Postadores do Mês
James
1º Lugar
Jennifer
2º Lugar
Chad
3º Lugar
Ben
4º Lugar
Últimos assuntos
» Registro do Espelho do Destino
Qua 19 Abr 2017, 12:11 por Petra Kim DiNozzo

» Produtos
Ter 28 Mar 2017, 21:13 por Petra Kim DiNozzo

» Interior da Floresta Negra
Qui 16 Mar 2017, 23:00 por Circe, o Basilisco

» Cela 32
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Robert S. Winchester

» Entrada de Azkaban
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Circe, o Basilisco

» Escritório
Qui 16 Mar 2017, 14:41 por Emily R. Watsgrint

» Campo de Quadribol
Seg 13 Mar 2017, 16:18 por Isabella F. Highmore

» Corredores do Quinto Andar
Dom 12 Mar 2017, 22:27 por Emily R. Watsgrint

» Pedidos do RPG
Dom 12 Mar 2017, 21:28 por James C. Armstrong

Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 42 em Ter 17 Jun 2014, 19:05
Parceiros 2/44

Jardins de Hogwarts

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Jardins de Hogwarts

Mensagem por Vira-Tempo em Sex 03 Jan 2014, 13:10

Relembrando a primeira mensagem :



Jardins de Hogwarts



Os Jardins de Hogwarts ocupam uma grande parte dos terrenos do castelo, sempre bem cuidados, os jardins são um dos lugares mais belos da escola. Sua vegetação varia bastante, tornando cada lugar diferente do outro. Os jardins são bastante visitados pelos alunos, sendo um lugar perfeito para descansar e interagir com outros alunos nos horários vagos.

avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Vira-Tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Nina S. Alekseev em Qua 18 Jan 2017, 10:24

espiar.

Imagine uma conversa estranha onde as palavras mais ouvidas são: sangue, comensais e treinamento. Bom, esta era a conversa de Marie e Natasha. Os ouvidos de Nina aguçaram-se e o corpo inclinou-se levemente para frente, no momento os dois sonserinos pareciam crianças pequenas ouvindo conversa de adultos. A corvina era provavelmente uma comensal e a sonserina um projeto de comensal, alguém ainda em desenvolvimento. Nina não era uma garota comum, ela precisava admitir que os comensais tornaram-se interessantes nos últimos três anos, era tipo um clube de motoqueiros que comandava uma cidade e o comercio ilegal de armas, mas muito piores. O único problema da menina era sua linhagem, trouxa, segundo o que diziam nem uma mínima gota de sangue bruxo corria pelas veias da sonserina e isso, para os tradicionais, era considerado uma blasfêmia. Na cabeça da garota tais pensamentos eram estupidos, aquilo poderia mostrar que a garota era mais forte que uma criança que nasceu em uma família de bruxos, pois ela desenvolveu magia sem ter sangue bruxo. Os pensamentos aleatórios foram afastados pela voz animada de Benjamin.
- Eu sei... Demais não? – Falou enquanto levantava o rosto para ver Benjamin. Nina estreitava os olhos enquanto observava a conversa das duas loiras sentadas no gramado, Benjamin a puxou pelo pulso. Nina o seguiu, deixou ser arrastada mesmo que aquela atitude fosse insana. As ações seguintes foram um diálogo entre Marie e Benjamin e uma troca amigável de cumprimentos, onde um deu uma rasteira no outro que devolveu o jogando no chão. Nina olhava divertida para o bolo que era Benjamin e a loira no chão, o interesse convicto do menino em tornar-se comensal fez Karenina duvidar de suas verdadeiras intenções, ele queria colocar o caos, ferir alguém ou achava que aquilo era uma brincadeira? A anotação mental de Nina era para procurar o motivo que levava Benjamin a ser um comensal.

A resposta de Agmélia para Benjamin ficou na garganta, logo Marie estava na frente da jovem e apresentava-se. Nina sorriu. – Karenina, mas pode me chamar só de Nina! – Falou enquanto analisava o corpo magro e pálido da garota, Marie tinha o corpo de quem praticava ginastica, como ela sabia? Bem, ela fazia ginastica, agora nem tanto pois passava muito tempo em Hogwarts, mas quando seu corpo aprende uma coisa ele nunca esquece. Com Nina era assim, a postura era firme porque o corpo aprendeu na esgrima, ballet e dança, os membros mexiam-se de forma delicada e faziam movimentos estranhos porque a professora de ginastica da menina era uma louca. Marie falar que Nina era Nina foi algo estranho, as sobrancelhas uniram-se e a confusão ficou estampada no rosto da garota. Ela queria pergunta o porquê, mas a história de comensais voltou a mente da menina. – Você faz o que, Marie? Arruma novos comensais e os treina? – Sem dar tempo para uma resposta. – E porque você faria isso? Quer dizer, é arriscado se denunciarem você e acharem provas, você não pode treinar qualquer um e nem falar tão abertamente sobre isso. Nina fez uma pequena pause, nunca ensine uma louca como Brando e Adam ensinaram Nina. - Por exemplo, eu e Benjamin descobrimos isso pois estávamos escondidos, seguindo vocês. Poderia ser qualquer pessoa, talvez alguém que não aparecesse e falasse quero ser um comensal, alguém que voltaria e daria com a língua nos dentes. - Nina não tinha papas na língua, era impossível controlar-se. Sua mente controlava o resto e não filtrava o que era melhor dizer e não dizer. Ela olhava os três ali, talvez teria falado muito e poderia estar prestes a levar um soco de Marie. Ela queria juntar-se a causa, só precisava da certeza que ninguém estragasse isso.





▲ Curiosa ▲ Benjamin, Marie e Natasha  ▲




Alekseev
Karenina Agmélia Scheunemann Bernardeinelli
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Sonserina
Time: Nenhum

Nina S. Alekseev

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Qua 18 Jan 2017, 12:29

Recruitingfor
the black side
Marie
Natasha/Isabella
 Nina  
Ben
 Eu estava escutando as perguntas de Nina com um sorriso no rosto, e assim que a menina se calou eu mudei o meu peso para outra perna e cruzei os braços atrás do corpo - Bom, vamos por partes - disse interrompendo o silêncio e olhei de relance para Ben e em seguida para Natasha que mantinha um sorriso indecifrável no rosto. E voltei meu olhar para Nina - Eu não recruto comensais e os treino, porém é uma ótima ideia obrigada por fornece-la. Eu faço varias coisas sendo comensal. E se alguém tivesse descoberto e não fossem vocês nem viessem me dizer que querem se juntar a causa. Eu teria escutado os passos apressados em meio aquelas folhas secas ali - sorri e apontei para o lugar - Elas estão no caminho exato para a volta do castelo e isso me daria tempo de chegar até eles e bom, resolver o problema da forma mais racional possível.. ameaçando ou matando, simples assim - olhei para o céu procurando uma outra forma mas balancei a cabeça - Natasha agora que já descansou, comece a se alongar que agora vamos treinar resistência.

A garota seguiu para um espaço verde próximo e começou a se alongar e eu me virei para Ben e Nina - Se quiserem ser comensais terão que aprender a segurar a língua nervosa de vocês porque eu sou bem legal pra escutar mas quando estiverem de cara com o Lorde, seja ele quem for, ele não vai ter a mesma complacência que eu estou tendo - passei o braço na testa e segui para o couro cabeludo no intuito de tirar o cabelo do olho. - Eu posso treinar vocês, tanto em feitiços quanto treinamento físico ajudo com o que for preciso, mas depois de ganharem a marca negra eu não vou poder me meter na missão que for dada a vocês. - Ouvi Natasha me chamar e perguntar o que ela deveria fazer. Dei uma serie de polichinelos, abdominais e flexões e me virei para os sonserinos a minha frente - Vocês estavam espiando atrás da arvore então se quiserem começar um de vocês vai pegar a barra para treinar comigo e o outro vai fazer a serie que eu passei pra Natasha e depois vão trocar. Entenderam?








Just come to make me feel alive
♛ - 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Ben H. Monreal em Qua 18 Jan 2017, 18:11

Seguindo

- Ah que falta de educação minha... Nina pode ir primeiro com a Marie, sei que coce quer muito - Falou Ben empurrando Nina para perto de Marie que apenas sorriu balançando negativamente a cabeça para Ben que se encaminhava em direção a Natasha. - Eu ajudo a Nat, ela precisa de ajuda pelo visto - Falou e logo recebeu  um tapa da mesma que ignorou a presença do mesmo e continuou a se alongar.

Ben observava cada movimento da loira e tentava copiar, boa parte ele conseguia mas era algo bem dificil. Prestou atençao tambem no duelo de Nina e Marie que parecia estar bastante animado. O mesmo ficou se alongando durante todo treino de Nina enquanto pensava em como sua mae ficaria orgulho de ver-lo entrando para o lado negro da força.




Benjamin Monreal
Hood
 
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Tornados de Tutshill

Ben H. Monreal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Nina S. Alekseev em Qua 18 Jan 2017, 18:25

espiar.

Controle-se. Gritava a mente de Nina, não comece a rir igual uma psicopata agora, Marie estava com todas as respostas na ponta da língua. Genial. Uma parte de Nina queria dizer que as ideias de Marie eram infalíveis, mas sabia que poderia haver alguma brecha e matar alunos não era uma boa ideia, pelo menos não dentro de Hogwarts. Sem a nuvem de inocência pairando sobre sua cabeça, Nina sabia que Marie daria um jeito, levar para fora de Hogwarts ou qualquer outra maneira que deixasse tudo parecendo um acidente ou então um belo aviso.

A única resposta de Nina foi um sorriso confiante e um maneio de cabeça. Nina enrugou o queixo e mordeu o interior da bochecha. Se um Lorde não escuta seus seguidores então ele não terá ninguém em breve, não importa seu lado em uma sociedade, bem ou mal, você quer ser ouvido, entender que quem está no comando terá capacidade de manter tudo dentro dos limites. Marie provou aquilo, tinha ideias caso algo fosse acontecer. – Terei problemas com ele então! – Falou esboçando um sorriso infantil. – Estou brincando, seja ele quem for tenho certeza que vai enfiar uma faca na minha garganta antes que eu termine de falar! – Adultos sem paciência, Nina tinha certa familiaridade com aquilo, mas nenhum dos que ela convivia poderiam matá-la. Então segurar a maldita língua suicida dentro da boca seria a melhor maneira. Karenina entendia o que Marie falava, óbvio que ela não ajudaria ninguém após todos receberem a marca, na verdade seria muito estranho se ela fizesse tal coisa.

Quando saiu de sua comunal Nina não tinha intenção de praticar nenhum exercício pesado, só caminhar. Colocar suas varetas finas e brancas em movimento, só isso! Com grande desgosto no rosto, Nina foi empurrada em direção a corvina. Olhou para Marie com um sorriso falso no rosto e caminhou até as barras, o metal frio entrou em contato com a pele quente de Karenina. A menina o analisou, equilíbrio. Ela precisava de equilíbrio para conseguir mover aquilo, também precisava de força, mas isso ela conseguia. As mãos ganharam um certo espaço de distância uma da outra, a perna direita estava levemente dobrada e a esquerda ficava ao fundo. Se ela queria fazer aquilo com uma barra dessas? Não. Karenina preferia um uniforme branco e uma agulha gigante, ela preferia esgrima. Mais proteção, menos hematomas, mas seguir o lado do Darth Vader bruxo não era uma piscina de bolinhas e sim um prato cheio de chuchu e berinjela.

Ela estava pronta, a barra gerando estranheza nas mãos da menina. Karenina não sentia-se confiante havia visto a surra que Marie deu em Natasha, no fundo sabia que aconteceria o mesmo com ela. Os olhos estavam observando os movimentos de Marie, para qualquer ataque e por nenhum momento Nina ousou mover a barra até que Marie atacasse.




▲ Curiosa ▲ Benjamin, Marie e Natasha  ▲




Alekseev
Karenina Agmélia Scheunemann Bernardeinelli
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Sonserina
Time: Nenhum

Nina S. Alekseev

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Qua 18 Jan 2017, 20:45

Recruitingfor
the black side
Marie
Natasha/Isabella
 Nina  
Ben
 Nina havia conseguido tomar a posição inicial, melhor do que Natasha, o que era um avança e tanto. Sorri e girei a barra com uma mão e me posicionei na frente de Nina, analisando sua postura. Notei que o pé esquerdo dela não estava completa no chão e provavelmente quando eu atacasse e a perna direita fosse para trás ia acontecer o mesmo. Então comecei a formar minha estratégia desse ponto. - Vou tentar não pegar pesado com você, mas pra isso - mudei de posição atacando a menina que com sucesso se defendeu - preciso ver o quão focada você está. Agora você revida o golpe - sem que eu terminasse de falar Nina já tinha atacado e eu me defendido.

Deixei que Nina somente me atacasse para ver como eram suas habilidades. - Ok. Uma coisa. Você quando vai atacar dá dois passos para frente o que faz você perder estabilidade e ficar muito proxima do oponente dando liberdade a ele - na mesma hora eu me agachei, estiquei uma perna, firmei uma das pontas da barra no cão e girei meu corpo fazendo com que Nina caísse no chão - Liberdade para fazer isso - Levantei antes que ela pudesse pensar e mirei a minha barra em seu pescoço. Estiquei a mão para ajudar ela a levantar - O pé que fica atrás te dá melhor equilíbrio quando a sola toda está no chão. Mas você tem postura.. sabe alguma luta? - a menina assentiu e disse que costumava praticar esgrima. Sorri, coisa de rico, e na mesma hora perguntou se eu tinha feito ginastica. - Não exatamente - a ataquei, e sem jeito ela se esquivou e tomou sua posição de ataque - Tem uma comensal, que você particularmente vai aprender a gostar, que ela me ensinou uns truques de ginastica - Nina atacou duas vezes seguidas e consegui me atingir uma vez. Para não ficar estirada no chão dei uma cambalhota inversa e fiquei em pé novamente - Essa foi boa. - disse e dei uma olhada em Benjamin que estava tentando seguir a sequencia que eu dei para Natasha, polichinelo, flexão, abdominal. Ataquei Nina com a barra, e começamos a quase dançar no jardim, pois a menina estava conseguindo se defender bem de meus ataques - Você é boa quando tem algo nas mãos, mas e sem as barras acha que dá conta? - joguei a minha barra para o lado e a menina me encarou. - Tente proteger o corpo todo, e pra isso tem que prestar atenção na movimentação das minha perna - ela olhou para minha pernas e dei um tapa em sua orelha - porém tem que manter a guarda alta - ela me encarou e atacou.








Just come to make me feel alive
♛ - 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Nina S. Alekseev em Qui 19 Jan 2017, 13:31

treino.  
As palavras da corvina entraram como pura ironia dentro da cabeça de Karenina, um sorriso sarcástico formou-se nos lábios da jovem e os braços moveram a barra para defender o ataca da outra menina. Marie estava testando a concentração de Nina, a menina era bem focada quando queria. Antes que a loira terminasse de falar a barra, que estava nas mãos da jovem Alekseev, foi em direção a ela, a loira esquivou-se. Quando a jovem percebeu seu erro já encontrava-se estatelada no chão, Marie encontrava-se em pé com a barra apontada para o pescoço da menina. Engoliu em seco e analisou seu erro, um erro estupido diria seu antigo professor. A ajuda de Marie foi aceita e Nina ergueu-se do chão, arrumou a blusa que havia subido e observou a corvina, ela assentiu com a cabeça quando a menina mencionou que quando a sola do pé encontra-se toda no solo o equilíbrio era maior. Nina estava fora de forma e sem prática, respirou fundo antes de responder Marie. – Eu faço esgrima. – Nina desviou o olhar de Marie, sabia o que a menina pensava. A maior parte das pessoas classifica os praticantes de esgrima como: ricos, nojentos e metidos. Era assim, mas Nina odiava todos os outros alunos e até mesmo o professor, praticava pois era obrigada e depois de algum tempo tornou-se agradável praticar. – Você faz ginástica? – Perguntou de repente, Marie tinha um bom porte e estava muito bem além de todo os esforços. Agmélia encontrava-se com a postura errada segurando frouxamente a barra na mão, mas graças aos reflexos rápidos ela conseguiu desviar o ataque da mais velha. A postura foi corrigida o mais rápido possível, as pernas e pés adequadamente postos.

Os orbes estreitaram-se quando a outra menina falou que Nina gostaria particularmente da comensal que ensinou ginastica para Marie. Ou melhor, aprender a gostar. ”Porque eu preciso aprender a gostar de alguém?” pensou ” Não sou obrigada a nada, se eu desejar a odiar ela vai ser assim.” concluiu a mente débil da menina. Agmélia concentrou-se no treino, atacou duas vezes Marie. A primeira foi óbvia, a barra que Nina segurava veio de cima e Marie a defendeu com destreza, a segunda Marie perdeu o controle a acabou sendo acertada. Nina girou a barra e fingiu atacar a loira com um dos lados da barra, quando na verdade era o lado oposto que encontrava o corpo de Marie. O que se seguiu foi uma dança, assim como fazia nas aulas particulares, mas se Nina errasse não teria proteção nenhuma e nenhum dó da pessoa que a atacava. Os pés entraram em sincronia com o resto do corpo, a barra transformou-se em um membro do corpo da garota e assim ela e Marie treinaram por algum tempo.

A dança que faziam com as barras parou, a corvina deixou sua arma de lado e encarou a sonserina. Nina não tinha muita certeza do que fazia com as mãos, ela havia praticado alguns meses de lutas diferentes, mas quando começou a bater nas meninas das escolas trouxas Adam e Brandon a tiraram de qualquer luta. Só a maldita esgrima ficou. Tendo a mínima noção de como ficar, Nina ouvia atenta as instruções e inocentemente ela olhou para as pernas de Marie quando a garota falava. Levando a mão até a orelha que esquentava a menina olhou para a corvina. – Eu entendi! Ah, caso se importe, eu fiz alguns meses de lutas diferentes, mas ai eu perdi um pouquinho do controle e me tiraram. – Falou enquanto mantinha as pernas afastadas, a mão direita estava perto da maçã do rosto e a esquerda um pouco distante na altura do peito. Nina engoliu em seco e atacou, um soco. Marie esquivou-se e atacou a menina, enquanto Nina recuava ela contornou Marie disfarçadamente e girou o corpo. O tornozelo da sonserina acertou as costelas de Marie, Karenina preparou-se para ser atacada.
BY MITZI


Alekseev
Karenina Agmélia Scheunemann Bernardeinelli
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Sonserina
Time: Nenhum

Nina S. Alekseev

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Natasha K. Negovanlis em Qui 19 Jan 2017, 20:26

Treinos

- Eu ajudo a Nat, ela precisa de ajuda pelo visto - Falou e eu apenas lhe dei um tapa e comecei a me alongar, primeiro levei minhas mãos ate o pé sem dobrar os joelhos, em seguida ergui os dois braços para cima esticando todo o meu abdome. Logo em seguida virei meu corpo quase que 360 graus estalando as costas. - Acho que não sou eu que preciso de ajuda ne? - Falei olhando para Ben que estava com leves dificuldades em se esticar.

- Nao é isso... Eu só nao to acustumado... - Falou e logo ri me reerguendo e caminhando ate o mesmo segurando suas maos mantendo nossos rostos muito perto um do outro. Puxei as maos dele para o alto e em seguida as abaixei de novo fazendo com que o mesmo se alongasse enquanto mantinha um sorriso seduzente preso ao rosto, provocando o mesmo a todo custo.

- Acho que alguem esta perdendo o foco nao? - Falei olhando para o mesmo de perto que tinha seus olhos fixos em meus labios, soltei um sorriso enquanto o mesmo se soltava de ses pensamentos e me olhava respondendo logo em seguida.


Eu
Nick
Nina
James
Ben
Marie

Natasha Ruth Negovanlis
© HARDROCK


Sonserina
avatar

Natasha K. Negovanlis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Ben H. Monreal em Sex 20 Jan 2017, 13:08

Seguindo

- Acho que alguem esta perdendo o foco nao?  - Falou e Ben olhou rapidamente para seus labios e em seguida para seus olhos soltando um leve sorriso debochado em direção a menina a sua frente. - Estou longe de perder o foco - Falou erguendo as maos sozinhos alongando o abdome que estava bem a mostra pois estava sem camisa.

Natasha olhou cada detalhe de seu corpo enquanto o mesmo agora tentava alcançar os pés sem dobrar os joelhos. Assim que voltou a seu estado normal notou Natasha olhando para seu corpo, soltou um sorriso cruzando os braços na mesma hora. - Acho que alguem esta perdendo o foco... - Falou para a loira que o olhou e logo respondeu.




Benjamin Monreal
Hood
 
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Tornados de Tutshill

Ben H. Monreal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Sex 20 Jan 2017, 18:40

Recruitingfor
the black side
Marie
Natasha/Isabella
 Nina  
Ben
Nina tinha uma boa noção de lutas apesar de não ter feito por muito tempo, sua posição de ataque era boa, e a de defesa era boa quando a mesma não se distraia. Ela era muito parecida com Harley, o jeito que fala, algumas ações mesmo que nem se conheçam bem. Nina me atacou conseguindo me dar um chute nas costelas. Levei minhas mãos as costelas rapidamente e então tomei a postura de ataque. Dei dois socos em Nina, uma na direção do nariz que foi defendido e o outro na direção no maxilar que foi defendido. Sorri ao ver que ela precisaria mesmo de treinamento no equilíbrio e ganhar uns músculos. Ela me atacou novamente com chutes que eu defendi.

Dei um giro e ergui a perna para tentar acertar a cabeça de Nina com um chute e assim que ela defendeu acertei um em suas costelas. Me empolguei na força do chute e a mesma caiu. Levei as mãos na boca e me repreendi por ter usado tanta força - Você está bem? - perguntei ajudando a menina a levantar, Nina assentiu que está bem e eu sorri - Acho que vou começar com o Benjamin antes que eu tenha que sair - ela assentiu e encaramos Benjamin e Natasha conversando e fazendo desleixadamente o que eu havia passado.

Corri por trás de Benjamin, que estava com as pernas entre abertas, ainda se alongando. Com a minha perna direita chutei as duas pernas dele para que ele as abrisse mais, e ele agora estava quase fazendo abertura quando me movi para frente dele - As princesinhas aqui estão querendo se tornar comensais ou fundar um clube de chá para conversas e provocações? - Ben me encarou sério e com um pouco de raiva. - Você - apontei para Natasha - vai mostrar a Nina a sequencia que eu te passei e vai ajudar ela o que ela precisar, e depois vão todos treinar equilíbrio. - empurrei Ben pra ele cair sentado no chão - Você vai treinar as barras e luta comigo ao mesmo tempo. Você é menino não vai se importar de eu te treinar mais pesado e usando minhas vantagens contra você. - afirmei e apontei para onde era para o garoto ir.

Peguei minha varinha perto de uma arvore e conjurei mais uma barra de metal e Benjamin me encarou - Vou ganhar mais uma dessa ai também? - Eu sorri e neguei com a cabeça girando as duas barras uma em cada mão - Como eu disse eu vou usar as minhas vantagens contra você. Velocidade avançada por ser vampira e as barras nas quais eu sou muito boa, além da ginastica e os golpes de luta. Você tem que se defender e achar um jeito de me atacar. - ele revirou os olhos e disse que não era justo. - Ok. Voce me responde uma coisa e então eu pego mais leve e uso só uma barra - ele assentiu com a cabeça - Lembre-se que eu vou saber se você estiver mentindo. Você sabe que se você se tornar comensal vai ir contra seu pai que é do ministério e todos os seus amigos do bem em Hogwarts. Então porque quer se tornar comensal?







Just come to make me feel alive
♛ - 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Ben H. Monreal em Sab 21 Jan 2017, 00:12

Treino

- Lembre-se que eu vou saber se você estiver mentindo. Você sabe que se você se tornar comensal vai ir contra seu pai que é do ministério e todos os seus amigos do bem em Hogwarts. Então porque quer se tornar comensal? - Falou e Ben soltou um leve sorriso para a mesma abaixando levemente sua cabeça colocando a mão na testa por alguns segundos. - Nao vou falar meus motivos ate consegui-los, depois disso ate falo, mas antes? Nao sou burro - Falou sorrindo para Marie que sorriu de volta, ate mesmo ela não falaria seus motivos sem antes te-lo.

- Então vai arriscar a luta injusta? - Perguntou a mesma em direção ao moreno sem camisa que apenas ergueu os ombros com uma leve expressão de aceitação. - Parece que terei que arranjar um jeito de te derrotar - Falou e Marie sorriu ao perceber que o menino possuía coragem em si. Ben ergueu o bastão em direção a loira que apenas o olhou. - Que assim seja então... Depois não chore - Falou a mesma esticando dois bastões em direção a Benjamin.

- Nao sou eu que vou chorar... - Falou confiante mas nesse meio tempo em que ele falava Marie apareceu em suas costas com uma super velocidade. Benjamin apenas sentiu a forte pancada em suas costas causada pelas duas barras de metal que a mesma o atingira com extrema força fazendo com que ele caísse no chão.

Antes que Ben pudesse voltar a se reerguer Marie lhe acertou um chute no rosto, o que o fez cuspir um pouco de sangue. O moreno respirou fundo se levantando de forma rapida, mas foi so levantar que Marie lhe acertara de novo com sua velocidade. Voltou a cair no chao, mas rapidamente rolou para o lado e se ergueu novamente. - Alguem esta apanhando muito ao meu ver - Falou a mesma de forma provocativa enquanto rondava o moreno que apenas prestava atençao;

- Sera mesmo que arranjara uma forma de me acertar? - Falou e Ben se manteve serio pensando em um plano para acerta-la mesmo nao conseguindo enxerga-la em sua alta velocidade. - Me conte seu motivo e eu paro com minhas habilidades - Falou a mesma mas Benjamin apenas negou com a cabeça o que fez Marie sorrir, ela sabia que o mesmo era forte o suficiente para não ceder assim tao facil.

Marie voltou a usar sua velocidade avançada, Ben iria acertar o ar mas por alguns segundos milagrosos, sua mente decidiu mudar o angulo da barra de metal o que por sorte quando o mesmo acertara o ar, acabou por acertar Marie também, fazendo com que ela caísse no chão e rolasse com a força que o mesmo usara. - Falei que acharia um jeito de te acertar - Falou sorrindo enquanto a mesma voltava a se levantar




Benjamin Monreal
Hood
 
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Tornados de Tutshill

Ben H. Monreal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Nina S. Alekseev em Dom 22 Jan 2017, 10:29

treino.  
Assim que percebeu Marie ajustar sua posição e atacar na direção de seu nariz, a sonserina defendeu o soco e logo depois defendeu o ataca em direção ao seu maxilar. A corvina não estava para brincadeira, aquilo ficou bem obvio, então Karenina aumentou sua atenção. Os olhos fixos em cada movimento de Marie, que parecia mover-se mais rápido que as pessoas normais. Nina atacou, por precaução, usou as pernas enquanto os braços mantinham o equilíbrio e uma zona segura da cintura para cima. O chute que a corvina tentou acertar na cabeça de Alekseev acertou o antebraço da garota, Nina sentiu o impacto e aquilo fez com que sua concentração ficasse na dor. Desprepara o chute, com uma força exagerada, que Marie acertou em suas costelas fez com que ela caísse, estatelada no chão a menina levou a mão até a região acertada. Marie ofereceu a mão para ajudá-la a levantar, a menina aceitou. Em pé, Nina, assentiu que estava bem, sem falar nada já que ainda se recuperava da dor. Mentalmente uma nota foi colada no cérebro, para sempre cuidar quando apanhar de Marie Stronkovick.

A garota encontrava-se curvada enquanto Marie despejava sua maldade e ironia em Benjamin, como uma chuva de verão.  Ao voltar a arquear as costas a menina sentiu a dor, mas a ignorou, ainda precisava fazer uma maldita sequência de exercícios. Passou por Benjamin e Marie enquanto ia na direção da outra sonserina, Natasha era uma menina diferente, mesmo que parecesse muito comum com os cabelos loiros, pele bronzeada e corpo esguio. Perto da menina, Nina a observou. – Por onde eu começo? – Perguntou esfregando as mãos, uma simbologia totalmente falsa que estava empolgada para fazer aquilo. Natasha explicou tudo com clareza e começou a fazer, a sonserina começou pelo mais fácil. Com as pernas juntas, Karenina curvou o tronco e levou as mãos até os pés e no processo evitou que seus joelhos dobrassem. Por um instante a conversa da corvina e do sonserina chamaram a atenção da menina, disfarçadamente quando alongava-se, Nina dirigiu a palavra à Natasha. – Eu estou ficando débil ou ouvi Marie dizer que é vampira? – Com a cara de deboche de Natasha aparente, Nina remendou. – Eu sei que isso é possível, mas nunca imaginei que sabe, ela convivesse harmoniosamente com os outros... Quer dizer, isso é estranho e extremamente legal ao mesmo tempo. Não entenda-me mal. – Mesmo após três anos convivendo com bruxos e lendo uma quantidade absurda de livros escrito por bruxos, havia coisa que ainda surpreendiam Alekseev, como vampiros, lobisomens e todas aquelas habilidades estranhas. Não que ela julga-se aquilo monstruoso e que precisasse ser eliminado, mas ela cresceu na sociedade trouxa e pessoas assim eram só mitos. Karenina seguiu sua tortura chamada de sequência de exercícios, mas sem soltar um resmungo de dor ou reclamação.

BY MITZI


Alekseev
Karenina Agmélia Scheunemann Bernardeinelli
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Sonserina
Time: Nenhum

Nina S. Alekseev

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Natasha K. Negovanlis em Ter 24 Jan 2017, 13:32

Treinos

– Eu sei que isso é possível, mas nunca imaginei que sabe, ela convivesse harmoniosamente com os outros... Quer dizer, isso é estranho e extremamente legal ao mesmo tempo. Não entenda-me mal. - Falou e logo a olhei com um leve sorriso enquanto me alongava ao seu lado, de fato conhecer uma vampira era bem mais emocionante e aterrorizante do que apenas ler sobre um. -Bem, nao sou vampira - Falei esticando o corpo inteiro para trás junto a Nina ao meu lado que agora se alongava me olhando.

- Porem Marie parece bastante harmonica em Hogwarts, quero dizer, ela sabe conviver com as pessoas sem deixar a mostrar seu lado carnivo...
- Falei voltando ao estado normal e olhando para Nina ao meu lado, um sorriso estava preso desde o inicio da conversa, era legal ter uma amizade com a morena. - Olhando para Marie... Talvez nao seja dificil ser sociavel mesmo sendo vampira.

- Porme me pergunto como ela se alimenta sem matar se quer um aluno desse castelo
- Falei olhando agora para Marie que estava a bater fortemente em Ben, o que era prazeroso de se ver, na mesma hora Nina falou alguma coisa me fazendo olha-la.


Eu
Nick
Nina
James
Ben
Marie

Natasha Ruth Negovanlis
© HARDROCK


Sonserina
avatar

Natasha K. Negovanlis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Marie R. Stonkovick em Ter 24 Jan 2017, 23:11

Recruitingfor
the black side
Marie
Natasha/Isabella
 Nina  
Ben
- Falei que acharia um jeito de te acertar ­ - Benjamin disse enquanto eu encarava-o ainda no chão segurando as duas barras. Me levantei num salto, e Ben não pareceu impressionado, apesar de eu ter ficado completamente desnorteada quando ele me atingiu. Ele podia até ser meio devagar as vezes mas era ágil e perspicaz quando queria - Foi pura sorte Benjamin - girei as barras encarando com um sorriso maldoso nos lábios - Não vai acontecer de novo.. Não hoje pelo menos - ele assumiu a posição de defesa enquanto eu dei dois passos para frente, ele se moveu dois passos para trás. - Segundo Round em 3 - girei novamente as barras em minhas mãos - 2 - continuei avançando em sua direção enquanto girava as barras na frente do corpo cruzando-as - 1 - no passou seguinte estava atacando Benjamin, o mais rápido que eu podia, para ele não ter muito tempo para pensar.

Não era porque eu não gostava dele que eu estava sendo má, mas justamente pelo contrario, eu gosto de Benjamin, como amigo é claro, e eu tenho a necessidade de implicar com quem eu gosto e de tornar eles tão bons, mas não muito bons porque é claro que eu tenho que ter mais vantagens sobre meus amigos, mais ainda sim quero que eles sejam bons.

Para minha felicidade, ou não, Ben estava conseguindo se defender, mas eu não estava lhe dando espaço para atacar, com as barras eu tentava atingir as laterais de seu tronco, ou suas pernas mas ele estava conseguindo se defender melhor do que eu tinha pensado que ele conseguiria. Então eu canalizei todas as minhas forças para as pernas e apoiei as barras no chão para que eu pudesse pular e pegar com os pés a barra que Benjamin usava para se defender. Com sucesso consegui fazer o que eu queria, sua barra agora estava longe e ele pareceu desnorteado com isso e eu sorri dando um chute em seu peito enquanto ele estava distraído procurando uma maneira de se defender. Com ele ainda no chão eu me agachei em cima do seu corpo cruzando as barras firmemente em seu peito e fiz pressão - Agora escuta, vou ensinar a sair daqui - ele me olhou com menos raiva e assentiu com a cabeça - Eu estou bloqueando toda a parte superior do seu corpo, tronco e braços, então só tem um jeito de sair - ele me encarou e disse "usando as pernas?!" quase convicto da resposta, mas no final senti que era uma pergunta - Exatamente. Se eu me mover para trás eu dou liberdade para você usar suas mãos e eu não quero isso, então você vai ter que fazer eu ir para os lados ou para a frente, porem se eu for para os lados posso prender seu pescoço com as pernas e quebrar ele em poucos segundos. Então me jogar para frente é a melhor opção.



Ele estava escutando atentamente mas parecia não saber o que fazer. E eu não sabia como explicar na posição que eu estava. rolei para o lado assumindo a posição que Ben estava, posicionei as barras contra meu tronco - Fique do jeito que eu estava quando dominei você - ele receoso se aproximou de mim - Não vou te machucar, só ensinar você - ele pareceu mais confiante, e pressionou as barras contra meu corpo - Ok, para nós mulheres é facil, é só dar um chute no meio do que vocês homens mais prezam no mundo e pronto estamos salvas, porém você é homem. Então preste atenção nos movimentos da minha perna mas sem olhar. - ele fez que sim com a cabeça. Os joelhos de Ben estavam ao lado da minha cintura, e o resto de seu corpo estava inclinado sobre o meu - Isso vai parecer bem estranho só para te avisar - dobrei meus joelhos para ter apoio com os pés e elevei minha cintura rapidamente e com força fazendo Benjamin ser arremeçado para trás da minha cabeça, peguei as barras e assumi a posição enquanto ele ainda estava estirado na grama - Como eu disse, para vocês é mais complicado sair desta posição. Vamos lá - ele tentou de primeira mas não deu certo. Na segunda vez foi mais firme que na primeira porém consegui me manter firme. E finalmente na terceira tentativa ele conseguiu e assumiu a posição de ataque em cima de mim - Eu te ensinei, você tentou, tentou e conseguiu, se eu fizer isso agora vou te machucar porque voce já sabe como é então por favor sai de cima de mim - ele revirou os olhos e saiu de cima de mim e me ajudou a levantar. - Obrigada. EI - gritei para Natasha e Nina que estavam mais afastadas e fiz sinal para que elas viessem para mais perto. 


Com um aceno de varinha as barras sumiram dando lugar a garrafas de agua para os três. - Escutem, eu tenho que sair de Hogwarts, reunião com o novo lorde. Vocês vão me dar cobertura para que eu possa sair pela passagem da bruxa, está anoitecendo então quer dizer que tem movimento em todos os corredores, em meia hora eu saio de Hogs preciso do corredor vazio ok? Amanha cedo eu volto e a gente vê quando treina de novo. - assim que disse isso para os três peguei minha blusinha branca e coloquei-a envolta do pescoço - Vou falar com o Lorde sobre vocês, é meio cedo mas ele precisa saber que tem gente aqui interessada, Nath vou falar com a Nathalie e com a Harley sobre você, e então vamos treinar todos juntos fora de Hogwarts. Bom trabalho hoje - dito isso eu sorri para e comecei a caminhar para longe dos três sonserinos, indo em direção para minha comunal tomar banho e colocar uma roupa descente para conhecer o irmão de Robert e novo Lorde das trevas.



ENCERREI A MINHA PARTICIPAÇÃO NAS POSTAGENS DO TREINAMENTO







Just come to make me feel alive
♛ - 15 - Come make a mess with me
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Morcegos de Ballycaste

Marie R. Stonkovick

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Nina S. Alekseev em Qui 26 Jan 2017, 15:42

treino.  
Com a concentração dividida entre as palavras de Natasha e os exercícios, as bochechas da sonserina começavam a corar. A jovem cessou seus exercícios e olhou para a mesma direção que Natasha, no exato momento em que Benjamin apanhava de Marie. – Bem, se ela não se alimentar de mim eu não quero nem saber como ela faz isso. Mate quem for necessário, basta ficar longe do meu sangue! – Pronunciou risonha, os olhos azuis voltaram-se para a sonserina a sua frente. Calmamente levou a mãe até a região que a corvina havia acertado a barra, o alongamento continuou e as duas jovens levaram uma conversa amigável.

A sonserina girou o tronco para observar quem chamava, Marie gritava e acenava como uma enlouquecida. A jovem revirou os olhos e obrigou as pernas finas a movimentarem-se, enquanto caminhava ela percebeu que a corvina transformará as barras em garrafas de água. Nina aceitou uma de bom grado e bebeu um pouco da água. Os olhos focados na loira mais velha, revelavam uma curiosa monstruosa sobre o que Marie faria. Karenina encontrava-se desgostosa, ela preferia deitar-se em sua comunal e não sair de sua cama tão cedo, mas deixar Marie seria uma atitude covarde, então era melhor ajuda-la. Um maneio positivo de cabeça foi a resposta da jovem.

Agmélia encontrava-se afundada em seus pensamentos quando se deu conta que Marie já estava indo, acenou para a loira enquanto a voz da jovem retumbava em sua mente. Ela tinha certeza sobre o que desejava, seu único problema seria as ordens, Karenina não era boa com isso e talvez a culpa fosse por sua idade. Ou mentalidade. As vezes encontrava-se presa dentro da própria mente, um pequeno pedaço de terra firme no meio de um mar de radiação e por alguns instantes parecia que nada faria mal a ela se saísse de sua zona de segurança, outras ficar na zona de segurança acelerava sua morte. A menina sacudiu levemente a cabeça, afastando os pensamentos débeis sobre uma de suas inúmeras anomalias, sorriu para os colegas que sobraram após a partida da corvina.  Natasha e Benjamin pareciam entreterem-se em uma conversa, Nina sorriu de canto. – Eu vou indo! Vejo vocês no salão comunal. Até mais. – Os lábios formavam uma fina linha e curvavam-se para tentar mostrar um sorriso, Karenina acenou e deu as costas para os colegas, as pernas levando-a apressadamente para sua comunal.

BY MITZI


Alekseev
Karenina Agmélia Scheunemann Bernardeinelli
Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Sonserina
Time: Nenhum

Nina S. Alekseev

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Natasha K. Negovanlis em Sex 27 Jan 2017, 13:27

Treinos

– Eu vou indo! Vejo vocês no salão comunal. Até mais. - Falou e deu as costas para mim e Ben que ainda tentava se levantar da surra que levara de Marie a alguns minutos atras. Marie ja havia saido, havia ficado apenas em e Benjamin, respirei fundo esperando a princesa ficar pronta.

- Vamos? - Falei para o mesmo que apenas afirmou com a cabeça caminhando ate o meu lado e indo junto para fora do jardim. - Voce apanhou feio da Marie ein - Falei soltando uma gargalhada enquanto Benjamin tentava se defender enquanto iamos para a comunal.


Eu
Nick
Nina
James
Ben
Marie

Natasha Ruth Negovanlis
© HARDROCK


Sonserina
avatar

Natasha K. Negovanlis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins de Hogwarts

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum