Postadores do Mês
James
1º Lugar
Jennifer
2º Lugar
Chad
3º Lugar
Ben
4º Lugar
Últimos assuntos
» Registro do Espelho do Destino
Qua 19 Abr 2017, 12:11 por Petra Kim DiNozzo

» Produtos
Ter 28 Mar 2017, 21:13 por Petra Kim DiNozzo

» Interior da Floresta Negra
Qui 16 Mar 2017, 23:00 por Circe, o Basilisco

» Cela 32
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Robert S. Winchester

» Entrada de Azkaban
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Circe, o Basilisco

» Escritório
Qui 16 Mar 2017, 14:41 por Emily R. Watsgrint

» Campo de Quadribol
Seg 13 Mar 2017, 16:18 por Isabella F. Highmore

» Corredores do Quinto Andar
Dom 12 Mar 2017, 22:27 por Emily R. Watsgrint

» Pedidos do RPG
Dom 12 Mar 2017, 21:28 por James C. Armstrong

Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 42 em Ter 17 Jun 2014, 19:05
Parceiros 2/44

Caldeirão Furado

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Caldeirão Furado

Mensagem por Alexia R. Watsgrint em Dom 08 Abr 2012, 12:54

Relembrando a primeira mensagem :

Caldeirão Furado



Bar e hospedaria situado em Londres, entre uma livraria e uma loja de discos. Pode servir como uma "ponte" entre os mundos mágico e trouxa. Passa quase despercebido pelo lado de fora. Nos fundos do bar, no quintal, localiza-se a passagem secreta para o Beco Diagonal, batendo-se com algo nos tijolos da parede por cima da lata de lixo, no terceiro tijolo para cima, segundo para o lado. Dentro do bar, o lugar é escuro e pobre, com um número de mesas nas sombras dos cantos. Em contraste com a sujeira do bar, se encon tra alguns quartos inesperadamente agradável no andar de cima onde bruxos e bruxas podem ficar durante a noite. Estes quartos são alcançados por meio de uma escada bonita de madeira, e tem camas confortáveis, mobiliário em carvalho polido, um fogo crepitante que está sempre aceso e que se localiza em uma lareira.

Debaixo das escadas que levam ao segundo andar, se encontra um segundo conjunto de escadas que levam para o porão. As escadas sai na parede da direita, onde duas salas de estar contendo um sofá vermelho e cadeiras aninhadas em cada canto deste lado. A parede da frente tem um palco com cortinas vermelhas na frente de uma área de visualização rebaixada. A parede traseira é branca, mas a parede da esquerda tem outra sala de estar e bar. No entanto, o porão, ao que parece, é bloqueado sem nenhum motivo aparente.


Aqui vende-se:

Agua de Gilly 5 nuques
Rum de Groselha 7 nuques
Abobarás Espumante 6 nuques
Velho Uísque de Fogo Ogden 7 nuques
Hogwarts Direção
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 78
Casa:: Corvinal
Time: Canhões de Chudley

Alexia R. Watsgrint
http://acciohogwarts.forumeiros.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Faith W. Redwyne em Sex 09 Set 2016, 11:51

Um encontro
Estava tão feliz, só em saber que eu ia ter um jantar com alguém adorável e feliz, os elogios dele me deixou bem feliz, embora eu pudesse responder "Obrigada eu sei", iria soar bastante convencida, apenas passei a mão em uma mecha de cabelo, olhava para ele feliz e sem saber o que fazer, observei algumas pessoas me olhando com o Victor, o que me deu uma vontade de pegar minha varinha executar o feitiço, felizmente estava bem menos problemática e o máximo que eu fiz foi revirar os olhos rapidamente e eu respondi:

-Nao sou a mais inteligente, mas tenho uma certa experiência em Medibruxaria, e eu acho que sou uma boa guia-

Continuamos à conversar bastante e novamente ele elogiou minha beleza e eu senti que ele não me achou apenas um rostinho bonito, e eu ia falar para ele não pagar a conta, mas já que ele fez isso, e assenti positivamente, Victor se inclinou, me abraçou e me beijou, rapidamente retribui, havia sido bem rápido, havia sido bom e me controlei para nao fazer algo escandaloso, foi muito bom digasse de passagem e eu falei:-Sim, estou a espera Vic-

Após ver ele sair, sorrio feliz e apaixonada, não havia me arrependido daquilo, mesmo com as pessoas o tempo todo nos olhando e fui para algum lugar, logo sai dali o mais discreta possível, felizmente ninguém mais me olhou.





◦◦◦
St. Mungus MediBruxo
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Nenhum

Faith W. Redwyne

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Oliver S. Winchester em Ter 22 Nov 2016, 13:35

Uma Conversa

P
or sorte eu consegui entrar na mente daquele Comensal de baixo nível e descoberto algo que era muito interessante, aparentemente das mais fortes servas de Robert era Nathalie, não consegui deixar de soltar um riso daquilo. Eu me lembrava tal Comensal, uma novata na época em que fui obrigado a fugir de Darliguv, uma das queridinhas dele.

Se algum dia alguém me contasse que aquela criança patética e imprestável se tornaria o braço direito do Lord e que assumiria, mesmo que por pouco tempo, a liderança dos Comensais eu gargalharia. A garota que eu conhecera no passado no era nada além de uma criança superestimada, mas talvez o tempo tenha feito com que ela crescesse como Comensal, mas eu duvidava daquilo, Nathalie era fraca no passado e provavelmente ainda fraca no presente.

Eu havia conseguido enviar uma coruja solicitando uma reunião, claro que não tinha certeza se ela viria, mas aquilo não era importante, se ela não viesse eu simplesmente a mataria. Entrei no velho estabelecimento e procurei uma mesa para me sentar, depois pedi bebida, o garçon me atendeu alegremente, o que fez ter certeza que ninguém lembrava de meu rosto, o que era muito útil para mim. Demorou um pouco até que a mulher atravessasse a porta e caminhasse na direção mesa que combinara de estar.

- Seja quem for você espero que tenha um bom motivo para me fazer vir aqui! Caso contrário eu não terei motivo para permitir que continue vivo!

Apenas encarei a mulher, tanta arrogância pressa a uma bruxa tão tola e patética. "Legilimens", mergulhei profundamente na mente da mulher, aquela pessoa arrogante sempre agia como se fosse superior, mas não passava da mesma criança burrae patética que eu conhecera no passado, só que absurdamente pior, presa a uma vingança medíocre, ofendendo aquele que sempre tentam proteger aqueles que amam quando ela mesma era sensível nesta parte.

- Não peça seu tempo achando que é superior a mim Nathalie! - apontei a cadeira a minha frente e sorri - Ande rápido e sente-se! Odiaria ter que ir atrás de James e Ben por causa de sua petulância para com seu verdadeiro Lord! - a mulher me encarou, mas lentamente se sentou a minha frente, sorri e pedi uma bebida para a mesma- Não vamos nos exaltar por tão pouco Nathalie.. Afinal, embora ache você e os demais Comensais sejam notoriamente fracos, não estamos aqui para isso não é mesmo? - Nathalie me encarou.

- Quem é você?

- Ora... Não me reconhece mais Nathalie? - a mulher me encarou, apenas sorri - Eu sou o mesmo que ordenou a morte dos Winchester! Aquele que desafiou o seu Lord! Que matou herdeiros de Gerard! O verdadeiro herdeiro de Salazar!

- Ora, ora... Oliver S. Winchester, o traidor!

Sorri, fazia anos que não ouvia aquele nome direto daquela maneira, claro, dentre Comensais eu deveria ser o mais famoso. Afinal, o jovem que atacou Gerard matando seus três filhos em um único duelo, o mesmo que exterminou quase todos os demais herdeiros de Salazar, deixando apenas o recém nascido viver é o único Comensal a desafiar o antigo Lord em sua melhor época. Mas de todo o que eu fiz, talvez o que mais marcara todos foi o fato de que eu fora o bruxo que torturara e matara a sangue frio pois próprios pais e a irmã, na verdade Robert somente sobrevivera porque Victor apareceu antes que eu pudesse terminar o trabalho.

- Fico feliz que tenha se lembrado... Agora que se lembrou podemos conversar... Irá se ajoelhar perante verdadeiro Lord ou pretende seguir meu irmão e morrer por causa desta estúpida escolha?

Sorri amigavelmente, enquanto tomava gole da minha bebida, depois encarei Nathalie a espera de uma resposta.


♦ • ♦ • ♦


EuNathalie

Lord das Trevas
avatar

Oliver S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Nathalie H. Monreal em Qui 24 Nov 2016, 19:33

The return of the real Lord
Nathalie
Klaus
Rumple
Emily
Ben
Hard
Legenda
 - Ora, ora... Oliver S. Winchester, o traidor! - Falei impressionada com a existencia daquele homem a minha frente ainda. Continuei observando o mesmo enquanto ele continuava a falar. -  Irá se ajoelhar perante verdadeiro Lord ou pretende seguir meu irmão e morrer por causa desta estúpida escolha? - Falou e ergui uma sobrancelha soltando um sorriso de orelha a orelha apenas dando uma rápida bebericada em meu Whisky.

- Nao me recordo de algum dia ter seguido  seu irmão patético que apenas se acha, sendo apenas um muleque qualquer - Falei e pude ver um sorriso de orgulho preso ao seu rosto. Ele pode notar na mesma hora que a aliança dos comensais com Robert era apenas obrigação pelo mesmo ser o novo lorde e nao por que os comensais de fato acreditavam em suas ideias. - Fazemos o seguinte Oliver.... Mate Robert, ou sei la. roube dele o cargo de Lorde... E ai conversamos sobre isso de ajoelhar - Falei me levantando mas o mesmo segurou delicadamente minha mão.

Voltei a me sentar enquanto ele sorria sedutoramente para mim, algo que nao funcionaria em mim já que eu possuía um homem ja em mente que era bonzinho demais para mim. Logo pedi um novo copo de Whisky enquanto ouvia as palavras delicadas de Oliver




Thanks to @Evil Queen



♛ Nathalie Hathaway Monreal ♛
♛ I'm going to burn your soul  ♛
Comensal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 41
Casa:: Lufa-lufa
Time: Harpias de Holyhead

Nathalie H. Monreal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Harley Quinn em Qui 01 Dez 2016, 21:31



He wants your head




Fazia uma semana que Harley seguia Klaus, não queria voltar para o esconderijo dar de cara com o lordezinho. Nunca encontrava Klaus sozinho, era incrivel como cada dia ele estava com uma mulher diferente. Mas aquilo não surpreendia Harley em nenhum sentindo. O que surpreendera fora encontra-lo hoje no bar sozinho - UAU você sozinho.. que milagre . Tantas mulheres por ai - disse a loira e sorriu pedindo sua bebida - Andou me seguindo Harley? Assim vou achar que é uma louca psicopata.

Harley não dera a minima para o que Klaus disse tomou um gole do que tinha pedido e encarou o homem ao seu lado - Aquele lordeco é um imbecil quase me matou asfixiada depois de dar a ordem para que eu matasse um auror. Ele é frustrado.. mas que culpa eu tenho se é a sua cabeça que ele quer? - o mesmo na hora olhou Harley com uma expressão nem um pouco surpresa - Não sei porque eu tentei brincar de seduzir aquele pirralho e quase morri, mas isso não foi o pior ele disse que eu poderia conseguir qualquer coisa dele se entregasse sua cabeça numa bandeja de prata - continuou a encarar Klaus enquanto esperava uma reação do mesmo.



Harley --------- Robert --------- Klaus

Thanks to Evil Queen



Última edição por Harley Quinn em Ter 06 Dez 2016, 18:11, editado 3 vez(es)



Thanks to Queen of Graphics

Comensal
avatar

Harley Quinn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Klaus Robb Allen em Qui 01 Dez 2016, 22:21




News


Há algumas semanas minha vida parecia estar no loop de tempo infinito. Eu ia para o caldeirão furado e vez ou outra levava alguém para um dos quartos e tinha algum divertimento. Naquela noite acontecera algo diferente. Como sempre, passei pela porta e fui direto para o balcão onde o barman já sabia exatamente o que eu queria, de modo que ele já colocava o copo cheio no balcão antes mesmo de me sentar. Ouvi alguém se aproximar e sentar ao meu lado.

- Não sei porque eu tentei brincar de seduzir aquele pirralho e quase morri, mas isso não foi o pior ele disse que eu poderia conseguir qualquer coisa dele se entregasse sua cabeça numa bandeja de prata – O que Harley disse não me surpreendeu nenhum pouco, na verdade estava estranhando Robert não dar as caras nem mandar alguém para fazer o que ele não tinha coragem. A raiva tomara conta de meu corpo que quase quebrei o copo na mão, mas derramei um pouco do líquido de cor meio amarelada. – Quem aquele pirralho pensa que é!? – Disse cheio de raiva à mulher ao meu lado.

Sacudi a mão tirando o líquido da mesma e dei o último gole da bebida. Virei-me e fiquei de frente para a mesma, peguei um cacho da metade azul de seu cabelo e enrolei com o dedoo. – Bom, você está aqui me contando isso então quer dizer que não vai tentar me matar – sorri – O que vamos fazer com ele? - Lembrei de algo que vira numa noite passada onde Nathalie conversava com um homem, mas não mencionei nada e esperei ela falar.

Comensal

Klaus Robb Allen

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Oliver S. Winchester em Sab 03 Dez 2016, 08:54

Clima Agradável

E
ncarei a mulher, mas sabia que sedução não funcionaria ali, Nathalie era uma mulher experiente e não alguns novata naquele ramo, ela sabia que não podia confiar, principalmente começaria
Comensais, sorri e aguardo ela tomar um gole de sua bebida, assim que ela o faz sorrio.

- Você parece não ter compreendido minha cara... Não pedi para que se ajoelhasse perante mim, eu ordenei - ela sorriu arrogantemente, aquilo era sempre chato, porém fazia com que eu lembrasse de quando Antony começou a ser erguer como Lord, poucos viram nele a grandiosidade e por isso todos morreram, mas ainda não o momento de matar Comensais, não com tantos aurores ainda vivos.

- Acho que você não escutou direito... Mate seu irmão e conversamos sobre isso.

Sorri, me levantei e caminhei até Nathalie, ela me encarava com um olhar cínico e superior, a encarei, depois abaixo até ficar a altura de seu rosto, depois passei a mão delicadamente pelos seus cabelos, levando a mesma até nunca então fiquei sério.

- Você me confunde com meu irmão Nathalie... - sem qualquer aviso prévio eu apertei a nuca mulher batendo violentamente sua face contra a mesa, depois não de novo, olhei ao redor alguns bruxos haviam se levantado, alguns até mesmo tinha varinha a mão, sorri - Aconselho a todos voltarem aos seus lugares, porque qualquer um que não o fizer morrerá!

Um dos homens se aproximou de mim, colocando a mão em meu ombro, comentando sobre já ter bebido demais e que era hora de deixar o bar, apenas sorri, ninguém jamais poderia dizer que eu não tinha dado uma chance a eles. Rapidamente puxei uma colher que havia sobre a mesa e me virei, enfiando a colher garganta do homem, o sangue quente escorreu pelo meu braço, sorri.

- Quem vai ser o próximo? - um sorriso cortava meu lábio fora a fora, sem perda tempo avancei no próximo enquanto avançava seguro uma garrafa de vinho, desviei de um feitiço de impacto que lançou e despedaçado parte da garrafa na cabeça do homem, atravessando, com o que sobrou da garrafa, o peito do terceiro homem atacado, tudo aquilo era absurdamente prazeroso, cada grito de dois, cada mutilação, cada vez que eu cortava uma garganta, cada morte era como um linda sinfonia, quando terminei todos ali presentes, sobrara apenas um casal numa das mesas no canto e uma velha senhora em outra, as demais dezessete pessoas que se levantaram conta mim estava mortas, respirei fundo e peguei um pedaço de lenço, lingotamento minhas mãos, depois caminhei até onde Nathalie estava, me sentando a frente da mulher, jogando o lenço a sua frente - Peço desculpas Nathalie, acabei me descontrolando pouco... Embora deca abrir que estou decepcionado com estes trastes, nem mesmo me forçaram a sacar a varinha.

- Vai me matar também?

- Estou ofendido com esta pergunta Nathalie... Você realmente acha que ainda estaria respirando eu quisesse te matar? - sorri, depois me inclinei para frente - Você me serve deste momento em diante mulher... E não porque tem medo ou o que quer que seja, mas porque sabe que somente eu sou capaz de erguer um trono com os corpos dos Watsgrints para você se sentar! tou ofendido com esta pergunta Nathalie... Você realmente acha que ainda estaria respirando eu quisesse te matar? -

- E quanto aos demais?

- Eles me obedeceram... Não vejo porque matá-los... Bom voltando assunto importante, onde Robert está escondido? - a encarei sorrindo, bebi mais gole de minha vida e encarei Nathalie. - Não me olhe assim Nathalie, você pode não querer admitir, mas você já é minha serva, e não porque você sabe que eu sou mais poderoso que você... Mas porque você sabe que eu sou o único que pode amontoar todos os corpos dos Watsgrints em um trono para que você possa se sentar! E é por isso Nathalie que você me serve... Agora, novamente, ainda vai insistir em não se ajoelhar perante seiu Lord? -


♦ • ♦ • ♦


EuFergus

Lord das Trevas
avatar

Oliver S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Harley Quinn em Ter 06 Dez 2016, 17:51



He wants your head




–Bom, você está aqui me contando isso então quer dizer que não vai tentar me matar – Harley sorriu para o homem – O que vamos fazer com ele? - a mesma se manteve quieta, não havia pensado nisso ainda mas Klaus não aceitaria isso como resposta. Pediu então outra bebida enquanto enrolava seus dedos no cabelo enqunto pensava. - Não sei... é a sua cabeça que ele quer, então você deve me dizer o que quer fazer com ele, mas tem que ser juntos pois ele é fortinho até - a mesma disse mostrando a marca da mão de Robert em seu pescoço escondida atrás de seu colar.

Klaus ficou olhando-a sem dizer nada. Ambos pareciam estar pensando em algo para fazer com Robert. Harley não queria deixar barato as marcas em seu corpo mas agora precisava de ajuda. - Matar ele é uma opção não é? - a moça disse e Klaus riu dizendo em seguida que Robert era esperto e desconfiaria de um plano para mata-lo já que era o que todos eles queriam mesmo. - Certo... ele tem que ter algum ponto fraco... Ele não tem uma irmã? Que ajuda ele? - Klaus assentiu - Não sabe de nada que ele esconde dela e que nos ajudaria a virar ela contra ele? Já seria de uma grande ajuda - Harley disse e o semblante de Klaus mudou. Ele sorriu e respondeu.



Harley --------- Robert --------- Klaus

Thanks to Evil Queen




Thanks to Queen of Graphics

Comensal
avatar

Harley Quinn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Klaus Robb Allen em Sab 17 Dez 2016, 11:56




News


Lembrei na hora de uma garota que vira com ele um dia -Ju...Julie! - lembrei da garota – Uma menina loira amiga do Robert, quando o pirralho ainda ia à escola ela era como uma irmã para ele. Pude ver o rosto da comensal se iluminar. – Acho que você vai adorar dar um jeito nela, e será mais fácil nesta época, pois ele a muito provavelmente sairá de Hogwarts e você vai poder se divertir com ela.

Dei um último gole da bebida e peguei meu casaco preto que estava pendurado nas costas da cadeira, então o vesti. = tenho uma coisinha para fazer com a Natahlie e sinto que vou me divertir mais. Até logo, love. Saí do local e aparatei até onde estava Nath e um novo hóspede.

Comensal

Klaus Robb Allen

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caldeirão Furado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum