Postadores do Mês
James
1º Lugar
Jennifer
2º Lugar
Chad
3º Lugar
Ben
4º Lugar
Últimos assuntos
» Registro do Espelho do Destino
Qua 19 Abr 2017, 12:11 por Petra Kim DiNozzo

» Produtos
Ter 28 Mar 2017, 21:13 por Petra Kim DiNozzo

» Interior da Floresta Negra
Qui 16 Mar 2017, 23:00 por Circe, o Basilisco

» Cela 32
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Robert S. Winchester

» Entrada de Azkaban
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Circe, o Basilisco

» Escritório
Qui 16 Mar 2017, 14:41 por Emily R. Watsgrint

» Campo de Quadribol
Seg 13 Mar 2017, 16:18 por Isabella F. Highmore

» Corredores do Quinto Andar
Dom 12 Mar 2017, 22:27 por Emily R. Watsgrint

» Pedidos do RPG
Dom 12 Mar 2017, 21:28 por James C. Armstrong

Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 42 em Ter 17 Jun 2014, 19:05
Parceiros 2/44

Jardins de Hogwarts

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Jardins de Hogwarts

Mensagem por Vira-Tempo em Sex 03 Jan 2014, 13:10

Relembrando a primeira mensagem :



Jardins de Hogwarts



Os Jardins de Hogwarts ocupam uma grande parte dos terrenos do castelo, sempre bem cuidados, os jardins são um dos lugares mais belos da escola. Sua vegetação varia bastante, tornando cada lugar diferente do outro. Os jardins são bastante visitados pelos alunos, sendo um lugar perfeito para descansar e interagir com outros alunos nos horários vagos.

avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Vira-Tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Convidado em Seg 23 Jun 2014, 00:07


Caminhando

Christopher Van Heusen






Sai do campo de quadribol e fui em direção aos jardins de hogwarts.Fiquei surpreso ao ver aquele lindo jardim não imaginava que seria tão bonito.

Logo ali perto haviam alguns alunos conversando e estudando, nos ultimos dias não teve aulas por causa da epidemia e alguns alunos estavam doentes e para a situação não se agravar suspenderam as aulas.

Depois de adimirar aquele belo jardim sai continuando a minha caminhada.






Post: 000 ~ Clothes: url here ~ Lyrics: Name here ~ Notes: here baby, here~
Thanks, Lollipop @ Sugaravatars



Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Candyce R. Watsgrint em Sab 04 Out 2014, 22:59


  Com:Ninguém Onde: Jardins de Hogwarts

Fuga

 Roupa:
Spoiler:

Após muito tempo pensando e sofrendo em meu quarto desci as escadas correndo e chorando tudo que pude chorar e por para fora. Depois de passar sem que ninguem me visse finalmente passo pelos corredores e assim pelo portão principal.

Quando finalmente passei fui em direção ao Lago Negro e me deitei no gramado e fiquei pensando em tudo que me aconteceu até agora, sobre o que sinto, sobre o que quero fazer e não fazer, e finalmente algo vem a minha cabeça um lugar onde realmente fosse a minha vontade e tivesse algo haver comigo.

Decidi que deveria usar o salgueiro lutador e ir para um endereço que me  foi dado a muitos meses atras e assim o fiz. Me direcionei as jardins do castelo e enfim tomei coragem de ir e assim passei pelo salgueiro e saio dali.


Narração # Minhas Falas # Pensamentos # Falas Mari # Falas Alexia # Falas Ems # Falas Nicklaus # Falas Rob # Falas Maxxie  # Outros # Falas Chad # Falas Edward # Falas Panda

Thanks @Lilah for CG


Mionet and Marauders
Fantasma
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Candyce R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Milena M. Ackles em Dom 26 Out 2014, 22:17


Um grande amigo

Descendo as escadas para ir até os jardins de Hogwarts, com um mau humor jamais sentido por mim, senti pontadas que pareciam facadas em minha barriga, aquela cólica estava me matando, sentei me num dos degraus para tentar diminuir a dor, olhei ao fim da escadaria um aluno sonserino que ia em direção ao Jardim também, me levantei e continuei a descer as escadas, ao me aproximar do garoto, ja do lado de fora de Hogwarts, consigo ver quem é, e para minha surpresa:
- Robert!!! Quanto tempo!
Robert se vira para ver quem é. Corri até ele e lhe dei um abraço que quase o fiz cair.
- É mesmo... - sorriu, mas estava meio quieto, parecia estar relembrando de tudo que havia feito durante esse periodo fora de Hogwarts - Tudo bem?
- Sim... quer dizer mais ou menos - disse ao lembrar da cólica e dos problemas com Jack e Dylan, mas deixei quieto, Rob deveria ter muitos problemas dele, não precisava se preocupar com os meus, então disse - Senti saudades! Eai? alguma novidade?
Sorri e ele responde...

Narração
Minhas Falas
Falas de Rob






Milena Missae Ackles

 
"Um Choro Fraco Mostra Um Momento de Dor"
♥️ Ou Muitas Vezes a Esperança de Um Grande Amor... ♥️
Grifinória
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Grifinoria
Time: Harpias de Holyhead

Milena M. Ackles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Alyssa V. Hoff em Seg 27 Out 2014, 10:44






Chegada/Ida as Aulas


Quando aparatamos estávamos no jardim. Estava passando mal por ser a primeira vez que aparato. Suh passou a mão em minhas costas.

-Obrigada por tudo Suh!.-falei a abraçando.-Tenho que ir as aulas, quando precisar de mim envie outra coruja!.-falei a abraçando e correndo para dentro do castelo.

-Até mais pequenina!.- foi o que pude ouvir antes de entrar.

Ao adentrar vejo alguns alunos passarem com os livros e corro para buscar os meus e ir em direção a aula de Herbologia e em seguida de Voo as últimas que faltavam.

Narração
 Eu x  Pensamentos  
Outros x Professores

Com: Editora Chefe; Humor: Curiosa e Tensa; Vestindo;
   




Alyssa Vendramini Hoff
Gryffindor Pride Forever :: Sister Of Thomas ::
all rights reserved to thaís
Fantasma
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Morcegos de Ballycaste

Alyssa V. Hoff

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Sutton R. Watsgrint em Seg 27 Out 2014, 10:50

Despedida/Bons Pensamentos
Jardins de Hogwarts | Radiante|
Spoiler:

Aparatei com Aly e a vi passar mal e passei minhas mãos nas costas dela e a ouvi falar:

-Obrigada por tudo Suh!Tenho que ir as aulas, quando precisar de mim envie outra coruja!. Disse ela e correu para entrar no castelo e assim digo:

-Até mais pequenina!. Foi a última coisa que pude falar

Ao ve-la entrar começo a pensar ''Boa menina, vejo bom futuro a ela''. Pude ver Milena e Robert e acenei para eles e lhes dei um olá e aparatei.

Minhas falas * Falas Aly * Falas Zachary * Falas Zackary * Enfermeira * Falas Julia * Annie * Maggie De Ville



Thanks Tiago © 2013








Suh


Mother Of Julie ♥️ Prophet Is My Life ♥️ Chilli



Thaks for Demetria @ MDD
St. Mungus MediBruxo
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 74
Casa:: Grifinoria
Time: Morcegos de Ballycaste

Sutton R. Watsgrint

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Alexia R. Watsgrint em Ter 28 Out 2014, 19:31




Bem no meio do jardim, há uma caixa de madeira antiga caida no chao. Ao abri-la, encontraras um sapo de chocolate, sem a carta que todos sempre querem. O sapo de chocolate pode dar apenas um pulo, mas esse com um feitiço feito por Alexia, pode dar quantos pulos quiser! Assim que abrirem a caixa, ao tentarem toca-lo, ele ira pular para longe. Tente pega-lo! Em cima da caixa se encontra o numero 5, afirmando valeu 5 pontos a tarefa.

Vale: 5 Pontos
OBS; Ganha o sapo de presente!
Resposta: Pegue o sapo
Obstaculos a serem descritos obrigatoriamente: Um buraco aonde ele entrou e varias tentativas erradas de pega-lo.

Post feitos apenas com a resposta, nao serao aceitos, tem que ter pelo menos 1o linhas. Se os obstaculos pedidos nao forem postados, o post sera anulado




Alexia Robb Watsgrint
Hogwarts Direção
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 78
Casa:: Corvinal
Time: Canhões de Chudley

Alexia R. Watsgrint
http://acciohogwarts.forumeiros.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Thomas H. Willian em Qua 29 Out 2014, 13:49


Quest Halloween


Depois de sair do salão principal Thomas resolveu dar uma volta pelos jardins de Hogwarts para conhecer a escola.

Chegando no jardins Thomas se deparou com uma caixa de madeira antiga caída no chão, foi até a mesma e a abriu, viu um sapo de chocolate e tentou pega-lo mas o sapo pulou para fora da caixa deixando o lufano um pouco espantado. Thomas tentou agarra-lo mas o mesmo se escondeu debaixo de uma toca, o garoto enfiou o braço dentro da toca para tentar pegar o sapo fugitivo. Quase o agarrou mas o sapo escapou entre seus dedos, na terceira tentativa de pegar o saltador de chocolate enfeitiçado o garoto conseguiu, tirou o braço da toca, se levantou e olhou de volta para a caixa de madeira e percebeu que a mesma estava com o número cinco o que significava que valia cinco pontos.

.:Legenda:.

Narração...eu...Linna



E agradeço a Lari ❥ por esse template.


Ronald Weasley
credits BG@
Lufa-lufa
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Lufa-lufa
Time: Morcegos de Ballycaste

Thomas H. Willian

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Robert S. Winchester em Dom 02 Nov 2014, 13:11



Uma Grande Amiga


Minha cabeça doía mais que o necessário, principalmente depois da discursão com Vick e o encontro com Emily, embora a ordem dos fatores não fosse exatamente estes, eu sabia que a raiva de Victória tinha fundamento, poucos no mundo iriam gostar de saber que o atual anda flertando com a ex, embora a culpa dela saber fosse mais minha do que de qualquer pessoa. Eu ainda me questionava o porquê de ter falado, mas naquele momento aquilo não importava mais, águas passadas não movem moinhos.
Eu encarava o castelo a alguns quilômetros de distância, não tinha certeza do porquê de estar ali, algo me fazia imaginar que, talvez, eu estivesse preocupado com Emily, não tinha ideia de qual o resultado do feitiço, mas sabia que poderia ser algo perigoso para ela, mas eu me forçava a acreditar que era por mera curiosidade sobre Circe, será que ela já havia regressado da missão que havia lhe dado, será que já se encontrava nos jardins de Salazar, embora eu não tivesse motivos para voltar em Hogwarts algo me fazia querer ir lá, na verdade, ainda havia pessoas a visitar ali.
Um meio sorriso apareceu, eu sabia que ir lá poderia me levar a outro encontro com Emily, ou a uma notícia pior, mas eu queria muito ir lá, talvez conseguisse cumprir minha promessa de dar um abraço em Julia, talvez eu não tivesse outra oportunidade, respirei fundo e aparatei direto para o campo de quadribol, ter prestado atenção na aula de história da magia finalmente se revelara útil.
Assim que pisei no campo uma onda de lembranças veio a minha mente, todos os voos que tinha realizado ali, sorri e, enquanto caminhava para fora do campo, fora relembrando cada manobra que já realizara ali, assim que me afastei um pouco do campo meu sorriso se desfez, passado era passado e enterrado era o melhor lugar para ele.
A caminho dos jardins eu parei abruptamente, ali não era mais meu lugar, Hogwarts e todos que nela estavam eram passado e não estavam mais presentes em meus planos para o futuro, aquele lugar não era mais meu lugar, tudo o que eu queria dali eu já havia conseguido, já tinha o basilisco em meu comando e logo todos os caçadores se curvariam a mim, assim como os comensais e todo o mundo bruxo, eu já não necessitava mais daquilo e o que a escola não me ensinara eu aprenderia sozinho, respirei fundo e quando já havia me decidido a abandonar aquele local o passado voltou a me fazer olhar em sua direção.
- Robert!!! Quanto tempo!
Me virei e encarei a garota que me chamara, ela correu em minha direção e saltou sobre mim, me dando um abraço que quase nos derrubara, aquilo fora quase engraçado, no momento em que havia decidido me virar contra o passado ele voltara a me abraçar.
- É mesmo... – sorri, realmente era verdade, fazia tempo desde que encontrara com Milena, embora não quisesse que aquele encontro tivesse ocorrido, não mais que o meu com Emily pelo menos, aquele encontro era diferente, meu sentimento por Milena eram diferentes, Milena era uma grande amiga, Emily um amor que eu tinha que esquecer, por mais difícil e complicado que fosse – Tudo bem?
- Sim... Quer dizer, mais ou menos... – ela parecia abatida com alguma coisa, mas eu não queria prolongar a conversa mais que o necessário, ser visto por mais gente poderia provocar um tumulto que eu queria evitar, ela sorriu e me encarou – Senti saudades! E aí? alguma novidade?
Aquela pergunta apareceu subitamente, assim como minha gargalhada, se eu contasse a Milena metade do que acontecera, será que ela manteria aquele sorriso em minha direção ou pensaria que eu era um monstro? Aquela era uma dúvida que eu não queria saber a resposta, apenas sorri e a encarei.
- Acreditaria se eu dissesse que não ocorreu nada durante o tempo que estive fora?
- Nem um pouco! – ela gargalhou.
Sorri, não sabia como meu sorriso tinha saído, mas pelo olhar dela talvez mais sombrio do que o necessário, talvez ela acreditasse se eu dissesse que iniciara aquela jornada matando duas pessoas durante a cerimônia de Zachary e Sutton, que fora capturado e torturado de maneira tão profunda que nem mesmo magia arrancara algumas das cicatrizes, que eu matara tantos trouxas e bruxos que faria os presos de Askaban parecerem criancinhas que machucaram os amiguinhos enquanto brincavam em um playground, que eu libertara um basilisco e o deixara solto dentro do colégio e que agora o utilizava para provocar chacinas em vilarejos trouxas, mas eu não tinha porque coloca-la a par disso, nada daquilo na verdade, então respondi com que achei mais sensato.
- Tenho tido uma vida agitada, caindo e me levantando, dormindo e acordando... Nada demais!
- Rob... – ela me olhou – Eu não sei o que é, mas não precisa me esconder nada, somos amigos... Pode começar me contando o que aconteceu com você depois que sumiu antes do casamento da Sutton e do Zachary...
Aquelas palavras me despertaram um pequeno sorriso, me lembrar do que ocorreu depois do casamento, depois que Victor e eu aparatamos, talvez não fosse algo bom, não o início pelo menos.

Lembrança:


Aparatamos em uma floresta, assim que aparatamos Victor me soltou e começou a andar em direção a uma cabana velha há poucos metros de distância, encarei a cabana por tempo suficiente antes de olhar ao redor. Aos meus olhos a floresta parecia ser muito antiga,  praticamente intocada, de alguma maneira eu sentia grande poder exalando dela, poder que de algum forma eu sabia que vinha sendo carregada por cada arvore da floresta há mais tempo que o próprio tempo, respirei fundo e fechei os olhos, um trouxa admiraria a beleza sombria daquele lugar, as altas e majestosas arvores, encobrindo a maior parte da luz, permitindo apenas pequenos feixes passarem por suas folhas, a neblina fria e fina por entre os trocos, o aroma da terra molhada, mas como bruxo, aquela sensação de poder ofuscava a beleza daquele bosque, ao fechar os olhos eu pude sentir a energia emanando de cada arvore, um poder puro e tão grandioso que fazia qualquer bruxo sentir que até mesmo o mais complicado dos feitiços pudesse ser realizado como se não fosse nada.
- Robert!
Aquela voz me despertou de meu transe, fazendo-me abrir rapidamente os olhos e encarar a direção de onde ela veio, o jovem moreno me encarava calmamente, um pequeno e arrogante sorriso no rosto, o cabelo mais comprido do que a última vez que tinha visto, a quase dois anos, eu comecei a caminhar em sua direção, embora não soubesse o porquê dele estar ali, reencontrar meu irmão adotivo após tanto tempo era uma coisa boa.
- Talisson! Que saudades irmão! – assim que aproximei o suficiente abri os braços para um abraço, mas no mesmo instante meu sorriso se desfez e a dor causada pelo punho em meu estomago veio, o encarei, a feição dele havia mudado monstruosamente, antes que eu pudesse assimilar o que estava acontecendo ele girou rapidamente o corpo me acertando um chute no rosto, o impacto fora tão forte que me arremessou três metros de distância.
Eu tentei me levantar rapidamente, mas a dor causada pelo primeiro soco me impedia, olhei na direção de Talisson apenas para ver a perna dele bater em minha barriga, uma, duas, três vezes, antes de um chute mais forte me forçar a rolar um pouco mais para trás, meu corpo doía e eu já cuspia sangue, eu tentava entender o que se passava, talvez fosse alguém com poção polissuco, mas quem poderia me atacar daquela maneira e qual o motivo para o ataque.
Eu o encarei, me afastando, me arrastando para longe, me apoiando em uma arvore próxima e me colocando de pé, a dor ao fazer aquilo fora imensa, mas eu precisava me colocar de pé, me reposicionar e contra-atacar aquele inimigo, ainda o encarava quando enfiei a mão em meu sobretudo e puxei a varinha, mas ele respondeu aquele movimento com uma gargalhada.
- Não seja tolo Robert Slykiller Winchester, não há nada de errado e nem sou outra pessoa. Sou eu, Talisson Ramon Tuckson, seu irmão e... O líder de toda família Tuckson perante os caçadores de bruxos!
Meu coração gelou, meu irmão estava ali, diante de mim, me caçando? Aquele pensamento me enfraquecia, me distraindo de tal modo que só notara que Talisson estava perto o bastante quando ele me chutara novamente, eu tentei apontar a varinha, mas fui pego por uma sequência de socos, eu tentava me defender, mas a velocidade e força dos golpes eram muito maiores que a minha, saltei para trás na tentativa de me afastar, mas Talisson girou o corpo me dando um forte chute no peito, fazendo com que meu corpo batesse contra a arvore, a dor fora tão grande que ao cair no chão eu acabara soltando a varinha,  eu já não via com clareza, minha visão estava embaçada e meu corpo dolorido, comecei a pensar onde poderia estar Victor, se estava perto, se viria até meu auxilio se eu gritasse, talvez ele também enfrentasse outro caçador, encarei Talisson, que voltara a me chutar, a dor não me permitia pensar, reagir, assimilar absolutamente nada, tudo era apenas dor, ele falou mais alguma coisa, mas eu já não conseguia distinguir as palavras, já não tinha forças nem mesmo para prestar atenção a dor, na verdade ela já não existia mais, eu já não sentia mais nada, foi então que, exausto, me entreguei a escuridão.
Não sabia quanto tempo havia ficado inconsciente, mas durante aquele tempo, de alguma maneira, Emily não saíra de meus pensamentos. Eu me sentia tonto, fraco, havia perdido meu senso de equilíbrio, comecei a abrir os olhos lentamente, sentia-me fraco, exausto, tentei mover meus braços, mas aquilo não me fora permitido, ergui os olhos na direção deles e vi que estava acorrentado a uma parede, olhei ao redor e comecei a sorrir, não estava acorrentado a uma parede e sim ao teto.
Tinha meu corpo pendurado a cerca de um metro do solo, sendo suspenso pelos braços que estava acorrentados ao teto, voltei a olhar ao redor, estava em uma sala completamente fechada, a não ser por uma porta, alguns metros a minha frente, a iluminação vinham de lâmpadas nos cantos da sala, por toda parede haviam inscrições e mais inscrições, eu não reconhecia a maioria delas e as que eu reconheciam das aulas que tivera em Hogwarts eram antigos símbolos usados para afastar o mal.
A porta se abriu, encarei o jovem entrar lentamente, arrastando uma cadeira pequena, de madeira, ela a colocou a alguma distância e, após fechara porta, se sentou, eu continuei encarando-o, ele me encarou de volta, sorrindo.
- Que cara é essa irmãozinho? Parece até que nunca me viu?
- Por que está fazendo isso Talisson? – resmunguei entre os dentes – Somos irmãos... SOMOS UMA FAMÍLIA!
- Somos? – ele gargalhou e se levantou da cadeira, começando a andar em volta de mim – Somos uma família Robert? – ele desferiu um soco em uma de minhas costelas, aquilo me fez urrar de dor – Okay!... Então responda-me... Onde você estava quando os caçadores ressurgiram e acusaram nosso amado pai de traição? – ele desferiu outro golpe, mais forte e afiado desta vez, em minha barriga – Onde estava quando nossa casa, a casa que eu cresci fora incendiada? – o soco desta vez foi em minhas costas, senti o gosto de sangue subir a boca – Onde estava quando o puniram como puniam aos bruxos? – dessa vez veio três ou quatro socos, a dor fora forte demais para segurar um grito – Onde estava quando nossa mãe fora implorar aos seus amigos bruxos por ajuda e eles pegaram ela para tentar descobrir onde era o esconderijo dos caçadores? – desta vez um chute acertou minhas costelas, um estalo quase me fez desmaiar, mas Talisson impediu isso jogando um balde d’água sobre mim - Onde estava quando eu fui preso e torturado por dias? – embora eu esperasse por um golpe, desta vez ele não veio, Talisson voltou a se sentar em seu banco – Os bruxos fizeram tantas coisas, lançaram tantos feitiços em nossa mãe que ela sequer consegue distinguir a realidade de seus pesadelos... – ele me encarou -  Então, irmãozinho, eu voltei as minhas origens, eu me tornei aquilo que nascera para ser, o líder do nosso clã e um caçador, por isso te localizei, para que você pudesse me fazer um último favorzinho, irmão!
- Te... – eu balbuciei, estava exausto e a dor me dominava mais do que eu poderia querer – Te matar e unir sua alma podre ao resto da família?
Talisson me encarou, um sorriso apareceu em sua face, depois ela se transformou em pura ira, ele se levantou e apanhou o banquinho que estava sentado, depois o quebrou em minha cabeça, naquele instante eu voltei a desmaiar.
Quando meus olhos voltaram a se abrir eu sentia-me exaurido, mal tinha forças para abrir os olhos, Talisson estava apoiado na parede, assim que ele me viu ele caminhou em minha direção.
- Desculpe eu ter deixado a ira me dominar irmão, fora mais forte que eu... – ele falou e sorriu – Eu cuidei da maioria de seus ferimentos, afinal, ninguém quer que você morra não é mesmo? – ele sorriu e me forçou a encara-lo – Agora, vamos continuar com nossa conversa... Onde eu estava? – ele me soltou e voltou a dar voltas ao meu redor – Ah, é claro! Me diga, irmãozinho, como entrar em Hogwarts! – aquelas palavras me fizeram arregalar os olhos, ele sorriu – Sim, você ouviu perfeitamente, eu pensei e pensei, o que seria melhor do que ferir onde eles sentiram mais dor? O que afetaria mais a sociedade bruxa do que matar todos os jovens estudantes da tão renomada Hogwarts? – ele me encarou, sorri e voltei a encará-lo.
- Me mate Talisson... – minhas palavras vinham com gosto de sangue – Não vai descobrir muito de mim...
Ele me encarou, sorriu, respirou fundo e voltou a me socar, a cada soco e chute ele repetia a pergunta, eu sempre respondia de maneira a lhe deixar mais e mais furioso, talvez, com um pouco de sorte ele me matasse e aquilo se encerraria. Mas eu não tive sorte, nem naquele dia, nem nos que decorreram, tornara-se um fluxo simples, ele chegava, me torturava, repetia a mesma pergunta, voltava a me torturar e depois ia embora, assim que ele ia embora algum mecanismo descia as correntes até o chão, o que me permitia encolher os braços, doloridos e contar os hematomas e ferimentos, ao fim de cada dia eu me perguntava onde estava Victor, talvez em algum lugar como aquele, talvez em algum lugar pior, talvez morto.
Eu começara a perder as esperanças, não tinha como sair dali, não havia como fugir, eu já não comia mais a comida que largavam no canto da sala, me sentia cada vez mais fraco, até que aquela manhã.
- Hoje tenho boas notícias para você! – Talisson abriu a porta sorrindo – Na bela noite de ontem meus encarregados conseguiram um presente e tanto... – eu o encarei em silencio, fazia dias que nem mesmo as respostas irritantes eu tinha animo para dar – Ontem eles encontraram uma garota, do mesmo castelo que você... – o encarei - E acredito que ela me dará respostas, que bom não é mesmo? Agora suas seções duraram menos... – aquilo não poderia ser verdade, quem eles havia encontrado, como haviam conseguido, o encarei, não tinha forças, mas balbuciei o que considerava mais importante.
- Quem... Nome?
- Isso importa? – ele sorriu e começou a minha “seção”, após o fim dela e se direcionou até a porta, assim que se preparava para fecha-la ele me encarou – Talvez você conheça a garota, o nome dela é Emily.
Ele disse e sorriu, enquanto fechava a porta, aquilo não poderia ser verdade, como eles conseguiram pegá-la, meu coração acelerou, eu tinha que fazer alguma coisa, Emily morreria nas mãos daquele louco, se ela não contasse nada passaria pelo que passei e se contasse ambos nos tornaríamos dispensáveis, eu não poderia deixar aquilo acontecer, respirei fundo e encarei a vasilha de comida, talvez tudo o que eu precisasse fosse de um movimento certo, um pouco de sorte. Nada mais importava, minha vida, Hogwarts, absolutamente nada, mas uma coisa era certa, Emily não morreria ali.
Durante todos os dias que se seguiram, no momento em que as correntes eram puxadas, erguendo meu corpo a um metro do chão, daquele momento, até o momento em que Talisson abria a porta, eu erguia e descia meu corpo, forçando meus braços e abdômen, utilizando a corrente como barra, durante as minhas “seções” eu comecei a passar pequenas e falsas informações sobre Hogwarts, de modo que os socos e chutes diminuíram gradativamente, assim que Talisson saia e as correntes eram baixar eu me alimentava, fazia agachamentos e flexões, embora dormisse quase nada e vivesse a beira da exaustam, eu fortalecera meu corpo de modo que os socos de Talisson já não fazia metade do efeito que faziam antes.
Finalmente chegara a hora, eu só esperava que Emily ainda estivesse em condições de ser salva, aquele pensamento me deixou irado, eu passara aquela noite acordado, planejando e revendo o planejamento enquanto dobrava a bandeja de metal na qual eles mandavam a comida até que ela passasse por um dos elas da corrente, no momento em que as correntes começaram a ser puxadas de volta ao teto, indicando que um novo dia se iniciara, eu sorri.
Assim que a corrente começou a ser puxada para cima eu rapidamente enfiei a bandeja amassada em um elo, assim que chegou a vez daquele elo ser puxado para o teto a bandeja o impediu de entrar no pequeno buraco onde as correntes eram sugadas, aquilo vez com que o mecanismo forçasse a corrente a entrar e aquela força rompeu um elo, eu sorri e forcei o elo, deixando-o de modo que aulquer esforço o rompesse, depois, quando a corrente fora toda puxada, pendurando-me, sorri e encarei a porta, não demorou muito para que Talisson a abrisse e sorrisse ao me ver pendurado.
- A garota... – perguntei antes que ele dissesse qualquer coisa – Ainda está viva?
- Que gracinha, se importando com os outros... – ele me encarou – Bom, depende... Vou descobrir como entro em Hogwarts hoje?
- Em breve vai descobrir é que som fazem seus ossos quando se quebram!
- Entendo... – ele sorriu e retirou uma faca das vestes – Entendo... Talvez sua namorada na sala ao lado seja mais cooperativa.
- Sabe Talisson... - no momento em que disse isso eu sorri – Não dessa vez.
Ao dizer aquilo eu forcei meu corpo para baixo, fazendo com que o elo rompido soltasse a corrente, assim que pousei no solo eu girei os braços, acertando o rosto de Talisson, fazendo-o soltar a faca, desta vez ele estava sendo pego de surpresa, eu voltei a girar o braço, acertando-o na costela com o que sobrara das correntes, aquilo o desequilibrou, eu girei meu corpo e lhe desferi um chute que o fez cair para fora daquela sala, assim que ele caiu e corri até a faca e, com ela em mão avancei sobre ele, ele tentou se levantar, mas eu o chutei e ergui o braço segurando a faca, assim que comecei a desce-la, em direção a Talisson, ouvi uma voz conhecida.
- NÃO FAÇA ISSO ROBERT! - minha mão parou a centímetros de Talisson, olhei na direção da voz e não consegui acreditar no que via, ele me encarou – Ele foi obrigado a fazer tudo aquilo!
- Por quem? – perguntei voltando a encarar Talisson.
- Por mim!
Assim que ouvi aquelas palavras saindo da boca de Victor eu permiti que a faca caísse, o que estava acontecendo ali, nada daquilo fazia sentido, então Victor lançou um feitiço sobre mim, me desmaiando.


Encarei Milena, não tinha como contar o que acontecera, então sorri.
- Não importa o que aconteceu... Importa é que estou aqui agora... – sorri – Mesmo que não seja por muito tempo...
- Pretende ir novamente, mas...
- Mi... – eu sorri e segurei em seu ombro, ver aquele rosto amigo sorrindo me mostrou que talvez não fosse hora de abandonar Hogwarts, talvez outra mudança em meus planos fosse necessária, sorri abertamente – Infelizmente eu ainda não posso voltar para Hogwarts, nem ficar muito tempo, mas prometo que logo voltarei... Mas posso lhe dizer que também senti saudades... – olhai ao redor, outros alunos começavam a apontar longinquamente, retirei a varinha das vestes e apontei para o chão – Em breve venho fazer uma visita com mais tempo... Prometo! – eu sorri e dei um abraço em Milena, assim que me soltei me afastei alguns passos – Fumus!
A fumaça preta inundou o lugar, aproveitei aquilo e me afastei dali, voltando o mais rápido que pude e sem ser visto por ninguém, para o campo de Quadribol, assim que entrei dentro dele olhei na direção onde Milena estava, havia alguns alunos ao redor dela, provavelmente devido a fumaça que só se dissipava agora, sorri e olhei na direção do castelo, embora fosse arriscado se esgueirar por ali durante o dia, talvez eu não tivesse outra oportunidade, respirei fundo e, evitando ser visto, me direcionei ao castelo.




   
   
   
Legenda:

Narração   ɸ ɸ ɸ Robert S. Winchester ɸ ɸ ɸ Milena Missae




ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Jason Phoenix Malkock em Sab 22 Nov 2014, 14:46






Tranquilizando a Mente


Era mais um dia em Hogwarts que se iniciava, final de semana, estávamos livres para aproveitar o dia, e como eu iria fazer aquilo?Ainda não sabia, mas sabia de uma coisa, queria apenas relaxar o corpo, e tranquilizar a mente e a alma, esquecer dos problemas e do dia-a-dia em Hogwarts, mas onde eu iria fazer aquilo? Me lembro uma vez, do meu tio me falando sobre um ótimo lugar para relaxar, era os Jardins de Hogwarts, e então me decidi, iria para lá.

Coloquei uma roupa qualquer, uma camisa preta, com gorro e uma calça jeans, tínhamos que ter certa liberdade de vez em quando, tirar aquela "farda escolar" e sai do Dormitório indo para os Jardins.

Chegando lá, vi algumas pessoas, desconhecidas de minha parte, e vários casais, melosos, eu iria segurar vela sem nem conhecer aquelas pessoas? Iria sim, pois queria relaxar e ao ver aquele local tive certeza de que meu tio dizia a verdade. Deitei na grama, debaixo de uma Laranjeira, onde, antes de deitar puxei uma Laranja. Já deitado via os casais se abraçando e se pegando, então peguei meu fone de ouvido minha banda preferida, Linkin Park, a música, a minha preferida, In The End e ali fiquei de olhos fechados esperando o dia passar, apenas relaxando.

In The End ♪♪♪♪



Sonserina
avatar

Jason Phoenix Malkock

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Julie V. Wanderwood em Sab 22 Nov 2014, 15:05

tagged: Jason♀  clothes: Aqui  ♀  ouvindo: Best of you – Foo Fighthers ♪

Heey  



Eu não estava muito afim de ir para a comunal, lá estava chato e monótono. Decidi ir para os jardins, havia tantos casais melosos e se agarrando que aquilo realmente me deixou incomodada mas nem Liguei, andei até achar uma sombra,  a primeira que eu avistei tinha um garoto loiro deitado com fones de ouvido. Me agachei perto de sua cabeça e tirei seu fone.

- Posso? – disse pedindo para fazer companhia ao garoto.

Coloquei os pacotinhos no chão e esperei uma resposta dele.





credits:○ masquerade girl by sugar avatars



Julie Wanderwood


“So love me like you do, lo-lo-love me like you do love me like you do, lo-lo-love me like you do touch me like you do, to-to-touch me like you do what are you waiting for?”
Monitora Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 19
Casa:: Sonserina
Time: Harpias de Holyhead

Julie V. Wanderwood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Jason Phoenix Malkock em Sab 22 Nov 2014, 15:15






Tranquilizando a Mente


A música estava maravilhosamente relaxante, abri meus olhos e abri a laranja, começando a come-la, cuspindo os caroços perto da árvore, diziam que era o melhor a se fazer, pois assim nasceriam novas e melhores laranjeiras.

Fechei meus olhos novamente, agora numa tentativa de cochilar um pouco ali, afinal a ultima noite foi a das melhores. Não demorou muito para que eles se abrissem novamente, senti alguém retirando meus fones de ouvido, e uma voz, feminina e suave veio até meus ouvidos, eu abri os olhos e me deparei com uma garota loira, linda, me perguntando se podia fazer-me companhia naquela sombra.

-Com certeza...- Disse, indo para o lado e vendo ela colocar alguns pacotinhos no chão e se sentar ao meu lado. Me viro para ela estendendo o braço -Prazer, Jason, Sonserina...- Me apresentei, já dizendo minha casa, assim poderia saber se ela era uma Lufana ou não.

In The End ♪♪♪♪



Sonserina
avatar

Jason Phoenix Malkock

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Julie V. Wanderwood em Sab 22 Nov 2014, 15:42

tagged: Jason♀  clothes: Aqui  ♀  ouvindo: Best of you – Foo Fighthers ♪

Heey  



- Prazer Jason, Sonserina – ele disse entendendo-me sua mão, logo após que eu sentei.

Sorri ao saber que o garoto além de bonito era sonserino, apertei a mão do garoto e me apresentei.

- Sou Julie, é bom saber que tem mais meninos em minha casa – disse e peguei a laranja de sua mão dei uma mordida, e lhe devolvi. – Faz quanto tempo que chegou em hogwarts?

Me encostei no tronco da arvore enquanto olhava para Jason, que tinha os olhos claros como o meu, loiro e bonito. Sorri e esperei sua resposta.






credits:○ masquerade girl by sugar avatars



Julie Wanderwood


“So love me like you do, lo-lo-love me like you do love me like you do, lo-lo-love me like you do touch me like you do, to-to-touch me like you do what are you waiting for?”
Monitora Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 19
Casa:: Sonserina
Time: Harpias de Holyhead

Julie V. Wanderwood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Jason Phoenix Malkock em Sab 22 Nov 2014, 15:50






Tranquilizando a Mente


Ela era Sonserina também, ou seja, além de Loira, Linda e Simpática(tá um pouco folgada), ainda era Sonserina, que maravilha, o dia estava começando a clarear para cima de mim.

-Que bom que temos garotas lindas como você na Sonserina...- Disse sorrindo, enquanto via ela morder minha Laranja e me devolver em seguida -Acho que faz 1 mês semana que vem, e você está aqui a bastante tempo?- Perguntei mordendo a Laranja e desligando a música do fone, dando 100% de atenção para ela.

Vendo-a me olhar e sorrir fiz o mesmo, enquanto me aproximava dela e sussurrava em seu ouvido -Não conta pra ninguém se não vão ficar com ciúmes, mas acho que você é a garota mais linda de Hogwarts...- Disse me afastando com um rápido selinho em sua bochecha.

In The End ♪♪♪♪



Sonserina
avatar

Jason Phoenix Malkock

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Julie V. Wanderwood em Sab 22 Nov 2014, 16:38

tagged: Jason♀  clothes: Aqui  ♀  ouvindo: Best of you – Foo Fighthers ♪

Heey  



- e você está aqui a bastante tempo? – antes que eu pudesse responder o vi se aproximar e dizer em meu ouvido - Não conta pra ninguém se não vão ficar com ciúmes, mas acho que você é a garota mais linda de Hogwarts... – antes de se afastar me deu um beijo na bochecha.

- Eu entrei em Hogwarts no começo do ano – eu disse e sorri com o que eu ouvira, me aproximei do garoto e disse - não vou contar pra ninguém, se você não contar que você é o novato mais bonito daqui – eu disse e lhe dei um beijo demorado na bochecha.

Me sentei novamente na grama e olhei em volta, já não havia tanta gente como antes. E eu já estava sem assunto com Jason.  Estava começando escurecer então disse:

- Bom eu vou indo para a comunal, você vem?






credits:○ masquerade girl by sugar avatars



Julie Wanderwood


“So love me like you do, lo-lo-love me like you do love me like you do, lo-lo-love me like you do touch me like you do, to-to-touch me like you do what are you waiting for?”
Monitora Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 19
Casa:: Sonserina
Time: Harpias de Holyhead

Julie V. Wanderwood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Jason Phoenix Malkock em Sab 22 Nov 2014, 17:04






Tranquilizando a Mente


Já estava escurecendo, pois é o dia passa bem rápido quando é bom, ou talvez eu tinha acordado bem tarde.

Me viro para ela, sentindo sua respiração perto de meu ouvido, e ouvindo-a sorrio, sentindo seu beijo, mais demorado que o meu -Então está combinado, será nosso segredinho...- Digo me afastando um pouco, mas não tirando os olhos dela, nem por um instante.

Como eu imaginava, aqueles fresquinhos da Corvinal e da Lufa-Lufa, já tinham ido embora, só alguns casais da Grifinória estavam ali, e pelo visto éramos os únicos da Sonserina naquele local, então me viro para ela, ouvindo-a me convidar para voltarmos pra Comunal, me levanto estendendo a mão para ajuda-la a se levantar -Só se formos juntinhos...- Fiz um convite para ela, achei meio atrevido, mas não podia mais mudar de ideia, e fiquei ali, esperando sua resposta.

In The End ♪♪♪♪



Sonserina
avatar

Jason Phoenix Malkock

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Julie V. Wanderwood em Sab 22 Nov 2014, 18:12

tagged: Jason♀  clothes: Aqui  ♀  ouvindo: Best of you – Foo Fighthers ♪

Heey  



Ele disse que seria nosso segredo, eu sorri e então em me estendeu a mão para que pudesse levantar. Peguei os pacotinhos e ouvi ele dizer.

-Só se formos juntinhos... – eu o olhei sorri de lado.

- Juntinhos? Juntinhos como? – eu me fingi de desentendida e limpei meu vestido e minhas pernas que haviam pequenas gramas que se soltaram ficando grudadas em mim.



credits:○ masquerade girl by sugar avatars



Julie Wanderwood


“So love me like you do, lo-lo-love me like you do love me like you do, lo-lo-love me like you do touch me like you do, to-to-touch me like you do what are you waiting for?”
Monitora Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 19
Casa:: Sonserina
Time: Harpias de Holyhead

Julie V. Wanderwood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Jason Phoenix Malkock em Sab 22 Nov 2014, 18:55






Tranquilizando a Mente


Via ela pegando seus pacotinhos e segurando em minha mão, ouvindo-a dizer como seria, irmos juntinhos, eu sorri e a levantei.

-Ah, mais ou menos assim...-Disse puxando ela para perto de mim e dando um beijo nela, entrelaçando meus dedos nos dela e parando com o beijo -Entendeu agora, juntinhos, desse jeito, como se fossemos namorados...- Sorri dando um selinho nela e esperando sua resposta.

In The End ♪♪♪♪



Sonserina
avatar

Jason Phoenix Malkock

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Julie V. Wanderwood em Sab 22 Nov 2014, 19:38

tagged: Jason♀  clothes: Aqui  ♀  ouvindo: Best of you – Foo Fighthers ♪

Heey  



Ele me puxou para um beijo que me pegou desprevenida, mas eu retribui o beijo. Passei a mão por sua nuca mas logo ele nos separou.

- Entendeu agora, juntinhos, desse jeito, como se fossemos namorados... - ele disse.

- Entendi – eu disse e logo voltei a beijar ele, calmamente nos separei – agora vamos.

O puxei enquanto ia em direção ao castelo.




credits:○ masquerade girl by sugar avatars



Julie Wanderwood


“So love me like you do, lo-lo-love me like you do love me like you do, lo-lo-love me like you do touch me like you do, to-to-touch me like you do what are you waiting for?”
Monitora Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 19
Casa:: Sonserina
Time: Harpias de Holyhead

Julie V. Wanderwood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Jason Phoenix Malkock em Sab 22 Nov 2014, 19:58






Tranquilizando a Mente


Segurando em sua mão, via-nos terminar o beijo, para que pudéssemos falar, eu sorria para ela, enquanto ouvia ela falando, e logo em seguida voltando a me beijar, parando-o novamente, agora de um jeito mais calmo.

-Só se for agora, linda.- Disse, soltando um elogio, por puro instinto.

Fui puxado por ela, enquanto íamos para a Comunal da Sonserina, deixando aquele local que eu tinha adorado tanto, mas estava na hora lá, a Lua já brilhava no céu.

In The End ♪♪♪♪



Sonserina
avatar

Jason Phoenix Malkock

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Dom 07 Dez 2014, 18:10


With my little big Tiger



Eu estava no Jardim pensando, estava sentada de frente para o castelo, caso aparecesse alguém eu saberia. Mas se passou um tempo e ninguém apareceu, então me virei e fiquei olhando para frente não que eu enxergasse algo, até porque esqueci minha varinha na comunal. O som do vento soprando sem rumo me acalmou um pouco. Eu estava pensando na  James me contou da tal vila. Eu não estava com fome, pois quando mordi a tal Astrid algumas gotículas de sangue entraram em meu organismo, e desde então não sinto tanta fome, mas caçar com Klaus era diferente, era divertido e me fazia bem estar perto dele, mas agora não fazia bem a ele ficar perto de mim.

- Quem esta ai? – eu perguntei ao ouvir alguns passos lentos na grama, não parecia com passos humanos. Eu de repente vi duas orbitas azuis e em volta uma pelagem branca se aproximando – Rajahram, o que faz aqui? – disse enquanto o tigre se aproximou e sentou em minha frente de forma majestosa.

Ele me cumprimentou dando a pata direita, como eu havia lhe ensinado. Eu sabia que não havia dado atenção para ele, mas mão acho que ele viera sozinho até hogwarts.

- Minha mãe trouxe você não foi? – eu o questionei e o mesmo deitou a cabeça em minhas pernas. Os olhos do tigre não eram os mesmo de dois meses atrás – Raj, você não tem caçado desde que eu te deixei naquela floresta perto da casa dos Heusen não é. Peço desculpas por ter te abandonado meu pequeno.. Mas agora nós vamos para casa, você vai poder caçar e ver aquela sua namoradinha no zoológico se quiser.

Raj ronronou enquanto fazia carinho atrás de sua orelha, sem querer eu acabei fazendo cócegas e ele se levantou em um pulo me derrubou e tentou me lamber mas ele parou do nada e saiu de cima de mim, começou a cheirar poucos metros em direção ao castelo, provavelmente alguém estava vindo. Me levantei e fiquei ao lado de Raj,  para ver quem estaria ali àquela hora além de mim.



tagged: ◄ post: 51
◄ notas: Raj (tigre) ◄ vestindo: Roupa
credits:[url=sugaravatars.forumeiros.com/u330]○ masquerade girl[/url] by sugar avatars




Just come to make me feel alive
- 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Thomas H. Willian em Seg 08 Dez 2014, 11:50


Um tigre?


Thomas foi até os jardins para botar os pensamentos em dia. As aulas já haviam terminado, agora finalmente poderia acordar na hora que quisesse, não teria mais deveres de casa, ou seja, era só relaxar e curtir o tédio.

Caminhando distraidamente pelos jardins o lufano viu uma coisa curiosa, Marie e um tigre? Sim, um tigre branco. Se aproximou devagar até os dois. Pessoas normais ficariam com medo e sairiam correndo, certo? Mas Thomas ama animais...queria ter uma preguiça de estimação quando era menor, mas seus pais não deixaram e lhe compraram um cachorro, muito fofo.

Oi gente. Falou se aproximando dos dois

.:Legenda:.

Narração...Eu



E agradeço a Lari ❥ por esse template.


Ronald Weasley
credits BG@
Lufa-lufa
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Lufa-lufa
Time: Morcegos de Ballycaste

Thomas H. Willian

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Ter 09 Dez 2014, 10:17


With my little big Tiger



Eu apresentei Thom a Raj, tive que segurar o tigre alguns instantes para que não avançasse em Thomas.

Me dei conta de que estava quase amanhecendo, não me importei muito com isso continuei a conversar com Thomas.

- Thom, agora que vai morar na minha casa, junto com a sua namorada e sua irmã e o Leo – disse e fiz carinho em Raj - Gatinho - me dirigi ao Tigre - vai para a floresta, e cace algum animal, não muito grande e fiquei por ali tome cuidado ta - o tigre se levantou e saiu andando em direção a floresta, voltei a me dirigir a Thomas– Vão ter que cuidar dos animais, por que eu impeço o Raj de atacar as pessoas.. os animais não – disse dei uma pausa – então sugiro que converse com elas e com ele. – eu disse e esperei uma resposta.



tagged: ◄ post: 52
◄ notas: Raj (tigre), Thomas ◄ vestindo: Roupa
credits:[url=sugaravatars.forumeiros.com/u330]○ masquerade girl[/url] by sugar avatars




Just come to make me feel alive
- 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Thomas H. Willian em Ter 09 Dez 2014, 11:49


Um tigre?


Marie disse para o tigre ir caçar algum animal na floresta e pediu para Thom avisar Aly, Lin e Léo que tomassem conta dos seus animais de estimação.

Cuidarei do Killer. Thomas se virou para olhar Hogwarts e logo disse. Vou visitar o Jack na ala hospitalar. O lufano se despediu, deu uma olhada rápida para a floresta e caminhou em direção à entrada do castelo.

.:Legenda:.

Narração...Eu



E agradeço a Lari ❥ por esse template.


Ronald Weasley
credits BG@
Lufa-lufa
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Lufa-lufa
Time: Morcegos de Ballycaste

Thomas H. Willian

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Patrícia Aslan em Qua 10 Dez 2014, 12:06

Um Lugar Calmo

Depois de um café da manhã rápido, dirigi-me para fora do castelo a passos ritmados; não iria passar aquela manhã sozinha na comunal, sofrendo, dormindo ou jogando o dia fora. Resolvi que passaria aquele dia por Hogwarts, com um pouco de sorte não encontraria com Jack, e mais um pouco de sorte ainda e me encontraria com Robert, queria muito conversar com ele sobre o beijo do dia anterior.

Havia tido uma chuva no dia anterior, e isso ainda era notável pela relva úmida. Caminhava lentamente e fazia espirrar pequenas gotículas de água para todos os lados toda vez que pisava na grama ainda molhada. Provavelmente eu não era a única que procurava por um tempo sozinha, com os propósitos claros de estar em busca de um pouco de paz.

Diversos alunos há essa hora ainda se recuperavam do sono, enquanto outros já estavam estudando feito loucos, e eu? Apenas caminhava procurando um lugar para sentar e ler. A verdade é que embora eu tivesse tomado a decisão de me mostrar forte e ignorar o que Jack havia feito, aquilo ainda me magoava muito.

Amaciei os cabelos com as mãos quando chegara a uma árvore bela, por mais que eu quisesse não era possível me sentar, a não ser que o intuito fosse deixar a roupa molhada. Respirei fundo, sentindo aquela brisa e calmaria no ar. Não havia sol, tampouco chovia. Retirei o livro da bolsa que carregava, retirando o marcador e logo o abrindo.

Por um segundo pensei em como seria legal compartilhar com alguém críticas sobre aquele livro, alguém que tinha um hábito de ler horas a dentro na madrugada, mas logo me recuperei daquele pensamento e abaixei os olhos para a minha leitura.

LEGENDA

Narração
Patrícia Aslan


Fantasma
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 3
Casa:: Grifinoria
Time: Tornados de Tutshill

Patrícia Aslan

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Nicklaus B. Sommers em Qua 10 Dez 2014, 19:10




- Se dependesse de mim - Falei e a vi voltar seu olhar para mim e ficar surpresa - Esse tigre ja estaria sem uma gota de sangue no corpo - Falei e soltei um sorriso de lado, minhas mãos dentro do bolso da calça, ja que estava frio, minha capa um tanto amassa devido a minha preguiça de passa-la. Marie sorriu e se aproximou com o tigrinho. - Bom dia - Falei sorrindo e logo olhei para o tigre - E ae Raji - Falei e a ouvi me corrigir em relação ao nome do animal. Me aproximei e lhe dei um abraço, estava com saudades, em seguida lhe soltei.

Nao estava com vontade de tocar no assunto do outro corvino, logo tentei achar um assunto para que evitassemos de tocar naquela peste. - Vai levar o tigrinho para passear? - Falei soltando um sorriso e esperando que Marie falasse algo.

Fantasma

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Sonserina
Time: Vespas de Winbourne

Nicklaus B. Sommers

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum