Postadores do Mês
James
1º Lugar
Jennifer
2º Lugar
Chad
3º Lugar
Ben
4º Lugar
Últimos assuntos
» Registro do Espelho do Destino
Qua 19 Abr 2017, 12:11 por Petra Kim DiNozzo

» Produtos
Ter 28 Mar 2017, 21:13 por Petra Kim DiNozzo

» Interior da Floresta Negra
Qui 16 Mar 2017, 23:00 por Circe, o Basilisco

» Cela 32
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Robert S. Winchester

» Entrada de Azkaban
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Circe, o Basilisco

» Escritório
Qui 16 Mar 2017, 14:41 por Emily R. Watsgrint

» Campo de Quadribol
Seg 13 Mar 2017, 16:18 por Isabella F. Highmore

» Corredores do Quinto Andar
Dom 12 Mar 2017, 22:27 por Emily R. Watsgrint

» Pedidos do RPG
Dom 12 Mar 2017, 21:28 por James C. Armstrong

Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 42 em Ter 17 Jun 2014, 19:05
Parceiros 2/44

Biblioteca

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Biblioteca

Mensagem por Alexia R. Watsgrint em Seg 05 Mar 2012, 13:34


Biblioteca


A Biblioteca do castelo está localizada no terceiro andar do castelo de Hogwarts e contém dezenas de milhares de livros sobre milhares de prateleiras, há também uma seção reservada no local, nela contém livros sobre assuntos perigosos, para usar os livros é necessaria a autorização do professor, quando os livros são abertos sem autorização eles podem gritar. É proibido o uso de magia que possa danificar a biblioteca. Supervisionada pela bibliotecária ou bibliotecário, a biblioteca é o lugar onde os alunos ou professores podem ir para examinar ou requisitar livros para complementar seus estudos (ou para uso pessoal). Os livros da biblioteca possuem várias magias neles para impedirem dos estudantes de desfigura-los ou roubá-los. Caso queira retirar qualquer livro dessa sala, deverá falar com o(a) bibliotecário(a). A biblioteca fecha às 20:00 horas.

w w w . a c c i o h o g w a r t s . f o r u m e i r o s . c o m . p t


Última edição por Alexia M. Watsgrint em Qui 15 Maio 2014, 20:48, editado 1 vez(es)
Hogwarts Direção
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 78
Casa:: Corvinal
Time: Canhões de Chudley

Alexia R. Watsgrint
http://acciohogwarts.forumeiros.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Robert S. Winchester em Sab 25 Jan 2014, 06:04

Entrei na biblioteca e fiquei abismado pela quantidade de livros, prateleiras e tudo mais, caminhei até uma mesa e me sentei, prestando atenção aos livros que voavam sobre minha cabeça, olhei para a mesa e vi um livro sobre ela, puxei para mais perto e comecei a folheá-lo, após duas paginas viradas voltei ao inicio do livro, que se chamava “Azares e Contra-Azares”, nem me atentei ao autor, comecei a ler o livro e quando assustei já havia terminado a leitura, larguei o livro onde o havia encontrado, me levantei e sai.



ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Robert S. Winchester em Ter 04 Fev 2014, 14:06

Entro na biblioteca e em total silencio vou de prateleira em prateleira procurando por livros de feitiço, ou por qualquer coisa que falasse sobre o PERICULLUM, cada vez que encontrava um livro eu caminhava até a mesa onde minha mochila estava, quando decidi me sentar havia diversos livros em cima da mesa, peguei o primeiro e comecei a foleá-lo, cada vez que encontrava algo que falava sobre o feitiço eu marcava a página e ia para o próximo livro, após alguns minutos todos os livros já tinham suas respectivas marcações, comecei a reler as informações e escrever meu trabalho, embora houvesse muita informação repetida eu consegui fazer o trabalho, me levantei e guardei os livros que havia pego.


Depois repeti o processo, só que dessa vez procurando sobre pedras filosofais e alquimia trouxa, levei quase o dobro do tempo para encontrar tudo, assim que concluí voltei a guardar os livros.

"Agora é só enviar...", pensei.

Sorri e deixei a biblioteca.



ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Emily R. Watsgrint em Qua 26 Fev 2014, 14:20


Biblioteca

O nervoso me fez correr



Entrei calmamente na biblioteca, era enorme, livros voavam pela sala toda, eram varias estantes e tudo mais, era lindo. Caminhei biblioteca a dentro a procura de Robert, o vi lendo um livro. Sabia que ele queria conversar comigo. Minhas pernas travaram, nao queria ir ate Robert, tinha medo do que ele iria falar, dei meia volta e sai correndo dali.




Minha Fala
Robert Fala
Outras Falas
Jack Fala
Milena Fala
Jessica Fala
Edward Fala
Pensamentos
Narracao





Emily Watsgrint
Robb
 
Monitora Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 23
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

Emily R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Robert S. Winchester em Sab 08 Mar 2014, 09:28


Ida a Biblioteca



Andar sem fazer nada pelo castelo, de um canto para outro fazia eu sentir tédio, coisa que eu não gostava de sentir, depois do baile eu não consegui pegar no sono, como a maioria dos alunos fizeram, então decidi andar pelos desertos corredores, comecei a andar fazendo gracinha, já que os corredores eram meus, andei até a biblioteca, em busca de algo interessante para ler, enquanto passava por entre as estantes, acabei puxando um livro de capa vermelha, o título, escrito em letras douradas, era ' O Morto-Vivo', ele não parecia em nada com um livro bruxo, muito pelo contrário, devia ser trouxa.

Como fazia muito tempo livros, peguei o livro e, depois de passar na mesa da bibliotecária, saí da biblioteca com ele em minhas mãos, voltando com o livro para o salão comunal da sonserina. Lembrei-me que haveriam aulas hoje, apressei o passo para deixar o livro e pegar a mochila para correr para as aulas.

LEGENDA


Narração




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Julie V. Wanderwood em Qua 02 Abr 2014, 15:33

Logo a pessoa que eu não queria encontrar tão cedo:


Entrei na biblioteca e UAL.. Era realmente enorme, fiquei abismada com o tamanho das prateleiras, fui andando e olhando para cima até avistei uma figura loira a frente... Jéssica. Sentei-me em uma das mesas que estavam vagas, estava torcendo para que torcendo para que ela não me visse. Que azar!
- Olha, Olha. Estava mesmo querendo encontrar você.. - disse ela - Como é mesmo o seu nome?
- Julia, e é um grande desprazer encontrá-la aqui - eu disse - mas diga por que queria tanto me encontrar?

Ela gargalhou alto e foi repreendida pela mulher que estava cuidando da biblioteca.
- Não chegue perto do Robert, nunca mais - Os olhos dela ficaram escuros e ela continuou - Ele me pertence.

- Sério? - me levantei - Não vi seu nome nele! E outra me esquece, eu falo com quem eu quiser em Hogwarts. - eu disse já irritada porém não iria aumentar minha voz - Somos amigos, você não vai me fazer parar de falar com ele.

- Veremos! - ela disse se sentando na mesa.
Eu me levantei e sai, a passos firmes e pesados. Não sei o porque, mais acho que comprei uma briga com Jéssica Winry! 

Narração
Jéssica Fala
Minha Fala
Robert Fala

JuliaWanderwood
Monitora Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 19
Casa:: Sonserina
Time: Harpias de Holyhead

Julie V. Wanderwood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Luck (Fortuna in Ludis) em Qua 16 Abr 2014, 13:20

Ovos Dourados

Localização do ovo: Entre os livros
Ao tocar no ovo uma voz de uma mulher sai falando:
[i][color=#ffff00]A felicidade e ínutil, deixe que eu sugo, um mudo mais triste, um mundo melhor será Quem sou eu?[/u]
Dica-Criatura Magica
Off-
Responder ao tópico Ovos Dourados



Staff
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Nenhum

Luck (Fortuna in Ludis)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Milena M. Ackles em Qua 16 Abr 2014, 13:26



Procura de Ovos Dourados
There's just too much that time cannot erase
 



Entro na biblioteca, tudo estava escuro, acendo a luz, os ovos estavam realmente muito dificeis de achar, ainda mais porque Hogwarts é gigantesca, começo a procurar de baixo das mesas, no balcão da bibliotecatia e por fim nas estantes de livros.
Entre os livros vejo algo brilhando em meio a estante empoeirada ele dividia os livros em duas fileiras, toquei no ovo levo um susto com a voz de uma mulher que disse:
A felicidade e ínutil, deixe que eu sugo, um mudo mais triste, um mundo melhor será Quem sou eu?
Fico um pouco em duvida, penso por algum tempo, vejo Robert entrar na biblioteca então disse:
- Dementador!
Havia conseguido um ovo dourado para a minha casa, olhei para Robert e sorri mostrando o ovo em minhas mãos:
- Aqui não Robert...
- Mas ainda estou na frente- ele sorri
- Não importa, eu pensei que não iria conseguir nenhum ovo, vendo essa sua sorte de achar tantos ovos...
Saimos da biblioteca em caminhos diferentes.
- Boa sorte Rob!
- O mesmo Mih...
Acenei e corri a procura de mais ovos...

Narração
Minhas Falas
Falas de Robert
Voz da Mulher

 Milena Missae Ackles 



Milena Missae Ackles

 
"Um Choro Fraco Mostra Um Momento de Dor"
Ou Muitas Vezes a Esperança de Um Grande Amor...
Grifinória
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Grifinoria
Time: Harpias de Holyhead

Milena M. Ackles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Robert S. Winchester em Qua 16 Abr 2014, 15:22

Encontro na Biblioteca
Ainda estava com as vestes levemente molhadas, embora eu tenha usado o feitiço ventus em mim mesmo, mas não tinha dado tão certo como esperava, entrei na biblioteca e encontrei Milena, ela me olhou e sorriu.
- Dementador!
Não entendi o que ela queria dizer até vê-la pegar um ovo dourado, depois ela se virou para mim sorrindo.
- Aqui não Robert...
- Mas ainda estou na frente! – sorrio.
- Não importa, eu pensei que não iria conseguir nenhum ovo, vendo essa sua sorte de achar tantos ovos...
Sorrio, se ela estava ali, provavelmente não havia outro ovo, saímos da biblioteca em caminhos diferentes.
- Boa sorte Rob!
- O mesmo Mih... – parei e me virei para ela – Mih, pode me fazer um favor?
Depois que ela utilizou o feitiço ventus em mim, já me sentia melhor, com as roupas secas, ela me perguntara como ficara molhado daquele jeito e lhe contei a história, rimos muito, depois voltamos a nos despedir e cada um foi para um lado, procurando mais ovos.


Narração ɸ ɸ ɸ Robert ɸ ɸ ɸ Milena




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Milena M. Ackles em Sab 19 Abr 2014, 13:37



Pesquisando...
There's just too much that time cannot erase
 



Entro na biblioteca, seguro a porta para que ela não se fechasse com estrondo, olho para as estantes, precisava fazer as tarefas pendentes de quase todos os professores, não sabia por onde começar, retirei um pergaminho da bolça era da aula de Transfiguração, então comecei a procurar sobre a Tranfiguração Bruta e Pontual, peguei o primeiro livro que achei, o único também, separei-o numa mesa, depois peguei um livro sobre os Inferi, mortos vivos controlados por magia ou não, e uns livros de poções para a pesquisa de Alexia, li todos um por um, com uma tremenda preguiça, o segundo livro que li me dava sono e de vez em quando dava uma cochiladinha de segundos, a cada paragrafo, eu anotava algo que achava importante, por fim depois que terminei de ler, peguei todas as anotações e fiz um resumo, passei a limpo nos pergaminhos de cada matéria, guardei minhas coisas e sai.

 Milena Missae Ackles 



Última edição por Milena Missae em Ter 22 Abr 2014, 13:21, editado 1 vez(es)


Milena Missae Ackles

 
"Um Choro Fraco Mostra Um Momento de Dor"
Ou Muitas Vezes a Esperança de Um Grande Amor...
Grifinória
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Grifinoria
Time: Harpias de Holyhead

Milena M. Ackles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Nicholas Cloud Kedrame em Seg 21 Abr 2014, 23:55





Nicholas C. Kedrame










Entro na biblioteca, vou até a seção de livros de Feitiços e pego alguns para dar uma olhada, vejo na seção ao lado um livro sobre vida, morte e magia negra, o pego também e me sento em uma das mesas e começo a procurar naqueles livros sobre os Inferi, Cadáveres controlados por magia. Começo a fazer anotações sobre o tema em um pergaminho. Depois de muito escrever fecho os livros e os coloco de volta em seus devidos lugares, dobro o pergaminho e guardo em um de meus bolsos, saio da biblioteca e vou para o salão comunal da Grifinória.




Legenda



Narração











Nicholas C. Kedrame


Grifinória



Fantasma
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Grifinoria
Time: Morcegos de Ballycaste

Nicholas Cloud Kedrame

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Emily R. Watsgrint em Qui 24 Abr 2014, 20:14

Trabalho de DCAT
Procurando nos livros...


Acordei cedo naquela manha de domingo, caminhei pelos corredores de Hogwarts em direção a biblioteca, me lembrei do dever de DCAT. Entrei na biblioteca que estava vazia, dei bom dia a mulher e caminhei entre os livros. Procurando o que precisava, peguei entao dois livros e caminhei para uma das mesas.

Me sentei e abri o livro no capitulo que falava da matéria que era para pesquisar. Peguei o pergaminho e a pena e os pus ao lado. Liguei uma das lampadas para melhorar a iluminação sobre o livro e então comecei a ler.

Comecei a anotar calmamente as partes mais importantes que o livro citava e comentava. Assim que o sol finalmente se fixou no local ideal para iluminar o livro, desliguei o abajur e voltei a escrever o trabalho. Assim que acabei o trabalho, fechei os livros que eram bem antigos e caminhei ate o local de onde pertenciam.

Pus os livros no lugar e entao voltei para a mesa e peguei o pergaminho do trabalho. Fui ate a moça da biblioteca e assinei quais livros havia utilizado.

- Finalmente achei voce Ems! - Falou entrando na biblioteca

- Silencio Sr. Winchester - Brigou me fazendo dar uma risadinha

- O que foi estava fazendo trabalho, aconteceu alguma coisa?

- Ata, nao nao, só queria passar o tempo com voce, vamos pro salao principal?

Afirmei com a cabeça e segurei sua mao e fomos para o salao principal, estava morrendo de fome, ja que nao havia tomado cafe da manha.


NOTES Com Ginny e Holly; 324 WORDS; OUTFIT; JESS ♥ OOPS!





Emily Watsgrint
Robb
 
Monitora Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 23
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

Emily R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Jéssica H. Blackmoon em Sab 03 Maio 2014, 15:46

Deveres
Com: nobody; humor: atarefada ; vestindo: uniforme

Entro na biblioteca da escola sem fazer muito barulho. Observo a luz do dia entrando pelas frestas das grandes janelas escuras que emolduravam o local. Vou caminhando por entre as estantes buscando livros para fazer minha tarefas pendentes.

-Accio livro de poções 2º serie!- Aponto minha varinha para a estante de livros de poções e o exemplar vem voando para minha mão. Me sento em uma mesa mais reservada e começo a procurar poções para cicatrizando, já que tinha preparar um relatório para Medibruxa.

Tiro minha pena, tinteiro e pergaminho da mochila e começo a folhear as páginas do livro, me entrertendo enquanto realizo minha tarefa.

Quando termino de escrever sobre meu antídoto, guardo o livro na sua sessão, e recolhendo minha mochila caminho até a saída do local
.




Jéssica Hale L. Blackmoon
Cause I am a champion
and you're gonna hear me roar!

MONITORA :3 
Grifinória
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Grifinoria
Time: Harpias de Holyhead

Jéssica H. Blackmoon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Robert S. Winchester em Ter 06 Maio 2014, 11:31

Despertar e Pesadelos
Eu já havia tomado café, me despedido das garotas e agora tinha resolvido caminhar até a biblioteca, tinha pesquisas a fazer e se desse sorte poderia encontrar as respostas que procurava, ou esbarrar com Emily no caminho.
Subi as escadarias, sempre achava irritante aquelas escadas, parecia que quanto mais pressa se tinha, mais elas te levavam para direção errada, sorri ao lembrar o tempo que havia levado para subir pela primeira vez ao sétimo andar, ficara quase uma hora entre o quinto e o sexto, com o tempo se pegava o jeito da escadaria, sabendo onde subir e até mesmo um ou outro atalho através dos quadros, eu conhecia alguns, Fabiano, o zelador, me ensinara-os, mas alguns quadros eram mais irritantes que outros, o que dificultava lembrar todas as senhas, como a de um bruxo corcunda do segundo andar, ele tinha um atalho que dava no sétimo andar, mas ele mudava suas senhas de três em três dias, tornando praticamente impossível utilizar seu atalho, resolvi subir da maneira tradicional, ao chegar no andar pretendido dobrei os corredores até a biblioteca, entrei e caminhei até a prateleira onde havia guardado o velho livro de capa verde escura e bastante empoeirado, o levei até uma mesa e o abri.

Livro Antigo:

BASILISCO

BASILISK (BASILISCO), também chamado King of Serpents (Rei das Cobras)
Classificação M.M.: XXXXX
O primeiro basilisco de que se tem notícia foi criado por Herpo, o Sujo, um bruxo das trevas de nacionalidade grega e ofidiglota, que descobriu, após muitas experiências, que um ovo de galinha chocado por um sapo produzia uma cobra gigantesca dotada de poderes extraordinariamente perigosos. O basilisco é uma cobra verde-vivo que pode alcançar quinze metros de comprimento. O macho tem uma pluma vermelha na cabeça. Suas presas são excepcionalmente venenosas, mas seu órgão de ataque mais poderoso são os grandes olhos amarelos. A pessoa que os encara sofre morte instantânea.
Se a fonte de alimentos é suficiente (o basilisco come todos os mamíferos e aves e a maioria dos répteis), ele pode atingir uma idade avançada. Acredita-se que o espécime de Herpo, o Sujo, viveu quase novecentos anos.
A criação do basilisco foi declarada ilegal desde a época medieval, embora a prática seja facilmente dissimulável, pois basta remover o ovo de galinha do choco do sapo quando o Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas aparece à porta. Contudo, uma vez que os basiliscos não são controláveis, exceto por ofidiglotas, eles oferecem tanto perigo à maioria dos bruxos das trevas quanto a qualquer outra pessoa, e não há registros de basiliscos na Grã-Bretanha nos últimos quatrocentos anos.


Eu li e virei a página, haviam algumas anotações a respeito de um basilisco que fora criado em Hogwarts anos atrás e que rendera em alguns problemas, mas era algo escrito a mão e o tempo dificultava a leitura, pousei o livro de lado e peguei ‘Hogwarts, uma história’, abri a página que falava sobre os fundadores, mais precisamente sobre o fundador da Sonserina.

Hogwarts, uma história :

Hogwarts, uma história

Salazar Slytherin, Um homem muito complexo, desde criança se distinguia dos demais bruxos e bruxas. Morava em uma mansão de uma pequena cidade próxima a Londres. Sua família era a mais rica já conhecida, e também uma das únicas de sangue inteiramente puro. Salazar Slytherin era Ofidioglota, isso quer dizer que o mesmo podia falar e entender a língua das cobras, isso contribuiu mais ainda para a sua fama de que era um bruxo das trevas. De fato Salazar Slytherin conhecia muito bem as artes das trevas, inclusive ele possuía também a arte da Legilimência o que significa que ele podia penetrar na mente das pessoas, e era o melhor na epoca. Em um dos eventos de Hogsmeade, Slytherin participou de um amistoso espetáculo de transfiguração, onde o mesmo transformou 7 pessoas em 7 cobras najas. Slytherin também tinha o péssimo hábito de criar animais perigosos em sua casa, onde o mesmo criou um basilisco até fundar Hogwarts. Slytherin tinha um medalhão, um medalhão de sua família em prova de que era de uma linhagem honrosa e pura, '' O Medalhão de Slytherin ''.


Li o trecho e afundei na cadeira, não tinha muita informação, mas talvez fosse aquele basilisco que eu devesse encontrar, o que pertencera ao Salazar e que apenas os seus descendentes poderiam encontrar, passei os olhos novamente, ergui os olhos na direção da seção privada, talvez ali houvesse mais informações, mas como iria até ali era outra história, resmunguei e comecei a pensar em outras alternativas, mas acabei sendo interrompido quando alguém tampou meus olhos, aquelas mãos macias eram já bastante conhecidas, sorri.
- Estava te procurando Ems.... Queria te ver.
- Olha só! Robert S. Winchester sentindo saudades?
- Só um pouquinho. – fechei os dedos, deixando apenas um pequeno espaço entre eles, arredei a cadeira e ela se sentou, lhe dei um beijo – Não te vi no café hoje... Perdeu a fome?
Ela sorriu e me deu outro beijo, depois respondeu.


Narração ɸ ɸ ɸ Robert ɸ ɸ ɸ  Emily




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Emily R. Watsgrint em Ter 06 Maio 2014, 22:02

Com Robert *--*




Emily + Robert



– Não te vi no café hoje... Perdeu a fome?

Me aproximei de seu rosto mais uma vez, lentamente, soltei um sorrisinho e voltei a lhe beijar, enquanto minha mao envolvia sua nuca. O soltei e entao me virei para a mesa e em seguida o encarei.

- Acordei cedo demais hoje, como de costume! - Falei dando um sorriso - Ai como ja tinha comido, fiquei la no jardim

- Nossa nem para me fazer companhia no salao! - Falou rindo

- Tinha coisas melhores - Falo debochando

Robert se aproxima de mim e sussurra  em meu ouvido " Tem certeza? ". Soltei um sorrisinho e sem mais delongos lhe abracei lhe dando um maravilhoso beijo, nao conseguia ficar longe dele nem um segundo. Acariciava meus cabelos enquanto eu alisava suavemente sua nuca. Assim que separamos nossos labios olhei para o livro que estava sobre a mesa.

- Uau, Hogwarts, uma historia, estava mesmo precisando ler. Estava lendo Robert?? - Falo assustada, pela primeira vez estava vendo Robert ler de dia e nao de noite

Ele me olhou e em seguida respondeu






Emily Watsgrint
Robb
 
Monitora Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 23
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

Emily R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Robert S. Winchester em Qua 07 Maio 2014, 16:11

História e Omissão
- Uau, Hogwarts, uma história, estava mesmo precisando ler. Estava lendo Robert??
Ela me olhou assustada, sorri e olhei para o livro, busquei rapidamente alguma desculpa e me lembrei que ela tinha falado que iria lê-lo, me virei para ela e lhe dei um selinho.
- Apenas passando o olho rapidamente... Na verdade iria pegá-lo para você!
- Para mim? – ela perguntou arqueando uma sobrancelha.
- Bem... – lhe dei outro beijo – Você não havia dito que queria ler ele? – lhe dei outro beijo, mais demorado desta vez – Então a perfeição, que por acaso é o seu namorado, resolveu pegá-lo para você.
- Sei... – ela sorriu – E a modéstia passou longe né?
Sorri, e lhe empurrei o livro, deixando-o a sua frente, não gostava de mentir para ela, mas seria melhor do que dizer que estava procurando sobre um basilisco que havia sido petrificado e que eu era o único capaz de despetrifica-lo e controla-lo, então decidi que certas omissões poderiam ser a melhor ideia.
- E você? Você nunca lê nada! – sorri – Resolveu tentar adquirir o habito ou apenas procurava pelo amor de sua vida?
Emily sorriu e puxou o livro para perto de si, depois respondeu.


Narração ɸ ɸ ɸ Robert ɸ ɸ ɸ Emily




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Seg 12 Maio 2014, 22:30


Pesquisando

....................................Quest 2 - Epidemia.....................................



Roupa:
https://24.media.tumblr.com/e63219a47da2d494a429eeee5d421689/tumblr_n5hqtm4kKi1smugk6o1_400.jpg

Acordei meio tensa hoje, não conhecia bem a Julia, mas queria ajudar ela e todos os outros que pegaram essa tal epidemia sem cura até o momento. Me arrumei e fui para a biblioteca pesquisar para ver se achava alguma coisa. Entrei na biblioteca e fui até a mulher que fica por ali e perguntei onde podia em quais livros podia pesquisar, ele me disse que nas duas primeiras estantes era tudo o que tinham registrado sobre as doenças conhecidas.
Fui até a primeira estante, eram milhares de livros, não conseguiria ler todos, talvez em algumas semanas, mas não tinha tempo. Peguei alguns e fui ler sobre algumas doenças mas não havia nada.
Dirigi-me a segunda, peguei o dobro dos livro e li um por um. Agora deveria ser umas três horas da tarde, não sai nem para comer.  Senti alguém sentar do meu lado levante a cabeça e vejo outro corvino do me lado
.
- Oi – ele diz – nova aqui não é?
Eu olho para o garoto e digo:
- Oi – fecho o livro – sim sou nova, pelo que vejo somos da mesma casa.
Olha para mim mesma e percebo que não estou com as vestes da Corvinal. Ele sorri e pergunta o que eu estava fazendo, lhe digo que estava procurando algo sobre a epidemia mas que ainda não havia encontrado nem sequer um sintoma. Ele pede desculpa e se apresenta, eu faço o mesmo. James disse que me ajudaria a pesquisar, foi até a segunda estante e pegou alguns livros e voltamos a ler. Ele me mostrou algumas doenças com sintomas parecidos, eu anotei no meu pergaminho, mas nenhuma delas bateu com as informações que eu tinha. O eu e ele não achamos mais nada, ele disse que precisava ir e depois voltaria para pesquisar mais.
Depois que ele saiu eu percebi que a biblioteca estava vazia, havia umas duas ou três meninas, mas que estavam saindo, a moça que estava cuidando da biblioteca parecia estar mais cochilando do trabalhando, por que em si a biblioteca parecia calma. Pensando nisso, percebi que a grade da sessão reservada estava meio aberta, pensei em entrar, mas se fosse pega levaria no mínimo uma suspensão, mas até ai só pensei no lada negativo, mas pelo lado positivo, se conseguisse achar algo para a cura ou até mesmo a cura eu poderia encontrar. Eu não sabia conjurar nenhum feitiço, seria meio complicado achar.
Esperei um tempo olhei no relógio eram quase sete da tarde  não havia ninguém na biblioteca além da moça que estava dormindo profundamente. Certifiquei que não havia ninguém olhando  fui em direção a sessão restrita, entrei e fui  em direção a primeira prateleira peguei dois livros e folheei, mas não achei nada. Fui para a segunda estante e nada, fui para a terceira e quando retirei um livro, outro caiu sobre minha cabeça. Larguei o livro que eu havia tirado da estante e peguei o livro que agora estava no chão folheei até achar algo sobre uma epidemia, li sobre a mesma e reparei que os sintomas eram os mesmos da epidemia em Hogwarts, era algo relacionado a arte das trevas. Estava terminando de ler a pagina quando ouvi passos na biblioteca, quando voltei minha atenção ao livro no meio da pagina estava escrito alguma coisa sobre Opala, e no fim da pagina “Cura” e nada mais. O restante das folhas estavam rasgadas, algumas arrancadas. Li que as pessoas que pegam essa doença a maioria morre. O livros parecia ser muito, muito antigo, uns 100 anos talvez. Na capa inferior do livro estava escrito algumas coisas que eu não entendi muito bem, mas estava escrito “Cura “ em cima, e no final “ Opala, na Borgin e Burkes”. Sai da sessão restrita e biblioteca estava cheia, porem acho que ninguém me viu saindo da sessão reservada. Saí da biblioteca e fui a sala do professor de Medibruxaria.


Narração / Minha fala / Joe /Emily / Robert / James

Tanks Babis @ BG



Just come to make me feel alive
♛ - 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por James C. Armstrong em Sex 16 Maio 2014, 22:10

Biblioteca
James - Marie



Entrei na biblioteca lentamente e sorridente, ali era o meu lugar preferido no castelo, o silencio me tomava sempre que entrava naquela sala repleta de livros maravilhosos. Comprimente a bibliotecária e fui direto olhar as prateleiras, peguei um livro sobre dragões e em seguida procurei por um livro sobre Nicolau Flamel, pois estava interessado em sua historia. Minha atençao foi retirada quando olhei para uma menina sem uniforme que estava de costas para mim, decide ver se ela estava perdida.

Caminhei ate a menina de cabelos dourados e me sentei ao seu lado, ela lia um livro sobre doenças, seus olhos azuis atentos ao livro, me deixaram maravilhados, a menina parecia uma boneca de tao bonita que era. Deixei sair um pequeno sorriso, estava encantado com a beleza dela. Ela me olhou com seus olhos lindos e soltou um sorrisinho.

- Oi, nova aqui não é?

- Oi, sim sou nova, pelo que vejo somos da mesma casa.

Observei ela que estava sem uniforme ainda... Fique super feliz ao saber que ela era de minha casa, poderia ver-la mais vezes do que de costume. Ela olhou para a própria roupa notando que nao estava uniformizada, soltei um sorriso e entao voltei a criar um assunto para conversar mais com a menina.

- Esta lendo sobre o que? - Falei olhando para o livro

- Estou tentando descobrir algo sobre essa epidemia que esta tendo, mas ainda nao achei nada!

Fiquei por um momento em silecio ainda observando sua beleza, quando percebi que ainda nao havia me apresentado, corei rapidamente, pensei em minha burrice e entao lhe soltei um sorriso novamente.

- Sou James!

- Marie - Falou sorrindo por tras da mascara de proteçao

- Nome lindo!- Antes que ela pudesse falar algo, me levantei - Vou lhe ajudar com a pesquisa! Já volto

Caminhei ate a segunda fileira de livros e peguei 3 livros sobre doenças magicas. Andei com os livros ate a mesa e os deixei ao lado, ainda sorrindo para a linda corvina, abri o primeiro livro e comecei a ler junto a ela as doenças para ver se encontrávamos alguma que se parecesse com a epidemia. Conseguia sentir seu maravilhoso perfume enquanto liamos. Após ler os 3 livros, nenhum deles demonstrava sintomas que se parecessem com o da epidemia. Nos encostamos na cadeira, senti a fome bater, comecei a ficar nervoso, precisava ir comer na sala de André.

- Marie, eu preciso sair agora... - Falei meio nervoso de demonstrar algo que a assustasse - Prometo voltar ok?

- Ok - Falou sorrindo

Me levantei apressado, queria dar um beijo em sua bochecha porem era impossível com essa epidemia a solta, acenei a mao para ela e me retirei da biblioteca as pressas.









James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Emily R. Watsgrint em Sex 16 Maio 2014, 22:37

Com Rob na Bibliotecs




Emily + Robert



- E você? Você nunca lê nada! Resolveu tentar adquirir o habito ou apenas procurava pelo amor de sua vida?

Puxei o livro para mim, lhe fiz uma cara de que nao estava ouvindo aquilo, virei o rosto para o lado, vi ao longe James e Marie juntos em seguida encarei Robert novamente, como sempre meu coração acelerava só de olhar para ele.

- Sempre gostei de ler

Robert soltou uma gargalhada muito alta, correi e tampei rapidamente sua boca mascarada, rindo baixinho da risada dele. Assim que ele parou de rir e eu também, olhamos cautelosamente para a bibliotecária que estava dormindo ao invés de tomar conta da biblioteca.

- Ems conta outra!

- Estou falando a verdade! A diferença é que eu leio apenas na biblioteca, diferente de voce que so le anoite e se ferra nas aulas! - Falei esnobando-o

- Ai... Doeu ta!

Soltei um sorrisinho e então segurei sua mão, como gesto de carinho, já que a epidemia nos impedia de abraçar as pessoas. Ele soltou um sorriso que conseguia ser percebido através da mascara. Ele soltou a minha mao e voltou a falar

- Espera! Se voce veio ler nao estava a procura do seu amor? - Falou brincando

- Nao preciso procurar, ele rasteja atras de mim - Falei rindo

Continuamos a implicar um com o outro ate a bibliotecária acordar raivosa e expulsar nois dois da biblioteca, assim que fomos expulsos fomos juntos para o salão principal






Emily Watsgrint
Robb
 
Monitora Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 23
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

Emily R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Robert S. Winchester em Ter 03 Jun 2014, 11:25


Encarando o Espelho!

Já estava tarde, caminhava sem qualquer animo pelos corredores, decidi ir na biblioteca, tinha esperanças de encontrar algo interessante, mais informações sobre o Basilisco ou qualquer coisa do gênero, talvez até mesmo pegar um livro qualquer para ler, eu precisava, urgentemente, me distrair, principalmente depois de me encontrar com a repórter, a comensal e Gerard, que deixava as outras duas no chinelo, minha cabeça estava a mil, não sabia o que fazer ou o que queria, resolvi deixar toda aquela loucura de lado, pelo menos por hora, entrar e procurar um livro para espairecer e distrair, assim que entrei notei uma garota dormindo em uma mesa, decidi ignorá-la e procurar por algo para ler, quando percebi que a porta da sessão privada estava aberta, respirei fundo e olhei ao redor, como somente eu e a garota que dormia estávamos ali decidi entrar.
Assim que entrei vi um livro jogado no chão, o peguei e passei o olho rapidamente, não conseguia acreditar no que lia, senti um frio na espinha, o levei até a mesa, ali havia algumas informações sobre o vírus, pelo que li a doença parecia ter mais de 100 anos, os sintomas eram bem parecidos com os que alguns do castelo apresentaram e, a pior noticia, essa doença mata o bruxo, achei uma informação interessante, fixei o olho e no nome e sorri.
- Opala de Salazar na Borgin e Burkes... – fechei o livro – Interessante!
Peguei o livro e voltei a seção proibida, tinha intenção de apenas deixar o livro ali e me retirar, mas estar na seção proibida era algo que não poderia desperdiçar, sorri e olhei ao redor, depois comecei a procurar por informações que eu queria.
Comecei a vasculhar rapidamente as prateleiras, correndo e sempre atento a chegada de um ou outro, por sorte encontrei um livro com um título interessante, sorri e o apanhei, folheando-o rapidamente.

Artes Negras:

Maldições Imperdoáveis

As Maldições Imperdoáveis são feitiços que foram proibidos pelo Ministério da Magia por possuírem carácter maligno. As maldições foram proibidas logo após a queda de Voldemort, pois eram com essas magias que ele e seu grupo (os comensais da morte) cometiam os seus actos. O uso de tais maldições implica a prisão em Azkaban.

Maldições

Cruciatus

A palavra mágica para esta maldição é ‘crucio’, que significa cruz em latim. O significado original da palavra cruz é sofrimento, e é isto que a maldição causa: dores horríveis e torturantes que podem levar à loucura.
Para o feitiço funcionar: “Não podes só usar o Crucio, tens que querer fazer o oponente sentir dor!”

Imperius

O objetivo deste feitiço é o controle da mente. A palavra mágica para este feitiço é "Imperio" e vem de imperar, "controlar" em Latim. É exatamente este o efeito desta maldição: o controle da mente do oponente, fazendo com que a pessoa enfeitiçada obedeça por completo àquela que o enfeitiçou e aja contra a sua própria vontade. Através de treino é possível resistir a essa maldição, a arte da Oclumência auxilia bastante neste quesito.

Avada Kedavra

Avada Kedavra é caracterizada por um relâmpago verde que mata instantaneamente, sem causar dor. Não pode ser prevenido pelo uso de nenhuma poção ou contra-feitiço, e por isso é considerado um Feitiço Perfeito. Os médicos muggles nem sequer conseguem detectar a causa da morte e não existe proteção contra ele, embora dizem que um bruxo poderoso pode utilizar o feitiço ‘Protego’ contra esta maldição. Quem utilizar o Avada Kedavra em outro ser humano recebe pena de prisão perpétua, na prisão de Azkaban.
Esta Maldição tem origem da palavra Abracadabra, ou seja: "Desaparece deste mundo!".
Existe um feitiço antigo, 'Absolute Tutela', que protege contra esta maldição, fazendo com que aquele que atira não possa tocar ou conjurar qualquer feitiço contra o protegido, essa proteção pode ocasionar em uma ligação telepática e, possível, compartilhamento de habilidades, com aquele que tentou matá-lo.
Para realizar esse feitiço a pessoa tem que estar disposta a se sacrificar inteiramente pelo protegido.


Sorri e rasguei a página que ensinava como executar os feitiços e o feitiço de proteção contra a maldição da morte, depois deixei o livro de lado, me levantei e comecei a procurar por outro livro, corri de prateleira em prateleira, meu coração saltitava, ser encontrado ali não era, nem de longe, uma coisa boa, me aprofundei ainda mais na seção proibida, mas encontrei o que procurava, sorri e peguei o livro, alisei sua capa por alguns segundos antes de finalmente abri-lo, procurando pelos capítulos de meu interesse, passando o olho em algumas informações antes de rasgar as páginas que realmente me interesavam.

Segredos das Artes Mais Tenebrosas:

Horcrux

A invenção mais perversa da magia. Horcrux é a palavra usada para o objeto em que uma pessoa oculta parte de sua própria alma.
A pessoa divide sua alma, e esconde uma metade dela em um objeto externo do corpo. Porém não há necessidade de usar um objeto inanimado, uma criatura viva pode ser usada como uma Horcrux, embora seja arriscado confiar uma parte de sua alma em algo que pode se mover e pensar, independentemente do fragmento implantado da alma. Então, mesmo que seu corpo seja atacado ou destruído, a pessoa não poderá morrer, porque parte de sua alma continuará presa à terra, intacta.
Naturalmente, a existência sob tal forma é amaldiçoada e poucas pessoas recorrem a esse método. Dividir a alma é considerado um ato de violação, é contra a natureza, e só é possível dividir a alma com uma ação maligna: a suprema maldade de matar alguém, ou seja, matar rompe a alma.
Há fortes indícios que provam de que a primeira Horcrux foi criada pelo grande bruxo das Trevas grego Herpo, o Sujo, também responsável pela criação do Basilisco.

Criando Almas

O bruxo que deseja criar uma Horcrux usa essa ruptura da alma em seu proveito e encerra a parte que se rompeu com um feitiço, mas não simplesmente com um feitiço. Fazer Horcrux é um processo em que se desconhece todas as etapas. Talvez uma delas gire em torno da área de poções.

Destruição e Reversão de Horcruxes

Para se destruir uma Horcrux, precisa-se de algo tão poderoso e mortal, que a própria Horcrux não seja capaz de se recuperar. Amassar, rasgar ou amaldiçoar não funcionará. Veneno de basilisco (sendo que a única forma de cura conhecida contra o veneno de basilisco são lágrimas de fênix) é o método mais conhecido para destruí-la, além do perigoso procedimento de "derretimento mágico" propiciado pelo Fogomaldito. A Maldição da Morte parece ser capaz de destruir uma Horcrux, caso for viva.
A alma, da pessoa que produz uma Horcrux, fica instável. Para se unificar a alma, após feita alguma Horcrux, é preciso ter remorsos, arrependendo-se de tudo o que fez. Quando se tenta juntar a alma, a dor é tão insuportável que pode até fazer com que a pessoa seja destruída.
No momento em que o dono da Horcrux(es) falece o pedaço de alma passa com ele a um plano de transição, não presente em vida e nem de passagem a morte, mas sim um limbo. Inerte como um ser insignificante e inexistente, o bruxo fica a mercê de correr pelo plano vagando eternamente.


Rasguei as últimas três páginas que tinham ensinamentos sobre como criar uma Horcrux, depois folheei o livro em busca de mais feitiços interessantes, li sobre como executar a retirada de uma lembrança e guardá-la em um local, um frasco, por exemplo, rasguei a parte que explicava como executar aquilo também, depois decidi que devia voltar, parei em frente uma bancada e retirei um livro dela, aquele livro poderia me ser útil, sorri e o escondi em meio as minhas vestes, depois deixei a seção proibida, fechando a porta para que nenhum outro aluno tivesse acesso a ela, voltei a encarar a garota que ainda dormia, sorri e deixei a biblioteca, tinha conseguido informação suficiente e não tinha porque me manter ali.
Assim que deixei a biblioteca decidi que, antes de qualquer coisa, iria atrás de informações sobre a epidemia, ela era perigosa e queria saber como criar uma cura, pessoas importantes para mim estavam envolvidas naquilo. Pensando naquilo comecei a caminhar, me afastando da biblioteca.


Narração ɸ ɸ ɸ Robert




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Sab 07 Jun 2014, 16:34


Biblioteca

....................................second part.....................................



Roupa:
http://www.polyvore.com/cgi/set?id=124356928&.locale=pt-br
Saí da minha comunal ainda meio dolorida e fui para a biblioteca. Levei um pergaminho, minha pena e meu tinteiro. Sentei numa mesa grande pensando nas coisas que aconteceram ontem e fui pensando em como iria para Godric’s Hollow. Minha intenção agora é não levar ninguém.

- Por que tive certeza que te encontraria aqui? – disse o garoto da Sonserina.

- Talvez por que eu seja bem previsível – disse e apontei para ele se sentar na minha frente. – Robert, qual é a sua relação com os comensais?

Falei encarando ele que se assustou com a pergunta inusitada.

- Não tenho relação com os comensais.

- Não minta para mim – eu disse – Você até me ofende mentindo. Eu prestei atenção no que aquela comensal falou. Vou reformular a pergunta, o que você tem que entregar para o Lorde das Trevas?

Vi a raiva em seus olhos.

- Não é dá sua conta – ele disse.

Eu ia questionar mais a ele porem Jack, James, Jéssica e Emily chegaram à biblioteca.

- Esta tudo bem aqui? – Jack perguntou parecendo ver a raiva nos olhos de Robert.

- Tá tudo ótimo – disse com um sorriso irônico para Robert - Não quero mais Linna nem Kath envolvidas nisso.

- E quem mais vai chamar? – Emily perguntou se sentando ao lado de Robert.

Esperei que todos se sentassem e disse.


- Ninguém, é perigoso para todos nós. – James disse – é melhor mantermos só quem esta aqui.

Assenti. Ficamos num silencio incomodo, por fim Robert disse:

- Temos que ir logo para Godric’s Hollow. Podemos aparatar para lá.

- Não sei aparatar – eu disse.

- Eu também não –  disse Jéss.

- Usem a rede de pó de Flú – Candyce disse.

- O que faz aqui? – perguntei – quer dizer não sabia se você viria, estava achando que você desistiu.

- E desisti, mas provavelmente vocês serão punidos com uma suspensão ou coisa pior. Vocês tem que fugir, de noite.

- Me encontrem mais tarde aqui, vou planejar tudo certo. Meu plano de ontem deu errado e Emily, Linna, Kath e a diretora saíram feridas. – eu disse e me levantei – vou estar aqui as três.

Fui para os jardins pensar um pouco porém fiquei lá até que desse o horário e então voltei para a biblioteca, com o plano em mente.
Todos estavam lá. No mesmo lugar.

- E então? – Jéss disse.

- Se formo pegos novamente seremos expulsos daqui, eu pensei assim, depois do jantar todos vamos para o banheiro feminino abandonado e lá Candyce vai ajudar eu, Jéss e James a chegarmos numa passagem para usar o pó de flú, Robert pode levar Emily e Jack?

Ele assentiu e eu continuei.

- Temos que ser rápidos Alexia não pode sonhar que estamos planejando fugir.  Vamos amanha pode ser?

Perguntei e eles reponderam.


Legenda

Narração / Minha fala / Emily / Robert / James / Jéssica Hale / Candyce / Jack



Just come to make me feel alive
♛ - 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Jéssica H. Blackmoon em Sab 07 Jun 2014, 19:22

Tramando !
Com:Eu James Marie Robert Emily Jack ; humor: ansiosa; vestindo Thanks Maay; From TPO



Caminhava em direção da biblioteca, queria falar com todos a respeito de tudo que acontecera no dia anterior. A pesar de ter ficado em minha comunal desde deixara Marie acompanhada de James na ala hospitalar, practicamente não pregara o olho. Todas as cenas da "aventura" vinham a minha mente, eu tentava digerir nosso encontro com os comensais. Aquela suspeita que Marie semeou dentro de mim e que, de fato , tinha muito sentido.

Cheguei a procurar Robert pela manhã, mas como era de se esperar ele sabia muito bem desviar-se de encontros que podiam causar um ligeiro incomodo. Obviamente, eu não ia deixar isso quieto, pelo contrário, ia esperar encontrar-lo sozinho e assim questiona-lo sobre sua relação com os comensais e o tipo de negócios que ele tinha com os servidores do Lord das Trevas. Mas agora não era o momento de encurralar um sonserino e sim achar uma cura. Em minha mente podia relembrar o estado que se encontravam meus amigos em St. Mungus. Teríamos que ir a Godric's Hollow e tinha que ser hoje.

Me deparei com um grupo de jovens que seguiam o mesmo percurso que eu, eram: Jack, James e Emily. Eu acenei para eles e Jack me perguntou:

-Oi Jés, você viu a Marie ?

- Ou o Robert?- Indagou Emily quase ao mesmo tempo.

Menei a cabeça em negativa. - Não gente, justo estava indo procurar na biblioteca...Sabe como é...É o esconderijo dos corvinos. - Falei com um sorriso.

Seguimos então para a biblioteca e parece que tudo estava ao nosso favor, justo os dois procurados se encontravam cochichando numa mesa ao fundo da seção de herbologia, era notavel que o clima não estava muito amigável entre eles, escutei a voz da corvina se exaltar e então Jack se aproximou :

- Esta tudo bem aqui?

Marie respondeu que estava tudo ótimo, mas eu sabia que ela estava tentando sacar informações de Robert, coisa que eu também ansiava fazer. Ela rapidamente desviou o tema mencionando que não gostaria que Linna e Kath continuassem na busca. Concordamos, já estava perigosa demais a missão e particularmente, eu já achava que erámos muitos.

Puxei uma cadeira de carvalho e então me sentei com o resto deles, era a hora de traçar um plano. Era meio difícil eu podia sentir que alguns queriam fazer tudo sozinhos, na verdade eu também queria bater em Godric's Hollow por minha conta, mas sabia que era necessário um reforço e se era para se encrencar por uma boa causa, que fosse com os amigos.

Robert deu fim a meus desvaneios quando concluiu:
- Temos que ir logo para Godric’s Hollow. Podemos aparatar para
"Hello , Robert ! Nem todo mundo sabe aparatar !".

Marie disse o obvio , que não sabia aparatar. Emendei com ela: - Eu também não

Nesse momento apareceu Candyce não sei daonde, sugerindo que usássemos pó de flú.

- O que faz aqui? – pergunteu Marie, um pouco suspresa, tentando disfarçar uma ligeira irritação:
– quer dizer não sabia se você viria, estava achando que você desistiu.

- Eu desisti, mas provavelmente vocês serão punidos com uma suspensão ou coisa pior. Vocês tem que fugir, de noite. - Falou a menina.

- Candyce, suspensão é a menor das minhas preocupações agora sabe, mas de fato, pó de flú pode ser a solução...Teríamos então que escapar para Hogsmead primeiro - Comentei para eles.

Emily sugeriu que nos reunissemos de novo em algumas umas horas até que elaborássemos um plano decente. Ela saiu junto com alguns deles. Eu continuei na biblioteca, queria falar com Robert, mas ao parecer Emily não ia sair de seu lado tão cedo... Revisei alguns livros enquanto maquinava como sair sem ser vistos do castelo; Digo, Robert e Emily eram monitores, isso já era um ponto a favor da gente, certo ? Agora a coisa era passar pelos portões e depois... Nesse momento vi Marie voltar junto com o resto do grupo:

- E então?- Questionei a loira.

A garota esperou que todos se acomodassem outra vez em torno da mesa e então com um tom de voz mais baixo disse:

- Se formo pegos novamente seremos expulsos daqui, eu pensei assim, depois do jantar todos vamos para o banheiro feminino abandonado e lá Candyce vai ajudar eu, Jéss e James a chegarmos numa passagem para usar o pó de flú, Robert pode levar Emily e Jack?

Sinceramente eu não gostava nada da idéia de dividirmos o grupo outra vez, mas achei que fosse o melhor, afinal, se algo desse errado para um dos grupos o outro ainda poderia conseguir fugir e dar continuidade com a missão.

- Temos que ser rápidos Alexia não pode sonhar que estamos planejando fugir.  Vamos amanha pode ser?

Pensei alguns intantes e então sugeri: - Não sei não, Marie, temos que ir o quanto antes...E que tal essa noite ?





[/color]


Última edição por Jéssica Hale Blackmoon em Dom 08 Jun 2014, 02:17, editado 2 vez(es)




Jéssica Hale L. Blackmoon
Cause I am a champion
and you're gonna hear me roar!

MONITORA :3 
Grifinória
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Grifinoria
Time: Harpias de Holyhead

Jéssica H. Blackmoon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Emily R. Watsgrint em Sab 07 Jun 2014, 20:55

Bolando o plano...




Emily + Jessica + Robert + Jack + Marie + James



Emily caminhava pelos corredores, procurava por seu namorado. Após tudo aquilo, sabia que ele estava escondendo algo, estava com medo de que Robert estivesse trabalhando para o Lord, as palavras de Annabell voltavam a sua mente toda vez que lembrava de seu amado. Sesu pensamentos foram cortados quando sentiu alguem lhe abraçar.

- Fiquei sabendo de tudo que voces fizeram! Seus loucos - Falou enquanto Emily se voltava para ele.

- Jack! Fazia tempo que nao conversamos! - Emily falou continuando abraçada a Jack

- Voce esta bem ne?

- Estou! Claro - Falou sorrindo

Emily e Jack voltaram a andar, a menina foi contando cada passo da aventura vivida, para seu melhor amigo. Comentou sobre o que Annabell havia dito, Jack ficou incomodado e igualmente a Emily, duvidoso. Os dois agora procuravam por Robert, queriam que ele esclarecesse aquilo. Estavam no corredor do terceiro andar, era o ultimo andar em que Emily iria ver se encontrava Robert.

- Ems! - James falou correndo ate ela - Sabe onde Marie esta?

- Estou a procura do Rob, mas se quiser vir com a gente, vai que achamos ela no caminho!

James sorrindo afirmou com a cabeça e em seguida começou a andar com Jack e Emily, estava prestes a entrar na biblioteca quando Jessica apareceu , perguntamos sobre Marie e Robert, mas a menina comentou que também estava a procura deles. Assim que entraram na biblioteca, por sorte deles, os dois que procuravam estava la, de cochichos e segredos. Emily olhou para Robert, suas expressões estavam frias e raivosas, pensou que Marie estava querendo saber o mesmo que ela.

- Esta tudo bem aqui? - Jack perguntou se aproximando dos dois na mesa

Marie lhe confirmou que estava tudo bem, sua expressao mudou de seria para feliz. Emilye achou super estranho mas nada comentou, Robert ainda estava serio, Emily caminhou ate seu lado, se sentou na cadeira e lhe deu um beijo no rosto, Robert ficou pasmo por ver que Emily nao estava lhe dando gelo por ele estar escondendo algo. Emily enquanto procurava por ele, pensou melhor e decidiu pegar a erva primeiro e só depois de toda a confusao se acalmar, por Robert contra a parede.

- Temos que ir logo para Godric’s Hollow. Podemos aparatar para lá. - Robert falou seriamente

- Não sei aparatar
- Marie comentou e outras pessoas concordaram com ela

- Usem a rede de pó de Flú – Candyce disse aparecendo misteriosamente do nada

- O que faz aqui? quer dizer não sabia se você viria, estava achando que você desistiu.

- E desisti, mas provavelmente vocês serão punidos com uma suspensão ou coisa pior. Vocês tem que fugir, de noite.

Candyce naquela hora tinha bastante razao, ja estavam encrencados por causa do ocorrido na loja, nao queriam mais punicoes do que iriam levar da Alexia. Todos se olharam, a noite era perigoso, mas o unico jeito e pó de flu seria o ideal. Era claro que Marie se sentia culpado pelos feridos da noite passada, saiu para dar uma volta pelo jardim, queria pensar direito no que fazer. Emily ficou com Robert na biblioteca, Robert nervoso esperando que Emily perguntasse algo, mas apenas ficou fazendo carinho em sua mao, num silencio profundo.

Emily estava com medo da resposta de Robert e triste por ele nunca ter lhe contado. Se perguntava no que mais ele mentiu e escondeu. Jessica ficou la e Jack  e James tambem, eles nao paravam de conversar enquanto Robert e Emily se mantinham em silencio. Um tempo depois Marie voltou e voltou a falar

- Se formo pegos novamente seremos expulsos daqui, eu pensei assim, depois do jantar todos vamos para o banheiro feminino abandonado e lá Candyce vai ajudar eu, Jéss e James a chegarmos numa passagem para usar o pó de flú, Robert pode levar Emily e Jack?

Robert afirmou, iriam ser entao duas viajens de pó de flu para Godric's Hollow, iriamos nos encontrar la. Emily nao achou a ideia ruim, apesar de estar bastante nervosa.

- Temos que ser rápidos Alexia não pode sonhar que estamos planejando fugir.  Vamos amanha pode ser?

- Não sei não, Marie, temos que ir o quanto antes...E que tal essa noite ?

- Nao sei, hoje ou amanha, para mim nao faz diferença!
- Falou enquanto continuava a acariciar a mao de Robert sem se quer olha-lo








Emily Watsgrint
Robb
 
Monitora Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 23
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

Emily R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por James C. Armstrong em Sab 07 Jun 2014, 22:06

Planejando
James - Emily - Candyce - Marie - Nicholas- Robert - Pensamentos



Estavamos todos na biblioteca a espera de Marie, na esperança de que ela tivesse um plano. Quando olhei para a porta da biblioteca vi ela entrando, deixei escapar um sorrisinho encantado quando ja apareceu falando o plano.

- Se formo pegos novamente seremos expulsos daqui, eu pensei assim, depois do jantar todos vamos para o banheiro feminino abandonado e lá Candyce vai ajudar eu, Jéss e James a chegarmos numa passagem para usar o pó de flú, Robert pode levar Emily e Jack?

Afirmei com a cabeça de que havia entendido todo o plano, ela voltou a falar nos avisando que iriamos amanha, mas Jessica discordou, preferia que fosse hoje a noite. Concordei com Jessica, estava afim de pegar aquela erva o mais rápido possível. Emily pareceu estar nem ai para o dia, em seu olhar dava para ver que ela tinha assuntos nao resolvidos com Robert, já que mal o olhava. Voltei a olhar Marie, sempre me fazia bem olha-la.

- Precisamos de pó de flú nao?





[/color]



James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Dom 08 Jun 2014, 01:59


Detalhes e mais Detalhes

....................................**.....................................



Roupa:
http://www.polyvore.com/cgi/set?id=122839480&.locale=pt-br
Jéss queria que fossemos hoje, para Emily tanto faz o dia.

- Jéss não podemos ir hoje – falei  - Alexia pode rondar a escola hoje. Vamos amanha eu pelo menos acho mais seguro.

Passou um tempo em silencio, todos pareciam estar processando a ideia, Jéss finalmente aceitou que fossemos amanha.

- Precisamos de pó de flú ou não? – James perguntou olhando para mim. Eu sorri e respondi.

- Sim – eu disse pegando um pacote com um pó meio cinza meio verde e o joguei na mesa – tá ai o pó de Flú.

- Mas como conseguiu tão rápido? – Jack perguntou.

- Eu não fui para só para os jardins pensar numa boa estratégia, dei uma escapulida para Hogsmeade e comprei. Espero que seja o bastante.

- Isto aqui dá e sobra – Robert disse.

- Que bom. – disse.

Senti que eles perceberam minha grosseria com Robert, mas minha sensação de medo era maior que tudo, estava com medo de ele ser um deles e arruinar qualquer chance de salvar meu amigos. Ou talvez seja só paranoia da minha cabeça. Depois que Emily, Robert, Jack e Candyce saíram Jéss e James sentaram-se na minha frente e eu disse:

- Ele disse que não tem nada a ver com os comensais – disse encostando-me – mas depois o questionei sobre a tal encomenda que ele tinha que entregar ao lorde das trevas e ele disse que não era da minha conta. E realmente não é, mas se de alguma forma isso nos por em perigo?

- Eu já não acho mais que seja uma paranoia – disse Jéssica.

– Você acha que ele tem algo a ver mesmo? – James perguntou

- Com os comensais? É quase certeza. – disse meio convicta.

- O lorde das travas quer alguma coisa que só o Robert pode entregar, temos que tomar cuidado.  – James disse e eu e Jéss assentimos.

- Eu vou mandar uma carta para a Ju, avisando sobre o que aconteceu e o que vai acontecer. – disse – eu vou pra comunal, nos vemos depois Jéss.

A abracei e sussurrei em seu ouvido para que mantivesse os olhos e os ouvidos abertos. Ela assentiu então James e eu saímos da biblioteca.


Legenda

[center]Narração / Minha fala / Emily / Robert / James / Jéssica Hale / Candyce / Jack



Just come to make me feel alive
♛ - 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Biblioteca

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum