Me virei e sai, se ficasse aquele lugar avançaria nele.

- Onde vai?
- Andar por aí... Talvez ir dormir...

Cruzei o corredor e sai, andei por alguns metros e parei de frente para uma parede, a soquei com toda minha força, o que causou um ferimento em minha mão, me virei e fui embora.



ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Edward Summiregis em Sab 08 Fev 2014, 06:57

Estava caminhando pelo corredor quando avistei Emily, sorri e comecei a caminhar, só quando estava perto percebi que Robert estava com ela, me aproximo e sorrio.
- Como vão?
- Bem...
Emily encarou Robert que me encarou e sorriu.
- Esperando pacientemente que você morra!
Robert se virou e saiu.
- Onde vai?
- Andar por aí... Talvez ir dormir...
Ele saiu e ela me encarou.
- O que você está pensando?
- Eu? Você não viu que ele é que me tratou mal não?... Quer saber, esquece, não quero discutir com você, não com você.



Edward Summiregis
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 24
Casa:: Corvinal
Time: Nenhum

Edward Summiregis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Robert S. Winchester em Sab 25 Jan 2014, 06:13

Subi ao quarto andar e comecei a vasculhar as salas, a maioria eram salas vazias, caminhei e abri as portas de praticamente todas as sala, exceto algumas que estavam trancadas ou a porta pesada demais, o esforço me deixou meio cansado então entrei em uma das muitas salas que já tinha olhado para tentar descansar um pouco.



ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Corredores do quarto andar

Mensagem por Alexia R. Watsgrint em Seg 05 Mar 2012, 13:47


Corredores do quarto andar


Os Corredores do Quarto Andar iniciam na grande escadaria. Esses corredores só possue salas vazias. Como qualquer outro de Hogwarts, encantam à todos, com sua magnitude e explendor, e com todas as estátuas e quadros que possue.

w w w . a c c i o h o g w a r t s . f o r u m e i r o s . c o m . p t


Última edição por Alexia M. Watsgrint em Qui 15 Maio 2014, 21:02, editado 1 vez(es)
Hogwarts Direção
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 78
Casa:: Corvinal
Time: Canhões de Chudley

Alexia R. Watsgrint
http://acciohogwarts.forumeiros.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredores do quarto andar

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum