Postadores do Mês
James
1º Lugar
Jennifer
2º Lugar
Chad
3º Lugar
Ben
4º Lugar
Últimos assuntos
» Registro do Espelho do Destino
Qua 19 Abr 2017, 12:11 por Petra Kim DiNozzo

» Produtos
Ter 28 Mar 2017, 21:13 por Petra Kim DiNozzo

» Interior da Floresta Negra
Qui 16 Mar 2017, 23:00 por Circe, o Basilisco

» Cela 32
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Robert S. Winchester

» Entrada de Azkaban
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Circe, o Basilisco

» Escritório
Qui 16 Mar 2017, 14:41 por Emily R. Watsgrint

» Campo de Quadribol
Seg 13 Mar 2017, 16:18 por Isabella F. Highmore

» Corredores do Quinto Andar
Dom 12 Mar 2017, 22:27 por Emily R. Watsgrint

» Pedidos do RPG
Dom 12 Mar 2017, 21:28 por James C. Armstrong

Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 42 em Ter 17 Jun 2014, 19:05
Parceiros 2/44

Cidade Subterrânea de Montreal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cidade Subterrânea de Montreal

Mensagem por Luck (Fortuna in Ludis) em Ter 08 Abr 2014, 09:47


Cidade Subterrânea de Montreal



É na cidade subterrânea de Montréal onde está localizada o maior shopping center subterrâneo do mundo (com mais de 1 600 lojas).  São três andares e 32 km de amplos corredores, aquecidos no inverno e refrigerados no verão. Todas as principais áreas do centro são interligadas por um sistema de passagens para pedestres, túneis, escadas rolantes, que unem os prédios comerciais, de trabalho, áreas de lazer, praças, universidade, hotéis, cinemas e outros pontos importantes, totalizando uma área de 12 km quadrados. A cidade subterrânea fica aberta durante as horas de operação do metrô – ou seja, das 5h30 da manhã até a 1h da manhã do dia seguinte. Alguns pontos de acesso somente ficam abertos durante o horário comercial.

Staff
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Nenhum

Luck (Fortuna in Ludis)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cidade Subterrânea de Montreal

Mensagem por Nathalie H. Monreal em Seg 21 Nov 2016, 18:54

The death of Watsgrints
Nathalie
Klaus
Rumple
Emily
Ben
Hard
Legenda

Aparatei exatamente onde um pequeno mapa dizia que era para onde eu devia estar, se tudo estivesse certo ali começaria minha vingança contra os Watsgrint. Olhei ao redor era madrugada naquele espaço fechado, graças a dica de Klaus eu podia por meus planos finalmente em pratica.

Caminhei lentamente pelo local procurando por aquele que meu amigo comensal afirmou que estaria ali a procura de criaturas. Seguia os barulhos bem alarmantes que o meso fazia enquanto eu via sua sombra indo de um lado para o outro naquela pequena cidade subterrânea. - O que procura velho amigo? - Perguntei para o mesmo que levou um susto saindo das sombras me olhando um pouco tremulo.

- Nathalie... O que faz aqui? - perguntou o mesmo, eu sabia que ele tinha noção de que eu era uma comensal - Vim ver um velho amigo... Quanto tempo que nao nos vemos Hard... Desde a época de Hogwarts que eu, sua prima Alexia e Albert eramos melhores amigos - Falou em um tom extramente falso caminhando para perto do mesmo que ia caindo sobre as caixas de sapato trouxas daquele pequeno shopping inútil

- O que foi Hard? Depois que sua filha morreu você virou esse fracote que tem medo de uma simples amiga? - perguntei me aproximando do mesmo que por um momento pareceu se perder em suas memorias de sua filha que morrera a algumas semanas. - Vamos... Levanta - Falei puxando o mesmo pela gola e logo ele se levantou meio tremulo.

- Posso nao ser de belas palavras, mas sinto muito de verdade por sua filha Hard... - Falei seriamente para ele, podia sentir sua dor só de imaginar que um de meus filhos, James ou Ben, morressem eu nao saberia o que fazer. O mesmo me olhou surpreso, sabendo que eu era comensal o mesmo perdera total confiança a mim que criara na época de Hogwarts.

- Podemos estar em lados opostos agora... Mas em Hogwarts eu de fato te considerei um excelente amigo....
- Falei me virando contra o mesmo olhando o shopping trouxa ao redor e em seguida ouvi a voz delicada do mesmo surgindo ao imenso silencio. - Entao voçe nao veio aqui para me matar? - Perguntou e na hora me virei podendo ver nele um sorriso de saudades, saudades da epoca em que nós eramos apenas adolescentes com uma amizade quase inquebrável.

- Ah meu velho amigo.... Obvio que vim aqui te matar
- Falei e pude ver um sorriso dele se desfazendo no mesmo instante que percebeu que estava enganado sobre mim. - Fomos amigos... Claro queridinho... Mas meu desejo de vingança contra sua prima e muito maior do que qualquer amizade que tivemos no passado. - Falei e logo o  vi erguendo sua varinha contra mim.

- Nathalie... Esquece o que minha prima te fez no passado.... Voces eram apenas adolescentes....
- Falou o mesmo em tom serio para mim, eu apenas lhe entreguei um leve sorriso orgulhoso que fez o mesmo se arrepiar todo. - Vai mesmo quer lutar? Eu posso simplesmente te matar sem dor e você encontrar sua filha o mais rápido possível no céu

- Amo minha filha... Mas também amo Alexia e minha família, nao posso deixa-los.... - Falou decretando contra mim um duelo bem visível de que nao acabaria em algo bom. Revirei os olhos suspirando, teria sido tao mais facil se eu nao tivesse sido levada por meus momentos nostálgicos. - Assim seja entao... - Falei erguendo minha varinha na direçao do mesmo a minha frente.

- Diffindossum - Falei e na mesma fora uma das pernas de Hard quebrara ao meio fazendo-o cair imediatamente no chão ao berros. - Prometo que te matarei rapido - Falei me aproximando do mesmo mas logo fui jogada para tras por um de seus ataques batendo com o corpo contra uma janela de vidro. Me levantei na mesma hora e pude ver o mesmo curando sua perna, bufei de raiva limpando os cacos de vidros preso a meu vestido de rainha.

- Bombarda
- Falei e no mesmo instante Hard fora jogado para trás e um enorme buraco se formou em sua barriga, podia se ver sangue jorrando do mesmo. Me aproximei do mesmo colocando um dos meus pés sobre sua perna quebrada. - Flipendo - Falou o mesmo e na mesma hora eu fui jogada levemente para trás.  

Olhei rapidamente para ele que tentava se levantar com extrema dificuldade. - Crucio - Falei e na mesma hora ele caiu no chao se tremendo todo, seus olhos demonstravam dor infinita e logo cessei com minha varinha. - Eu falei para voce nao resisti... Nao queria machucar tanto voce... Eu pretendia fazer meu trabalho de forma indolor... Mas voce nao ajudou... - Falei apontando a varinha para o abdômen de  Hard que me olhou com extremo medo presente no olhar.  - Agora que voce me irritou.... Quero ver-lo sofrer.

- Sectumsempra - Falei e na mesma hora rasgos foram feitos no corpo dele e o sangue começou a jorrar de forma rápida fazendo em volta de si uma piscina de sangue. Fiquei observando o mesmo morrendo, uma leve saudade de nossos momentos adolescentes acabara por bater em mim no fim o que me fez apontar a varinha uma ultima vez para Hard. - Sinto muito por isso velho amigo... Espero que encontre sua filha - Falei olhando para o mesmo que me olhava com dor expressão nos olhos.

- Avada Kedavra - Falei e na mesma hora o mesmo parou de expressar qualquer coisa com o olhar, tudo havia ficado preto para o mesmo.  Suspirei fundo olhando ao redor estava tudo finalmente calado. - Descance em paz... Watsgrint - Falei me virando contra o corpo de Hard e indo em direção a saída do local. Meu corpo doía levemente, precisava de uma boa noite de sono.


Thanks to @Evil Queen



♛ Nathalie Hathaway Monreal ♛
♛ I'm going to burn your soul  ♛
Comensal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 41
Casa:: Lufa-lufa
Time: Harpias de Holyhead

Nathalie H. Monreal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cidade Subterrânea de Montreal

Mensagem por Nathaniel Orlof em Qua 23 Nov 2016, 09:55

Primeiro
Caso
I'm a Auror!

A chamada que Nathaniel recebera informava que um duelo seguido de morte havia ocorrido, e para piorar a situação, ele havia ocorrido em um lugar amplamente visitado por trouxas, antes mesmo de seguir até o local ele solicitou que a equipe de obliviadores se encaminhassem ao local, bem como uma equipe técnica especialista em equipamentos trouxas para que os mesmo pudessem apagar toda e qualquer filmagem que constasse as imagens do dito duelo, também alertou ao St. Mungus a respeito daquilo, para que uma equipe médica fosse enviada ao local, sem mais devaneios aparatou para o local do incidente.

Assim que aparatou para o local a equipe de obliviadores já trabalhava, respirou fundo e se direcionou para o lugar onde o corpo estava, era claro que o duelo fora curto, a vítima havia sido derrotada praticamente no mesmo instante em que o duelo iniciara, encarou o corpo do pobre rapaz morto no chão, havia lido uma ficha recentemente, o caso de uma garota, aquele era o pai dela. Embora não fosse dali Nathaniel odiava aquele tipo de situação, se ajoelhou perto do corpo e tocou levemente o peito do rapaz.

- Vá em paz meu amigo...

Se levantou e caminhou para perto do chefe dos Aurores britânico, que havia acabado de chegar. Não conhecia ao homem e devido a correria não havia se apresentado propriamente para ele, assim que se aproximou bateu continência, um hábito desenvolvido no antigo quartel.

- Auror Orlof se apresentando senhor!
- Fique à vontade Orlof... O que temos aqui?
- Um homem, bruxo, fora morto, existe sinais de duelo mas aparentemente fora uma luta rápida, nenhuma testemunha mas as imagens de segurança trouxa podem mostrar algo mais. O homem é um membro do clã Watsgrint, o que me leva a crer que este clã está sendo visado diretamente pela organização das trevas.

Nathaniel ficou em silencio, embora tivesse lido a respeito da situação na sociedade bruxa inglesa ele não tinha muito conhecimento sobre tudo, então apenas acrescentou algo que imaginava estar ocorrendo devido aos ataques e quem estava sendo atacado, respirou fundo e esperou seu novo chefe se pronunciar.

Ministerio Auror

Nathaniel Orlof

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cidade Subterrânea de Montreal

Mensagem por Vladmir Von Hood em Qua 23 Nov 2016, 19:25

Trabalho
- Um homem, bruxo, fora morto, existe sinais de duelo mas aparentemente fora uma luta rápida, nenhuma testemunha mas as imagens de segurança trouxa podem mostrar algo mais. O homem é um membro do clã Watsgrint, o que me leva a crer que este clã está sendo visado diretamente pela organização das trevas. - Falou tudo de uma vez procurei um espaço entre sua fala mas nao achei, pensei que talvez o mesmo estivesse para morrer sem folego. - Respire jovem... - Falei colocando a mao sobre o ombro do mesmo que soltou um leve sorriso para mim e em seguida eu sorri para o mesmo.

- Clã Watsgrint... A diretora de Hogwarts é uma certo? - Perguntei para o Auror a minha frente ele era o espero naquele momento, parecia ser o que mais tinha conhecimento sobre clãs do mundo bruxo. Respirei fundo ao ver-lo confirmar. - Bem, nao sei se esta certo... Mas nao arriscarei,, quero que vá ate Hogwarts... Pegue com a diretora o nome de todos os membros Watsgrint...Vamos ficar de olho neles.... se algum deles estiver em perigo entramos em açao. - Falei para o mesmo que rapidamente acenou com a cabeça passando por mim logo em seguida olhei para tras o acompanhando com o olhar ele estava para aparatar.

- Nathaniel! - Falei e o mesmo me olhou na mesma hora, eu pude ver em seus olhos jovens o prazer em trabalhar como auror. Soltei um sorriso para o mesmo - Quando pegar os nomes volte para o ministério para discutirmos a proteçao e vigilância desse clã ate sabermos se estão ou nao sendo perseguidos - Falei e no mesmo instante ele acenou com a cabeça e aparatou. Olhei para frente caminhando ate o corpo no chão. - Levem o corpo para o St.Mungus... Se acharem mais alguma posta entrem em contato comigo - Falei para um enfermeiro  dei as costas para o mesmo aparatando logo em seguida.



Ministerio Auror Chefe
avatar

Vladmir Von Hood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cidade Subterrânea de Montreal

Mensagem por Nathaniel Orlof em Dom 04 Dez 2016, 05:40

Primeiro
Caso
I'm a Auror!

Nathaniel ouvia atentamente seu superior, assim que o mesmo terminou de dar a ordem Nathaniel voltou a bater continência enquanto observava seu superior aparatar, provavelmente de volta para o Ministério, respirou fundo e se virou indo em direção ao corpo novamente, depois respirou fundo, ele não conhecia nenhum membro do clã Watsgrint, de modo que aquilo era levemente complicado para ele, tudo que constava nos relatórios eram os nomes dos membros e apenas de alguns, ele sabia que a diretora da escola do Reino Unido era de tal clã, mas jamais vira uma foto, de modo que achou complicado saber se conseguiria ou não reconhecê-la. Mas não se deixou abater por aquilo, afinal, ele era um Auror e seu superior havia lhe dado uma ordem, respirou fundo e caminhou até outro Auror ali, um mais novo que ele,

- Sou o Auror Orlof, foi-me passado uma tarefa pelo próprio Comandante, portanto não terei como acompanhar a retirada do corpo, poderia assumir aqui e levá-lo ao St. Mungus?
- Sou o Auror Walker... E sim senhor, eu farei isso!
- Muito obrigado Auror Walker.

Agradeceu ao jovem Auror, depois simplesmente aparatou em direção ao Castelo de Hogwarts



               
Nathaniel Orlof
Auror
Ministerio Auror

Nathaniel Orlof

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cidade Subterrânea de Montreal

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum